O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Aprendizagem
  4. Colômbia
  5. Mauricio Valencia
  6. 2014
  7. Parque Educativo Vigía Del Fuerte / Mauricio Valencia + Diana Herrera + Lucas Serna + Farhid Maya

Parque Educativo Vigía Del Fuerte / Mauricio Valencia + Diana Herrera + Lucas Serna + Farhid Maya

  • 20:00 - 1 Setembro, 2014
  • Traduzido por Maria Julia Martins
Parque Educativo Vigía Del Fuerte / Mauricio Valencia + Diana Herrera + Lucas Serna + Farhid Maya
Parque Educativo Vigía Del Fuerte / Mauricio Valencia + Diana Herrera + Lucas Serna + Farhid Maya, © Farhid Maya
© Farhid Maya

© Farhid Maya © Farhid Maya © Farhid Maya © Farhid Maya + 29

  • Colaboradores

    Arq. Lina Flórez, Arq. Andrea Maruri, Arq. Alejandro Vargas
  • Empresa constructora

    Soluciones Constructivas SA.
  • Empresas Contratantes

    Governo de de Antioquia, Empresa de Vivienda de Antioquia (VIVA), Fundação Fraternidad e Fundação Berta Martínez
  • Mais informações Menos informações
© Farhid Maya
© Farhid Maya

Descrição enviada pela equipe de projeto. Vigía del Fuerte é uma cidade de Antioquia, em uma área de floresta tropical, na Colômbia. É uma cidade com um dos mais baixos níveis de desenvolvimento humano e social do país, com condições climáticas fortes, acessibilidade e interconexão dentro de uma região que foi atingida no passado por problemas de ordem pública, mas apesar disso, o município tem uma vegetação exuberante e é conhecido pela sua biodiversidade e variedade de ecossistemas, cujo potencial de desenvolvimento na região está começando a ser explorado. Por isso, o governo de Antioquia decidiu fazer um grande investimento na região para fortalecê-la.

Planta
Planta

Esquema Inicial Despiece Secciones Localización + 29

Como parte deste processo, o município foi selecionado pelo Governo de Antioquia, em 2013, para abrigar um dos primeiros dos 40 parques educativos a ser construído no estado, que, nas palavras do governador de Antioquia, Sergio Fajardo Valderrama, serão "(...) espaços públicos para o encontro de cidadãos no século XXI. Espaços abertos para toda a comunidade, onde se encontram representados os conceitos fundamentais de Antioquia: o talento e a capacidade de nosso povo. (...) "

© Farhid Maya
© Farhid Maya

Vigía del Forte é configurado pela floresta tropical e pelo Rio Atrato, que na época de chuvas tem suas margens inundadas ano após ano, o que levou os moradores a construir suas casas em palafitas, elevando suas casas um metro acima do nível do solo para reduzir o impacto das cheias anuais. Esta condição define a arquitetura tradicional da cidade, juntamente com outros elementos que condicionam os edifícios ao seu ambiente: fachadas que permitem a circulação do vento, coberturas íngremes e com grandes beirais, materiais leves para não forçar a terra, que não suporta grandes pesos, entre outros.

Esquema Circulación
Esquema Circulación

O parque educativo incorpora os elementos típicos acima mencionados, reinterpretando e capacitando-os através dos materiais adequadas às condições do lugar, mas que ao mesmo tempo possuem um tempo de vida longo. É um projeto se formaliza através da soma de duas características arquitetônicas típicas de Vigia del Fuerte: dispostas uma ao lado da outra, duas casas em palafitas se elevam dois metros e meio acima do terreno, marca da maior inundação da história, marcando a entrada do parque educativo. No lado leste, de frente para o Rio Atrato, está o acesso mais público, uma grande rampa, único elemento que toca o solo e, por sua vez, serve de arquibancada para a primeira praça para contar a cidade, a Praça das Sombras, com grandes pérgulas, espaços esportivos e uma pista de corrida. No lado oeste, está o acesso mais privado, voltado para a rua. O centro das duas casas vazias criam um pátio, o "Quintal do Saber", um espaço público coberto que protege tanto das chuvas quanto do sol quente.

© Farhid Maya
© Farhid Maya

Outros elementos do parque educativo seguem a mesma premissa de se adaptar e reinterpretar o lugar. As fachadas do parque são treliças que permitem que os ventos laterais contínuos mantenham o interior fresco. As coberturas coletam água da chuva para o consumo interno para garantir água ao projeto em um município que está à espera de água potável, enquanto também protegem os espaços da chuva e do sol.

© Farhid Maya
© Farhid Maya

Além de todo o projeto do parque, há a construção de três instituições educativas,  a própria de Vígia, que se apropria de uma edificação bastante deteriorada,  um colégio para a comunidade indígena Emberá e uma terceira em Buchadó; também é construído um parque linear que cruza longitudinalmente o município, agregando novos usos e funções para a região. Todo este processo de mudança em Vígia del Furte está sendo feito de forma simultânea, numa aliança entre instituições públicas e privadas, a qual tem acompanhamento da comunidade, que é o público mais beneficiado pelas obras que abrem um novo rumo na cidade.

© Farhid Maya
© Farhid Maya

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Parque Educativo Vigía Del Fuerte / Mauricio Valencia + Diana Herrera + Lucas Serna + Farhid Maya" [Parque Educativo Saberes Ancestrales / Mauricio Valencia + Diana Herrera + Lucas Serna + Farhid Maya] 01 Set 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Martins, Maria Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/626256/parque-educativo-vigia-del-fuerte-mauricio-valencia-mais-diana-herrera-mais-lucas-serna-mais-farhid-maya> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.