Arena do Morro / Herzog & de Meuron

Arena do Morro / Herzog & de Meuron

©  Iwan Baan©  Iwan Baan©  Iwan Baan©  Iwan Baan+ 6

  • Arquitetos: Herzog & de Meuron
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1964
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fotógrafo Fotografias:  Iwan Baan

Descrição enviada pela equipe de projeto. O nosso projeto para o ginásio Arena do Morro, é o primeiro projeto realizado dentro da proposta para o plano urbano "Uma Visão Para Mãe Luiza", que desenvolvemos junto com o Centro Sócio Pastoral Nossa Senhora da Conceição em 2009.

Master Plan Vision © Herzog & de Meuron
Master Plan Vision © Herzog & de Meuron

A Mãe Luiza não é uma favela típica – a sua identidade e personalidade foram formadas por uma situação natural única e pela criatividade dos habitantes de uma comunidade forte. A Mãe Luiza está localizada entre a reserva natural do Parque das Dunas e a zona costeira comercialmente mais desenvolvida.O nosso estudo urbano identifica atividades pouco desenvolvidas ou não existentes no bairro, mostra espaços disponíveis entre a densa malha construída e distribui novas atividades dentro das áreas com potencial para desenvolvimento. A proposta inclui uma espinha (passarela) de novos edifícios e intervenções, formando uma sequência de atividades públicas, perpendicular à rua principal da Mãe Luiza, até ao mar. O projeto pioneiro dentro dessa proposta é o ginásio, contendo uma quadra poliesportiva cercada por arquibancadas para 420 pessoas, salas multiuso para dança e educação, um terraço com vista para o mar, assim como vestiários e banheiros.

©  Iwan Baan
© Iwan Baan

A estrutura existente do antigo ginásio - uma quadra de cimento envolvida por pilares e treliças, sem cobertura nem paredes - é o ponto de partida para o nosso projeto. A geometria dessa estrutura é estendida ao longo de toda área construída, criando uma imensa cobertura, cuja forma é definida e limitada pelos limites do terreno. Ao mesmo tempo em que essa cobertura traz uma nova escala para a Mãe Luiza, ela também estabelece uma relação com a tradição nordestina dos grandes espaços públicos cobertos. Tornando-se assim, um símbolo da comunidade. Debaixo da cobertura, acompanhando a topografia existente, o piso forma uma paisagem feita de local granilite. As arquibancadas acompanham as curvas de nível do terreno e as salas multifuncionais, os estúdios de dança e os espaços de suporte são encaixados entre elas. Uma única parede independente, de forma ondulada, define o perímetro interno, seguindo o contorno das arquibancadas em volta da quadra e as curvas dos volumes circulares que abrigam as áreas mais privadas. Esses elementos circulares salientam o caráter coletivo desses espaços e suas atividades.

©  Iwan Baan
© Iwan Baan

A enormidade e a uniformidade da cor branca da cobertura, ancoram e destacam o edifício dentro da colorida e irregular malha urbana da Mãe Luiza. Como se fosse a peça que faltava no quebra-cabeça, ocupando um grande terreno vazio às margens do bairro, ele completa-o e define um novo e generoso espaço cívico visível a distância. As duas extremidades da longa cobertura de duas águas, abrem-se para o bairro, convidando as pessoas a entrarem. Assim que nos aproximamos do volume do edifício, a sua escala visual se desintegra através da sua materialidade e detalhes arquitetônicos.

©  Iwan Baan
© Iwan Baan

A estrutura é simples e aberta, refletindo e respondendo aos materiais e métodos de construção locais. A cobertura é feita de telhas onduladas de alumínio padronizadas com isolamento. Mas ao invés de serem assentadas juntas umas das outras, elas são colocadas como se fossem uma pilha de painéis soltos, mas sobrepostos, deixando aberturas que permitem iluminação e ventilação natural e ao mesmo tempo abrigando da chuva. A parede interna, curva, é feita de blocos de concreto manufaturados localmente e especialmente desenvolvidos para esse projeto. Cada bloco possui lâminas verticais arredondadas, dispostas diagonalmente. Ao girar os blocos, as diferentes orientações das lâminas criam vários níveis de transparência e privacidade. A cobertura e a parede tornam-se membranas translúcidas e permeáveis que permitem que a brisa fresca do mar penetre e que o ar quente escape do edifício, ao mesmo tempo filtrando a luz natural e animando todo o edifício num jogo de luz e sombra. De noite, o efeito é inverso, e o edifício se transforma numa lanterna gigante, brilhando e revelando as atividades internas. O ginásio é um edifício permeável, naturalmente ventilado, que transforma e traduz o impacto do seu ambiente natural e urbano num destino público e foco para atividades desportivas, culturais e de lazer.

©  Iwan Baan
© Iwan Baan
  • Arquiteto Executivo:PLANTAE - Planejamento Técnico em Arquitetura e Engenharia LTDA., Natal-RN, Brasil
  • Engenharia Elétrica:PLANTAE - Planejamento Técnico em Arquitetura e Engenharia LTDA., Natal-RN, Brasil
  • Paisagismo:PLANTAE - Planejamento Técnico em Arquitetura e Engenharia LTDA., Natal-RN, Brasil
  • Hidráulica:PLANTAE - Planejamento Técnico em Arquitetura e Engenharia LTDA., Natal-RN, Brasil
  • Engenharia Estrutural:PLANTAE - Planejamento Técnico em Arquitetura e Engenharia LTDA., Natal-RN, Brasil
  • Arte:Flávio Freitas, Natal-RN, Brasil
  • Consultor De Iluminação:Luminárias Projeto, São Paulo-SP, Brasil
  • Consultor De Sustentabilidade:PLANTAE - Planejamento Técnico em Arquitetura e Engenharia LTDA., Natal-RN, Brasil
  • Consultor De Tráfego:RITUR, Natal-RN, Brasil
  • Construtora:AR Construções Ltda., Natal-RN, Brasil
  • Carpintaria:AR Construções Ltda., Natal-RN, Brasil
  • Pisos:Revindústria Revestimentos Industriais Ltda, Recife-PE, Brasil
  • Pintura:Sherwin Williams, Natal-RN, Brasil
  • Aço:Vulcano Montagens Industriais LTDA, Natal-RN, Brasil
  • Fabricante Dos Blocos De Concreto:Pavbloco Comércio e Indústria de Premoldados Ltda., São José de Mipibu-RN, Brasil
  • Controle De Qualidade Do Concreto:EEPC Engenharia, Natal-RN, Brasil
  • área Do Terreno:5207 m²
  • Parceiros:Jacques Herzog, Pierre de Meuron, Ascan Mergenthaler, Markus Widmer
  • Equipe De Projeto:Tomislav Dushanov, Mariana Vilela, Melissa Shin, Diogo Rabaça Figueiredo, Kai Strehlke, Edyta Augustynowicz, Daniel Fernández Florez
  • Cliente:Ameropa Foundation, Binningen, Switzerland, Centro Sócio Pastoral Nossa Senhora de Conceição, Natal, Brasil
  • Consultor De Design:Herzog & de Meuron
  • Cidade:Natal
  • País:Brasil
Mais informaçõesMenos informações

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Rua Camaragibe - Mãe Luíza, Natal - Rio Grande do Norte, Brasil

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Arena do Morro / Herzog & de Meuron" [Arena do Morro / Herzog & de Meuron] 27 Mai 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/603509/arena-do-morro-slash-herzog-and-de-meuron> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.