O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Teletech Call Center / MVRDV

Teletech Call Center / MVRDV

Teletech Call Center / MVRDV
Teletech Call Center / MVRDV, © Cortesia de MVRDV
© Cortesia de MVRDV

© Philippe Ruault

Em toda a Europa, edifícios estão vagos e a espera de um novo futuro. Transformações são normalmente sobre a preservação histórica ou de partes arquitetônicas significantes de um edifício. Nesse caso, o prédio foi finalizado em 2004, e o ato de preservação foi voltado para a reutilização. O edifício é um antigo laboratório da Unilever Amora Dijon concluído em 2004 e desativado apenas cinco anos depois, em 2009. É uma construção em bom estado, mas devido ao seu grande volume não é adequado para espaços de trabalhos tradicionais. O orçamento era pequeno demais para se alterar a fachada ou para se fazer grandes alterações na estrutura.

© Philippe Ruault

O orçamento faz literal a necessidade da reutilização e leva a menos substituições e melhor perfil sustentável ao projeto. Um bom equilíbrio entre a intervenção e a reutilização inteligente do existente é a essência do projeto. O grupo MVRDV vê essa transformação como um projeto exemplo para a arquitetura europeia contemporânea nesse tempo atual de crise. Como reutilizar um edifício que tem uma boa estrutura, mas que não é adequado para uma transformação ou uso tradicional? Quanto mais o reuso do existente for possível, mais do orçamento é liberado para intervenções. O edifício incomum evoca um uso incomum e, no final, vai ajustar-se perfeitamente ao ritmo de trabalho da Teletch.

© Philippe Ruault

O call center Teletech tem seus horários rush de manhã, à tarde e no começo da noite, somente nesses horários o prédio estará completamente ocupado por sua força de trabalho. Para esses curtos períodos de trabalho espaços, não adequados para turnos de oitos horas, podem ser usados. A estratégia de transformação é adequar-se a esse uso irregular do edifício. O interior é transformado em uma paisagem de trabalho, e os 600 jovens operadores do call center terão espaços flexíveis; eles podem fazer conectar-se em qualquer lugar que queiram nesse espaço de trabalho. Diferentes ambiências são oferecidas nesse espaço, como um local silencioso, espaços abertos ou reclusos. A maneira como os jovens trabalham atualmente, com um laptop no sofá ou na cama, foi a inspiração para o design interior: o espaço precisa apelar aos operadores que trabalhem da forma que eles gostam, o espaço é decorado com objetos caseiros a fim de promover um ambiente divertido e criativo.

© Philippe Ruault

Fora dos horários de rush, os operadores poderão fazer uso de seu tempo livre no próprio edifício, usando o centro educacional, de fitness, uma galeria e incubadora de projetos. Uma grande janela, claraboias e um grande átrio são usados para a criação de uma sensação de comunidade, e permitem a entrada da luz do dia no volume de 40×70 metros. Como essas intervenções usam grande parte do orçamento, outras partes tiveram que ser projetadas o mais economicamente possível.

© Philippe Ruault

A fachada, por exemplo, não pode ser mudada, mas foi transformada com uma simples cópia de um flashcode QR; a fachada atua como um comunicador e sinaliza a transformação. O térreo recebe o estacionamento e não pode ser habitado, já que o edifício está em uma planície de inundação. Em muitos casos o orçamento permitiu apenas a remoção ou pintura dos elementos existentes. O resultado, no entanto, foi um espaço de trabalho excitante e radicalmente contraditório ao usual call center, que muitas vezes é sinônimo de tediosos cubículos.

© Philippe Ruault

A Teletech é uma prestadora de serviços francesa com call centers em todo o mundo. Em Dijon, a Teletech International vai experimentar essa combinação de call center, centro educacional, espaços de lazer e incubadora para a criação e manutenção de empregos na França, que geralmente são terceirizado para países em desenvolvimento. Apesar da tendência mundial do setor de reduzir custos e aumentar constantemente o taylorismo, a companhia investe massivamente em sua politica social junto com seu projeto de construção.

© Philippe Ruault

A ambição é direcionada à reinventar e revolucionar os procedimentos existentes a fim de melhorar as relações da marca com o cliente através uma melhor qualificação do operador. A empresa acredita que a qualidade do espaço de trabalho é parte da solução para a criação de um maior nível de interação com os consumidores. A Teletech vai atrair, ensinar e manter os trabalhadores de alto nível no local, os quais podem oferecer serviços especializados e sofisticados. O novo edifício e o programa social são uma parte essencial dessa estratégia inovadora.

© Philippe Ruault

Ficha técnica:

  • Arquitetos:MVRDV
  • Ano:
  • Tipo de projeto: Empresarial
  • Operação projetual:Revitalização
  • Status:Construído
  • Materialidade: Concreto e Madeira
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Dijon, França
  • Implantação no terreno: Isolado

Cita: Marina de Holanda. "Teletech Call Center / MVRDV" 31 Jul 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/61958/teletech-call-center-mvrdv> ISSN 0719-8906