O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Auditório
  4. Espanha
  5. UTE Llinàs-Llobet-Ayesta-Vives
  6. 2010
  7. Auditório Atlantida / UTE Llinàs-Llobet-Ayesta-Vives

Auditório Atlantida / UTE Llinàs-Llobet-Ayesta-Vives

Auditório Atlantida / UTE Llinàs-Llobet-Ayesta-Vives
Auditório Atlantida / UTE Llinàs-Llobet-Ayesta-Vives, © Filippo Poli
© Filippo Poli

© Filippo Poli © Filippo Poli © Filippo Poli © Filippo Poli + 35

  • Arquitetos

  • Localização

    Vic, Barcelona, Espanha
  • Diretor de projeto

    Josep Llinàs
  • Arquitetos associados

    Josep Llobet, Pedro Ayesta, Laia Vives
  • Área

    10500.0 m2
  • Ano do projeto

    2010
  • Fotografias

  • Arquiteto Técnico

    Miquel Autet
  • Arquiteto colaborador

    Jorge Martín
  • Cálculos estruturais

    Bernuz-Fernandez Arq S.L.
  • Engenheiro geral

    GPO Ingeniería, S.A.
  • Engenharia Acústica

    Audioscan S.L.
  • Consultoria de cenografia

    OTTO projectes S.L.
  • Equ

    Iván Andrés, Andrea Tissino, Philipp Gasteiger, Fermín Garrote, Iñaki Arbelaiz, Petra Pferdmenges, Natzarena Manenti, Aina Solé
  • Construtora

    FCC Construccion
  • Orçamento

    15.801.350 Euros
  • Mais informações Menos informações
© Filippo Poli
© Filippo Poli

Descrição enviada pela equipe de projeto. Entendemos que o projeto responde às particularidades de sua localização e às necessidades de seu programa

© Filippo Poli
© Filippo Poli

Em relação à localização, o terreno está situado entre os limites da cidade consolidada e as futuras áreas de expansão. A transição de um tecido para outro é articulada por uma faixa de terreno natural por onde corre o rio Meder. No limite norte há diversas fachadas posteriores de residências que fazem parte da cidade já consolidada. 

Planta do nível N +1.5
Planta do nível N +1.5

Dentre elas está “Can Serratosa”, a atual sede da Vic Music School. Esta sede conta com uma travessia lateral que oferece acesso direto da rua para a nova escola. Este será um aspecto importante no desenvolvimento da proposta.

© Filippo Poli
© Filippo Poli

A porção sul, por outro lado, não apresenta nenhum limite consistente, o que nos levou a dissolvê-la através da vegetação que se mescla às margens do rio.

© Filippo Poli
© Filippo Poli

Em relação ao programa:

Ele é basicamente composto por partes de naturezas diversas: teatro, auditório, serviços, escola de música e restaurante. Enquanto o teatro e o auditório são volumes de grande escala sem necessidade de luz natural, a escola de música é a adição repetitiva de pequenas unidades que necessitam de luz e ventilação. 

© Filippo Poli
© Filippo Poli

Tínhamos os seguintes objetivos em mente ao elaborar a proposta:

1. Tratar o edifício como uma parte "derretida" do tecido urbano da cidade consolidada e, por outro lado, conectar o espaço aberto ao território natural estruturado pela margem do rio. 

© Filippo Poli
© Filippo Poli

2. Utilizar sistemas de projeto que pudessem resolver as diferentes  questões  do programa, como por exemplo os diversos usos e escalas do complexo.

© Filippo Poli
© Filippo Poli

3. A apropriação da travessia de "Can Serratosa" para proporcionar acesso ao espaço aberto posterior. 

© Filippo Poli
© Filippo Poli

4. Dentre os materiais usados - concreto, padra basáltica, alumínio, etc. - introduzimos um revestimento metálico na que direciona o olhar para o jogo de coberturas do complexo e para o skyline da cidade de Vic.

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Auditório Atlantida / UTE Llinàs-Llobet-Ayesta-Vives" [Atlantida Auditorium / UTE Llinàs-Llobet-Ayesta-Vives] 11 Jun 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/620476/auditorio-atlantida-slash-ute-llinas-llobet-ayesta-vives> ISSN 0719-8906