O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Primeiro Lugar no 7° Concurso CBCA / Alexandre Okabaiasse, Rodolfo Scuiciato, Franco Faust e Marcelo Miotto

Primeiro Lugar no 7° Concurso CBCA / Alexandre Okabaiasse, Rodolfo Scuiciato, Franco Faust e Marcelo Miotto

Primeiro Lugar no 7° Concurso CBCA / Alexandre Okabaiasse, Rodolfo Scuiciato, Franco Faust e Marcelo Miotto
Primeiro Lugar no 7° Concurso CBCA / Alexandre Okabaiasse, Rodolfo Scuiciato, Franco Faust e Marcelo Miotto, Pórtico. Image Cortesia de Equipe vencedora
Pórtico. Image Cortesia de Equipe vencedora

primeiro lugar

Competição : Concurso para Estudantes de Arquitetura do Centro Brasileiro da Construção em Aço - CBCA
Premio : Primeiro Lugar
Projeto :
Autores : Alexandre Kenji Okabaiasse, Rodolfo Luis Scuiciato, Franco Luiz Faust e Marcelo Miotto, Emerson Vidigal , Medianita Nunes da Silva, Universidade Federal do Paraná - UFPR, Bairro Parollin, Curitiba - PR, 34.211 m², 184 unidades

Apresentamos a seguir o projeto vencedor do 7° Concurso para Estudantes de Arquitetura do Centro Brasileiro da Construção em Aço - CBCA, desenvolvido por Alexandre Kenji Okabaiasse, Rodolfo Luis Scuiciato, Franco Luiz Faust e Marcelo Miotto, estudantes da Universidade Federal do Paraná.

O concurso contou com a participação de 181 equipes inscritas, representando 20 estados brasileiros e 79 Faculdades de Arquitetura. Segundo o júri, o projeto a seguir se destacou principalmente pela adequação da estrutura ao tema – “Edifícios Destinados a Habitação Social”.

Passarela. Image Cortesia de Equipe vencedora Interna. Image Cortesia de Equipe vencedora Isométrica da unidade habitacional. Image Cortesia de Equipe vencedora Corte perspectivado. Image Cortesia de Equipe vencedora + 18

Dos autores: “Entendemos moradia como sinônimo de cidade. E entendemos que a produção de habitação em grande escala constitui a parte básica na produção da cidade.” Assim começa o memorial para o projeto Residencial Parque Novo Santo Amaro V, de Vigliecca&Associados.

Todas as decisões projetuais foram norteadas pela busca da relação direta entre a residência individual e a cidade, estabelecendo o compromisso individual de cada cidadão com as áreas públicas e a realidade urbana em que se insere.

Rompem-se as fronteiras que os separavam e cria-se a noção de que não se habita apenas a casa, e sim um conjunto de equipamentos e serviços coletivos. Os transeuntes estarão sempre sob o olhar dos próprios habitantes que exercerão um controle social sobre estas áreas.

ESCOLHA DO LUGAR

Área. Image Cortesia de Equipe vencedora
Área. Image Cortesia de Equipe vencedora

A escolha da área de implantação foi determinada a partir das seguintes diretrizes:

  • inserção do conjunto em uma área de infraestrutura e de malha viária consolidadas;
  • oferta de transporte público e proximidade com a região central de Curitiba, encurtando deslocamentos;
  • área de assentamento irregular, trabalhando a partir de relocações dos habitantes para o mesmo lugar onde já residem, mantendo-se assim os vínculos sociais e territoriais e garantindo a proximidade com os equipamentos urbanos já utilizados pela população, tais como escola, posto de saúde e linhas de transporte público.

Sendo assim, a área escolhida encontra-se no bairro Parolin, localizado na região sul da cidade, distante aproximadamente 3,5 Km do centro de Curitiba. O bairro é caracterizado por acolher um dos mais antigos assentamentos irregulares da cidade, datado de fins da década de 1950.

Passarela. Image Cortesia de Equipe vencedora
Passarela. Image Cortesia de Equipe vencedora

O terreno possui 34.211 m² e está situado em um fundo de vale com áreas de alta declividade, suporte da maioria das construções impróprias. É limitado pelas ruas Brigadeiro Franco à leste, Professor Prothos Velozo ao sul, Padre Isaías de Andrade à oeste e Eugênio Parolin ao norte. Além disso, cortado diagonalmente pelo Rio Guaíra e longitudinalmente pela rua informal Francisco Parolin.

