O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Em construção: Cinemateca Nacional do Século XXI / Rojkind Arquitectos

Em construção: Cinemateca Nacional do Século XXI / Rojkind Arquitectos

Em construção: Cinemateca Nacional do Século XXI / Rojkind Arquitectos
Em construção: Cinemateca Nacional do Século XXI / Rojkind Arquitectos, Render 01
Render 01

Render 03

O Conselho Nacional da Cultura e das Artes anunciou que o escritório Rojkind Arquitectos foi o vencedor do concurso para o projeto da “Cineteca Nacional del Siglo XXI”. Este edifício é parte de um projeto maior que inclui o Museu do Cinema e uma Videoteca Digital projetados por Mauricio Rocha e Gabriela Carrillo.

© Cortesia de Guido Torres, Rojkind Arquitectos

“Para intervir e expandir a Cinemateca Nacional foi necessária a compreensão da mudança substancial que ocorreu no cinema, como sugere o termo ‘imagens em movimento’. Hoje, as imagens não se movem só sobre uma tela, mas a tela se move conosco – elas nos acompanham em todos os lugares, e os cinemas deixaram de ser um espaço de encontro de massas para estar onde quer estejamos.”

© Cortesia de Guido Torres, Rojkind Arquitectos

A nova Cinemateca Nacional deve entender esta condição mencionada, protegendo o acervo cinematográfico do país bem como o restante do acervo internacional e tornando-os acessíveis para o público em geral. O edifício deve não só ser um local onde se encontre filmes, mas também um ambiente com espaços de entretenimento que desfrutem da mais alta tecnologia. A ideia, em parte, é mudar o ambiente clássico de exibição: filmes no parque, no café e na praça, fazendo com que estes espaços não só cumpram suas funções relacionadas à experiência do cinema, mas que sejam também parte dessa experiência: o parque, o café ou a praça como um cinema.

Render 02

Desta forma, a Cinemateca Nacional se torna um espaço de conexões físicas e virtuais entre a mídia e seus usuários. Uma interface com dois elementos chave: o piso contínuo que interliga os diferentes elementos que compõem a Cinemateca e a cobertura, conectadas de forma única. - Alejandro Hernández

Render 04

O projeto inclui a renovação total do complexo, originalmente construído como a “Praça do Compositor” em 1884 (estava 1984 no texto) por Manuel Rocha e transformado em diversas ocasiões até que se tornou o Instituto e Cinemateca Nacional em 1974.

© Cortesia de Guido Torres, Rojkind Arquitectos

Além das salas de cinema existentes, o complexo atualmente possui cinco galerias de arquivo, quatro delas abriga uma coleção de mais de 15.000 filmes clássicos em formatos 35 e 15mm. A superfície das galerias aumentará de 1.500 para mais de 2.200 m² para o armazenamento de mais 50.000 rolos de filmes. O espaço para a galeria e o laboratório de restauro digital terão área de 500m² e os escritórios, uma vez reorganizados, reduzirão de 1.900 para 1800m.

Diagrama 03

O novo projeto agregará mais quatro salas de cinema e reformulará as salas existentes, cuja capacidade total aumentará de 2.050 para 2.540 lugares. Um estacionamento de seis pavimentos será construído com capacidade de abrigar 622 veículos, comparado à situação atual de 422 vagas. Esta operação liberará 70% da área então ocupada pelo estacionamento. Este espaço disponível, além de permitir a construção das novas salas de cinema, possibilitará a inserção de um anfiteatro externo com capacidade para 700 espectadores, de um parque e uma praça central públicos.

Planta pavimento térreo

Por fim, a Cinemateca Nacional aumentará sua área construída de 20.000 para quase 29.000m², os quais 7.000m² são destinados para espaços públicos. A proposta é criar uma experiência cinematográfica perceptível e mais opções em termos de programa.

 

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Rojkind Arquitectos
  • Ano: 2012
  • Área construída: 20188 m²
  • Tipo de projeto: Cultural
  • Status:Em Construção
  • Características Especiais: Sustentável
  • Materialidade: Concreto
  • Estrutura: Aço e Concreto
  • Localização: Cidade do México, México
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: Rojkind Arquitectos
  2. Arquitetos: Michel Rojkind, Gerardo Salinas
  3. Equipe de projeto: Alonso de la Fuente Obregón, Rafael Cedillo Sánchez, Phillip Schlauch, Birgit Hammer, Djurdja Milutinovic, Alfredo Hernández Soto, Rodrigo Medina, Juan Manuel Ortuño, David Stalin Vergara, Dolores Robles – Martínez Gómez,Isaac Smeke, Andrea León
  4. Paisagismo: Ambiente Arquitectos |Fritz Sigg Calderón, Juan Manuel Guerra Villasana
  5. Consultores de Cinema: Auerbach Pollock Friedlander Tom Neville, Vene García, Kenneth Fause
  6. Editor de conteúdo: Alejandro Hernández Gálvez
  7. Engenharia da cobertura: Studio NYL | Chris O ́hara, Julian Lineham
  8. Engenharia: CTC INGENIEROS | Carlos Tapia
  9. Interiores: Alberto Villarreal, Héctor Esrawe (colaborador)
  10. Cliente: Conaculta Cineteca Nacional

Sobre este escritório
Rojkind Arquitectos
Escritório
Cita: Fernanda Britto. "Em construção: Cinemateca Nacional do Século XXI / Rojkind Arquitectos" 20 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/66102/em-construcao-cinemateca-nacional-do-seculo-xxi-rojkind-arquitectos> ISSN 0719-8906