Estação Uruguai / JBMC Arquitetura e Urbanismo

Estação Uruguai / JBMC Arquitetura e Urbanismo

© Nelson Kon© Nelson Kon© Nelson Kon© Nelson Kon+ 22

  • Ventilação E Ar Condicionado:Milton Coimbra
  • Projetistas:Marco Pelaes, Flávio Baraboskin
  • Colaboradores:Carlos Azevedo Arquitetura, Elcio and Yokoyama Arquitetura
  • 3 D Rendering :Cassio Oba Osanai
  • Arquitetos Jbmc:Beatriz Pimenta Corrêa, Cecilia Pires, Cynthia Melo, Emiliano Homrich, Frederico Freitas, Gabriela Assis, João Batista Martinez Corrêa, Pedro Câmara and Sandra Morikawa
  • Estagiários:Caio D´Alfonso, Carina Oshita, Diogo Luz, Mariana Nito, Nara Borges and Raffaella Yacar
  • Cidade:Rio de Janeiro
  • País:Brasil
Mais informaçõesMenos informações
© Nelson Kon
© Nelson Kon

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Estação Uruguai localizada no Bairro da Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro, faz parte da extensão da Linha 1 do Metrô, ocupando o antigo estacionamento de trens e carros, conhecido como “Rabicho da Tijuca”. O espaço, com pés direitos reduzidos e vãos estruturais limitados não comportavam as necessidades de uma estação de metrô.

© Nelson Kon
© Nelson Kon

Para a implantação da estação foi necessário adequar a estrutura existente, que inviabilizava o embarque e desembarque de passageiros, no nível da plataforma. A malha de 138 pilares existentes na plataforma foi substituída por apenas 23 pilares metálicos (em formato de árvore) localizados no centro da plataforma. A substituição da estrutura foi feita em duas etapas: primeiro foram localizados os novos pilares, fazendo a transferência de cargas de forma a não prejudicar a estrutura existente, e posteriormente foram retirados os pilares antigos. Nas extremidades da plataforma, onde os pilares originais foram mantidos, localizam-se os elevadores e escadas de acesso ao mezanino e as salas técnicas.

Corte
Corte

Os mezaninos, divididos em dois (Sul e Norte), estão localizados nas extremidades da estação, abaixo da Rua Conde de Bonfim. Os acessos à estação, implantados na Rua Conde de Bonfim foram executados em estaca prancha metálica, método construtivo utilizado para minimizar desapropriações e reduzir custos. As salas técnicas de ventilação estão localizadas entre os dois mezaninos.

© Nelson Kon
© Nelson Kon

O espaço existente, por se tratar de um estacionamento que não recebia público, possuía muitas irregularidades em sua estrutura. O partido arquitetônico procurou amenizar tais irregularidades através da utilização de luminárias, forros e painéis metálicos. Sobre os painéis e estacas prancha foi desenvolvido um projeto cromático que, aliado aos painéis espelhados, traz amplitude à estação.

Corte
Corte

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Tijuca, Rio de Janeiro - Rio de Janeiro, Brasil

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Estação Uruguai / JBMC Arquitetura e Urbanismo" [Uruguai Station / JBMC ARCHITECTS] 27 Ago 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/626048/estacao-uruguai-jbmc-arquitetura-e-urbanismo> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.