O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Segundo Lugar no Concurso para a Requalificação do Mercado Público de Lages-SC / Hiperstudio

Segundo Lugar no Concurso para a Requalificação do Mercado Público de Lages-SC / Hiperstudio

Segundo Lugar no Concurso para a Requalificação do Mercado Público de Lages-SC / Hiperstudio
Segundo Lugar no Concurso para a Requalificação do Mercado Público de Lages-SC / Hiperstudio, Cortesia de Hiperstudio
Cortesia de Hiperstudio

segundo lugar

Competição : Concurso Nacional para a requalificação do Mercado Público de Lages-SC
Premio : Segundo Lugar
Projeto :
Autores : Hiperstudio, Matheus Marques e Ricardo Gonçalves, Denise Capalbo, Alexandre Hepner, 2014, Lages - SC, 4.700m², 3.550m²

Apresentamos a seguir a proposta que ficou em segundo lugar no concurso nacional para a requalificação do Mercado Público da cidade de Lages, em Santa Catarina, promovido pelo IAB-SC. O projeto a seguir foi desenvolvido pelo escritório Hiperstudio, de Matheus Marques e Ricardo Gonçalves.

Veja a seguir algumas imagens e o memorial descritivo da proposta:

Cortesia de Hiperstudio Cortesia de Hiperstudio Cortesia de Hiperstudio Cortesia de Hiperstudio + 14

O Conceito

Dentre os diversos edifícios de caráter público que existem em uma cidade, o mercado destaca-se por seu potencial cultural, econômico e democrático. Desde a Antiguidade, o mercado público transcende o simples espaço comercial para simbolizar uma manifestação cultural legítima, palco da diversidade, dos costumes e comportamentos de uma comunidade identificados na troca de mercadorias, no consumo e na produção de artigos locais e artesanais.

Cortesia de Hiperstudio
Cortesia de Hiperstudio

Essa essência cultural é o que distingue o mercado público de uma mera franquia comercial privada, portanto é imprescindível que ele possua um espaço diferenciado que possibilite essa qualidade transcendental. Acreditamos que o Mercado de Lages deve evocar esses conceitos tradicionais e incorporá-los às novas lógicas da contemporaneidade, com o objetivo de ser um edifício público paradigmático definido pelo conceito da performance. Todas as decisões do partido arquitetônico convergiram para atingir essa performance nos seguintes âmbitos: econômico, ambiental, cultural e urbano.

O partido

Esquemas do partido. Image Cortesia de Hiperstudio
Esquemas do partido. Image Cortesia de Hiperstudio

Entendemos que um mercado público, enquanto objeto arquitetônico, pode ser definido pelo conceito essencial das megaestruturas: um grande sistema estrutural que serve de interface unificadora para unidades secundárias se desenvolverem. Essa definição infere, portanto, a existência da relação entre uma estrutura permanente e dominante, que contém elementos subordinados e transitórios – identificados no projeto, respectivamente, como a nova cobertura proposta e os módulos das bancas que compõe o programa do mercado.

Diagnóstico da situação existente

O eixo principal do Mercado mantém relação tanto com a Rua Manuel da Silva Ramos na frente, quanto com a área de estacionamento posterior, as quais priorizam atualmente a presença do automóvel em detrimento do pedestre, isolando o edifício e limitando o seu uso apenas dentro de seus perímetros.

Implantação. Image Cortesia de Hiperstudio
Implantação. Image Cortesia de Hiperstudio

O edifício original do Mercado possui em sua essência uma ideia de modernidade, promovida por sua estrutura geral e seus atributos estéticos protomodernos. Contudo, o bloco anexo executado posteriormente é desprovido de valor arquitetônico significativo, possibilitando sua eliminação.

Um mercado para as pessoas

O partido propõe uma reapropriação do entorno do mercado para uso exclusivo dos pedestres, eliminando a presença do automóvel na área posterior e restringindo a Rua Manuel da Silva Ramos apenas para tráfego local em faixa delimitada. O objetivo é transformar essa rua em uma grande praça que promova a urbanidade, o encontro, a vivência e o acesso ao mercado, que também acaba estendendo o seu uso para o espaço público. A proposta também concentra e reforça o acesso principal na porção central do edifício, se prolongando como um eixo do passeio que organiza os fluxos do mercado até a praça posterior, onde serão realizadas as feiras externas. Antes “subjugado” pelos automóveis, agora o mercado se abre para a cidade.

Cortesia de Hiperstudio
Cortesia de Hiperstudio

Essa fluidez espacial é garantida no interior do edifício por meio da subtração da parede original que fazia divisa com o antigo anexo, revelando uma amplitude e flexibilidade ideais para o novo uso do mercado, integrando o pavilhão histórico com o novo anexo. 

Setorização espacial

Perspectiva explodida. Image Cortesia de Hiperstudio
Perspectiva explodida. Image Cortesia de Hiperstudio

Para se adequar às novas exigências e potencializar o uso do mercado, decidiu-se implantar todos os setores de bancas no novo bloco anexo, que mantém uma constante interação espacial com o pavilhão antigo, o qual funcionará como um portal de acesso e abrigará exclusivamente as atividades culturais e gastronômicas, mais condizentes com seu caráter histórico e apelo turístico.

Os setores administrativos ocupam um mezanino linear disposto ao longo do eixo do novo anexo, que encerra a volumetria na fachada posterior, voltada à praça de feiras e eventos.

Cortesia de Hiperstudio
Cortesia de Hiperstudio

Performance estrutural

A estrutura do novo anexo preza pela racionalidade e performance econômica, sendo composta por pórticos sequenciais de pilares pré-fabricados de concreto e treliças metálicas planas que vencem os vãos transversais. O objetivo é gerar a maior flexibilidade espacial possível para a organização dos módulos que compõe o mercado, além da total permeabilidade visual e de circulação entre o pavilhão antigo e o novo anexo.

Corte perspectivado. Image Cortesia de Hiperstudio
Corte perspectivado. Image Cortesia de Hiperstudio

A cobertura é composta por telhas metálicas aparentes e aberturas zenitais tipo SHED, que garantem a iluminação natural no interior do mercado.

Um ícone renovado

Cortesia de Hiperstudio
Cortesia de Hiperstudio

Trata-se de uma intervenção de linhas sóbrias e materialidade neutra, resultando em um volume simples e claro, sem contorcionismos formais. Apesar de assumidamente contemporânea, a proposta não tem a pretensão de ameaçar o protagonismo evidente do edifício histórico, respeitando as suas visuais e proporções.

A composição volumétrica resultante dessas operações de partido reafirma o mercado como um ícone urbano da cidade de Lages.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Romullo Baratto
Autor
Cita: Romullo Baratto. "Segundo Lugar no Concurso para a Requalificação do Mercado Público de Lages-SC / Hiperstudio" 12 Nov 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/757310/segundo-lugar-no-concurso-para-a-requalificacao-do-mercado-publico-de-lages-sc-hiperstudio> ISSN 0719-8906