Residência de Madeira Compensada / Simon Astridge

Residência de Madeira Compensada / Simon Astridge

© Nicholas Worley© Nicholas Worley© Nicholas Worley© Nicholas Worley+ 32

  • Arquitetos: Simon Astridge
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  134
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fotógrafo Fotografias:  Nicholas Worley
© Nicholas Worley
© Nicholas Worley

"O projeto consiste em três ampliações e a reforma total do interior de uma residência de estilo típico vitoriano em Londres. O conceito envolveu a escolha de cinco materiais, concreto, madeira compensada,  alvenaria, pedra natural e uma película transparente que transforma o céu no sexto elemento. Essa sensação foi criada a partir de um amplo envidraçamento, sem marcações, nos pavimentos superiores. O vídeo "Details One" é uma forma de explorar esses materiais e mostrar como eles podem se relacionar com a moradia.

© Nicholas Worley
© Nicholas Worley

Na parte posterior do térreo, para onde a cozinha e a sala de jantar se expandem, paredes estruturais de concreto de 15cm modelam o espaço. Elas atuam como o próprio revestimento interior da sala ao longo das empenas laterais. A nova cobertura foi criada como uma proteção aconchegante, feita em estrutura de madeira compensada aparente. 

Planta baixa - térreo
Planta baixa - térreo

Esta estrutura é composta por três camadas de madeira compensada, lâminas de 1.8cm, 1.2cm e 1.8cm, nessa ordem, para formar uma estrutura laminada de madeira em miniatura. Tudo isso, apoiado sobre pés de metal em forma de "T" que apoiam-se na parte superior das paredes de concreto. A peça central da madeira compensada foi retirada de propósito nas bordas, a fim de tornar aparente o aspecto da estrutura e permitir esconder as futuras instalações elétricas, caso seja necessário.  

© Nicholas Worley
© Nicholas Worley

A alvenaria como material utilizado no piso e paredes apresenta-se na sua forma mais simples nos serviços e banheiros.

© Nicholas Worley
© Nicholas Worley

Os pavimentos superiores formam uma suíte principal, com dormitório, closet e banheiro. Todas as paredes, pisos e tetos das partes superiores estão revestidos de madeira compensada que, por sua vez, foi impermeabilizada com verniz transparente. Um objeto de madeira compensada envolve-se na escada vitoriana e no corredor, delineando as novas peças contemporâneas do projeto e os acabamentos originais.

Corte Longitudinal
Corte Longitudinal

Os beirais do dormitório foram expostos, a fim de criar a impressão de um espaço maior, já que, dessa forma, faz com que a suíte pareça ocupar a superfície total do pavimento. Acima da escala de madeira compensada existe outra abertura zenital com vidro e sem moldura, permitindo que a luz natural entre profundamente na residência. A parte mágica dessa abertura é o fato que depois de uma chuva, o sol volta a refletir [muito frequentemente em Londres] pela janela ainda molhada, fazendo a água brilhar nas paredes de madeira compensada. Não foi planejado, mas é mágico".

© Nicholas Worley
© Nicholas Worley

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência de Madeira Compensada / Simon Astridge" [Plywood House / Simon Astridge] 24 Nov 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/756493/residencia-de-madeira-compensada-simon-astridge> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.