O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Les Portes de Collserola / Herreros Arquitectos + Benedito + Sanz

Les Portes de Collserola / Herreros Arquitectos + Benedito + Sanz

Les Portes de Collserola / Herreros Arquitectos + Benedito + Sanz
Les Portes de Collserola / Herreros Arquitectos + Benedito + Sanz, Cortesia de Herreros Arquitectos
Cortesia de Herreros Arquitectos

A Câmara Municipal de Barcelona selecionou 112 equipes para desenvolver projetos para as “16 portas de Collserola.” Esta é a primeira fase de um concurso elaborado com o objetivo de conectar a cidade e o parque. Mais de 285 licitantes  apresentaram suas propostas. Aqui nós apresentamos o projeto de Herreros Arquitectos juntamente com Maria Benedito Ribelles e Marti Sanz Ausàs (MIM-A) que foram selecionados para a “Porta 10, Horta”.

Cortesia de Herreros Arquitectos

Há uma mudança de paradigma que se impõe de modo inevitável: a cidade é para as pessoas, bicicletas, os pedestres. O grande Parque Linear  tem de lidar com a densidade de tráfego, porém possuí a área necessária para ter  entidade como espaço verde estancial e de caráter  linear; ideal para caminhar, correr, praticar esportes e simplesmente o  último trecho da cidade a caminho de casa. La Rotonda que intercepta a Ronda de Dalt é maior do que muitas praças em muitos lugares da cidade. Este espaço  foi entregue aos adolescentes para as práticas esportivas e de lazer: patins, bms, bmx, long-board,etc… ao fim a  Rotunda resolve com naturalidade os  acessos ao velódromo e ao bairro recém-construído.

Cortesia de Herreros Arquitectos

A topografia direciona o traçado de uma uma laje que resolve os desníveis que criar um plano sem carros sobre o qual se desenvolve o bairro. O espaço gerado na cota da Ronda alojará a usina de Biomassa, os equipamentos e instalações, o armazenamento de água e energia, estacionamentos e o  hipotético acesso ao túnel de Collserolla.

Cortesia de Herreros Arquitectos

Na cota utilizada para habitação, uma trama de construções leves que alternam casas com estufas e pequenos equipamentos que recordam vagamente uma estrutura de ruas e praças. A densidade tem que ser suficiente para gerar a massa crítica que permita chama-lo “bairro” ou estabelecer um diálogo equilibrado com o velódromo e a montanha. Este enclave destina-se principalmente como um lugar para viver de acordo com novos modelos de conforto e qualidade de vida que antecedem determinados valores associados à sensibilidade ambiental, a cultura de reciclagem, criação de comunidades de interesse ou a dissolução das barreiras geracionais para os outros que habitam a cidade central, mais interessada em questões de representatividade, tamanho ou independência.

Cortesia de Herreros Arquitectos

O espaço habitado está rodeado por uma estrada que reordena os acessos e assegura a manutenção, tal como favorece a ligação entre Montbau, Mundet e Horta minimizando a presença do uso de automóvel. Mais adiante, uma série de terraços cultivados com videiras cria uma paisagem híbrida entre o natural e o artificial que envolve algumas preexistências de baixa qualidade ambiental que podem mudar desta forma o seu metabolismo para entrar em sintonia com o meio ambiente.

Cortesia de Herreros Arquitectos

Nas montanhas, as trilhas, as áreas arborizadas e a estrada das águas encontram um novo destino como ingredientes da cidade contemporânea revelados pela arquitetura. O conjunto cria uma fachada desejável para a Ronda e espera-se afetar e divulgar as virtudes de naturalização, integração e diversidade aos enclaves residenciais adjacentes que de certa forma contribuem para a sua desintegração e descontinuidade como a fonte de todas as suas deficiências.

Cortesia de Herreros Arquitectos

As fronteiras do espaço edificado não excedem a faixa que hoje se define como urbana. A partir dela, todas as ações são de corte paisagístico, naturalista ou agrícola como a de replantar os vinhedos históricos desaparecidos como a phylloxera que se plantam em quantidade suficiente para produzir uma exclusiva da Porta D’Horta. A natureza entra na cidade pela porta grande propondo a “collserolização” de Barcelona invertendo o sentido da histórica invasão da montanha pela cidade.

Cortesia de Herreros Arquitectos

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Herreros Arquitectos + Benedito + Sanz
  • Ano: 2012
  • Tipo de projeto: projetos do mismo tipo">Urbanismo
  • Operação projetual:projetos na misma operacao">Projeto
  • Status:projetos no status">Concurso
  • Localização: Barcelona, Espanha
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetura: Herreros Arquitectos + Benedito + MIM-A

Cita: Paula Garcia Monteiro. "Les Portes de Collserola / Herreros Arquitectos + Benedito + Sanz" 30 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/64006/les-portes-de-collserola-herreros-arquitectos-mais-benedito-mais-sanz> ISSN 0719-8906