O crescimento irregular e desorganizado ocasionou e ocasiona grandes impactos ambientais gerando riscos à população residente.

PARTIDO ARQUITETÔNICO E ORGANIZAÇÃO GERAL

A implantação dos blocos habitacionais admite três fatores determinantes: o Rio Gauíra, a topografia e a malha viária existente como três fatores determinantes.

Partido. Image Cortesia de Equipe vencedora
Partido. Image Cortesia de Equipe vencedora

O Rio Guaíra, que divide a porção sul do terreno – com suas margens atualmente ocupadas por habitações irregulares – é recuperado, restabelecendo a sua condição ambiental através de um parque linear onde se distribuem equipamentos que estimulam o esporte, o lazer e o ócio. São implantados 2 blocos nesta porção do terreno, um em formato “L”, ao sul do parque, e outra barra ao norte. Dispostos a fim de potencializar as vistas do parque e priorizando a iluminação natural, totalizam juntos um total de 102 unidades habitacionais.

A topografia acentuada presente na porção norte do terreno, recebe outros 2 blocos habitacionais, implantados ortogonalmente às curvas de nível, totalizando 81 unidades. São dispostos em duas barras paralelas, divididos pela via informal Francisco Parolin, agora reestruturada como um eixo pedonal de circulação, estar e comércio.

Eixo pedonal. Image Cortesia de Equipe vencedora
Eixo pedonal. Image Cortesia de Equipe vencedora

A Rua Brigadeiro Franco, via rápida de ligação direta ao centro da cidade, caracterizada pelo comércio vicinal, é explorada a partir do estabelecimento de recuos maiores em relação aos blocos habitacionais, configurando áreas de permanência, e com a implantação de módulos comerciais no térreo dos edifícios. O caráter comercial também adentra o miolo da quadra, estimulando as pessoas a circularem e, assim, garantindo a segurança e animação do local. Através dessa via também são criados eixos transversais que ligam-se com o eixo principal demarcando pórticos de acesso.

ESTRUTURA

Na utilização do aço buscou-se explorar suas atribuições mecânicas, estéticas e sustentáveis. A unidade habitacional é tomada como módulo inserido na estrutura.

Montagem da estrutura. Image Cortesia de Equipe vencedora
Montagem da estrutura. Image Cortesia de Equipe vencedora

Pórticos: são definidos pórticos no sentido transversal às barras, com um vão de 9,0m e balanços de 3,0m, sendo um destes em mísula. Os pórticos descarregam os esforços verticais em um par de pilares de 3,0m de altura.

Barra: os pórticos são ligados transversalmente por vigas de 6,0m de comprimento, configurando assim a estrutura principal das barras.

Contraventamentos: a estrutura recebe travamentos nos núcleos de banheiro das habitações, nos núcleos de circulação vertical e a cada 6,0 m, nos pórticos que dividem as habitações. Assim é assegurada a resistência aos esforços horizontais, tanto transversais quanto longitudinais às barras.

Corte perspectivado. Image Cortesia de Equipe vencedora
Corte perspectivado. Image Cortesia de Equipe vencedora

Pórticos de acesso: são definidos acessos ao interior das quadras através de pórticos com 18,0m de vã,o localizados estrategicamente em algumas barras. O vão é vencido através de duas vigas invertidas de 1,20m de altura localizadas na cobertura. Os pilares das unidades habitacionais funcionam aqui como tirantes, sustentando os pavimentos inferiores e liberando as visuais nos vãos.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Romullo Baratto
Autor
Cita: Romullo Baratto. "Primeiro Lugar no 7° Concurso CBCA / Alexandre Okabaiasse, Rodolfo Scuiciato, Franco Faust e Marcelo Miotto" 18 Out 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/755615/primeiro-lugar-no-7-degrees-concurso-cbca-alexandre-okabaiasse-rodolfo-scuiciato-franco-faust-e-marcelo-miotto> ISSN 0719-8906
Ler comentários
Ler comentários

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.