O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro De Artes Visuais
  4. Coreia do Sul
  5. Mass Studies
  6. 2012
  7. Songwon Art Center / Mass Studies

Songwon Art Center / Mass Studies

Songwon Art Center / Mass Studies
Songwon Art Center / Mass Studies, © Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

© Kyungsub Shin © Kyungsub Shin © Kyungsub Shin © Kyungsub Shin + 39

  • Arquitetos

  • Localização

  • Arquiteto Responsável

    Minsuk Cho, Kisu Park
  • Equipe de Projeto

    Zongxoo U, Yoonhwan Kim, Youngjoon Chung, Joungwon Lee, Daeun Jeong, Hyunjung Kim, Sanghoon Lee, Songmin Lee
  • Área

    841,51 m2
  • Ano

    2012
  • Fotografias

  • Engenharia Estrutural

    TEO Structure
  • Engenharia mecânica, elétrica e hidráulica

    HANA Consulting & Engineers
  • Engenharia Luminotécnica

    Newlite
  • Paisagismo

    Soltos Landscaping
  • Cliente

    Fundação Cultural Songwon
  • Construção

    Jehyo Engneering & Construction
  • Área Do Terreno

    297,18 m2
  • Área Coberta do Local

    175,01 m2
  • Relação de área construída/terreno

    58,89%
  • Relação de área bruta

    90,25%
  • Estrutura

    RC
  • Mais informações Menos informações
© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

Descrição enviada pela equipe de projeto. Buk-Chon, onde o Songwon Art Center está localizado, é uma das poucas áreas que foram menos afetadas pela onda pesada de desenvolvimento que vem varrendo a creia do Sul desde os anos cinquenta. A paisagem urbana é baseado em uma rede irregular de ruas que serpenteiam a área, onde Han-Ok, é a tipologia arquitetônica dominante.

Durante os últimos 10 anos, Buk-Chon tem visto muitas novidades, principalmente causadas ​​pelo novo interesse do público sobre os refúgios urbanos tradicionais. Han-Oks (casas tradicionais coreanas) tornaram-se um objeto de admiração de novo, e muitas empresas comerciais / culturais foram levadas para a área a fim de aproveitar esta configuração. Neste contexto social, é consensual que qualquer novo desenvolvimento na área intrinsecamente enfrenta o desafio de, simultaneamente, conservar valores existentes, e contribuir de uma forma nova ao que já está ali.

© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

Não surpreendentemente, com o nosso projeto enfrentamos inúmeras restrições e condições que eram inerentes ao local. O processo de desenvolvimento do projeto teve uma quantidade incomum de tempo - como não queríamos que este projeto se tornasse um compromisso com as restrições, nem uma mera negociação entre as obrigações contextuais. O projeto é um resultado de otimizar os parâmetros, sensivelmente reagir ao entorno e, simultaneamente, desenvolver de uma lógica rigorosa.

Fachada
Fachada

A Forma Pré-Determinada
O local é uma pedaço de terra de formato irregular, cerca de 297 m2, sentado em um local de entrada para a área de Buk-Chon quando se aproxima do centro da cidade. As duas estradas adjacentes se encontram em um ângulo agudo, com a principal rua inclinando-se para o local. Estas situações dão a este pequeno terreno um forte sentido de reconhecibilidade bastante incomum.

© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

A massa do edifício é muito limitada por duas condições - a forma do terreno determina o plano do edifício, e a Casa deYoon-Bo-Sun localizada no entorno imediato, um patrimônio cultural, determinou a elevação do edifício a ser cortada em um ângulo em relação à conservação da linha de vista. O volume preso nessas fronteiras restritivas poderia conter apenas cerca de dois terços da área edificável máxima acima do solo (90% de max. Permitido 150% FAR). Por conseguinte, grande parte do programa de exposição teve de ser localizado abaixo do nível do solo.

O edifício resultante tem três andares abaixo do nível do solo e dois pisos acima. Os últimos dois andares são usados ​​como um espaço de exposição, o nível B1 semi-subterrâneo, como estacionamento, e os dois primeiros andares da casa, um restaurante comercial e outras funções sociais.

© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

Estrutura - Silent Acrobat 
Outra condição do local foi a exigência de estacionamento - 7 pontos precisavam ser fornecidos dentro da área do lote. A única maneira de atender esta condição foi designar um nível semi-subterrâneo, que se torna acessível a partir do nível do solo através da utilização de um esquema de piloti. Nós tivemos que vir para cima com um esquema estrutural que, simultaneamente, nos permitiu inserir tudo dentro do local relativamente pequeno e também levantar a edificação. Fazendo a estrutura de piloti fora das duas paredes triangulares, formando a metade de uma pirâmide, fomos capazes de abrigar também a entrada e a escadaria que conduz para dentro do espaço principal abaixo do solo no interior do elemento estrutural.

Com exceção do telhado inclinado, a massa na superfície é geralmente representada em um conjunto de planos estritamente horizontais ou verticais de concreto, formando uma rígida estrutura de concha monolítica. A massa é então equilibrada na mencionada "meia pirâmide" de um lado, e numa coluna inclinada no outro. Esta composição permite que o edifício seja visto como a realização de um "ato acrobático silencioso", um pouco flutuante acima do solo - enquanto ainda fica perto dele.

© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

Momento Vertigem, Duas Janelas de Canto 
Em corte, o prédio pode ser visto como dois programas separados pela área de estacionamento - a função social do restaurante acima, e espaços de exposição abaixo. À medida que o ângulo agudo do local é alcançado por pedestres, encontram duas janelas acrílicas, cada uma revelando um destes dois espaços - uma janela curva suave para a parte superior, revelando o espaço de 7-11 m de altura acima, e uma janela triangular dentro da base da pirâmide revela o espaço de 8m abaixo, resultando em um momento de vertigem súbita e inesperada, conforme a altura total do edifício (cerca de 19 metros), de repente se apresenta.

© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

Dois Tipos de Condições de Luz 
Os dois volumes principais diferem na maneira de lidar com condições de iluminação. O volume subterrâneo precisa oferecer condições de iluminação diferentes, dependendo das exigências das exposições que abriga - assim, flexibilidade é essencial, e o sistema depende fortemente de iluminação artificial. A exceção é feita na entrada para o espaço de exposição, em que a clarabóia triangular mencionada anteriormente dramatiza a sequência de entrada, fornecendo luz natural para dentro do espaço vertical. Pode-se pensar de uma clarabóia como um objeto que é olhado por baixo, mas neste caso a janela triangular cumprimenta os visitantes como uma abertura no chão e depois muda sua identidade em uma clarabóia à medida que descemos para a galeria. Pensamos nisso como uma maneira adequada, surpreendente para começar a experiência da galeria.

© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

As paredes do espaço social / restaurante acima do solo são bastante sólidas - com as exceções limitadas de fendas, poucas e pequenas janelas que foram concebidas para proporcionar ventilação e alguma quantidade de vista para o exterior. A principal fonte de iluminação aqui é a clarabóia que ocupa uma grande parte do telhado inclinado - uma resposta à regulação do património cultural de um edifício adjacente. O teto é composto por 3 camadas de componentes de aço - moldura da clarabóia, estrutura e grelhas - cada uma dessas camadas estão orientadas de forma diferente para um efeito de iluminação difusa. A clarabóia em si é feita de painéis de vidro triplo com uma camada embutida de malha de aço expandido, que auxilia o processo de filtragem primária da luz solar.

© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

O sistema de lâminas de aço é aplicado aos limites máximos tanto no restaurante como nos espaços de exposição, ainda que para fins diferentes. Se as grelhas de telhado foram instalados para controlar a luz do dia, as grelhas de ventilação no teto do porão eram para adicionar flexibilidade para o sistema de iluminação artificial. Este gesto de utilizar o mesmo sistema de lâminas de diferentes formas foi também o de ter os dois espaços criando uma coerência visual. O espaço de exposição tem um piso de concreto polido e paredes brancas, enquanto que o espaço do restaurante mais social mantém o concreto naturalmente expostos, branco como sua superfície acabada. Os dois espaços compartilham um material e esquema de cores um pouco discretos, mas subtilmente variam de acordo com as funções dos espaços.

© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

Silenciosa, mas não familiar parede frisada
Foi sugerido pelo cliente que usássemos um material fabricado por um fabricante de aço específico - que é também um importante apoio da Fundação de Cultura Songwon. Esta empresa de aço especial, tem a tecnologia para rolar várias cores de tintas e padrões em chapas laminadas de aço galvanizado. Estes produtos são normalmente utilizados como revestimentos exteriores a preços razoáveis​​, normalmente num formato de painel. Com a ajuda da empresa de metal fomos capazes de aplicar um acabamento personalizado, que se assemelha a concreto ou talvez zinco impermeabilizado, em um tom um pouco afligido. Este revestimento foi aplicado através do processo de impressão de rolo e, em seguida, essas folhas galvanizadas coloridas foram dobradas e cortadas em canais em forma de V de 5 larguras diferentes - que variam de 3 a 7 centímetros, em incrementos de 1 cm. Estes canais envolvem o exterior do edifício, formando uma linha de tiras verticais de altura total, em uma matriz aleatória dos cinco diferentes larguras. Com a ausência de pausas horizontais, este revestimento exterior dá a ilusão de serem fundidas numa peça única, em vez de ser uma montagem de vários pedaços menores. A intenção era a de ter a construção percebida como uma massa monolítica ambígua.

Planta
Planta

A textura resultante de pregas ou frisos, combinado com as diferentes condições de contorno do plano de construção - Tendo porções rectilíneas e arredondadas - reage com as condições de iluminação natural de maneira imprevisível e obscurece a materialidade e a construção do exterior. Aqui, o edifício se torna "silencioso, mas um desconhecido incomum."

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Mass Studies
Escritório
Cita: "Songwon Art Center / Mass Studies" [Songwon Art Center / Mass Studies] 15 Fev 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Helm, Joanna) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/97530/songwon-art-center-slash-mass-studies> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.