O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casa Vol / Estudio BaBo

Casa Vol / Estudio BaBo

Casa Vol / Estudio BaBo
Casa Vol / Estudio BaBo, © Estudio BaBo
© Estudio BaBo

O projeto desenvolve a atualização programática e reabilitação construtiva de uma habitação unifamiliar entre medianeiras do princípio do século XX, localizada no bairro de Palermo da cidade de Buenos Aires, Argentina.

© Estudio BaBo

A passagem onde se encontra a casa objeto da reabilitação é um dos poucos subsistemas urbanos unitários da cidade de Buenos Aires que se mantém sem modificações volumétricas, em seu conjunto, até hoje. Se trata de uma agruparão linear de casas unifamiliares que respondem a uma mesma tipologia de casa com pátio contra medianeira de fundo, desenvolvida em três compartimentos e de uma só planta, embora posteriormente muitas delas, como no nosso caso, tenderam a ocupar o terraço parcialmente para instalar quartos de serviço ou quiosques.

© Estudio BaBo

Embora provavelmente a linguagem estilística a que respondiam inicialmente também fora unitária e baseada nos cânones da época, com o tempo, as fachadas foram sofrendo modificações até chegar ao resultado eclético que podemos observar hoje. Apesar de disso, sempre se respeitaram as linhas básicas de composição e a proporção de vazios e cheios inicial, mantendo certa unidade formal e o caráter doméstico, de corte quase suburbano, da paisagem.

© Estudio BaBo

Por estes motivos que no momento de começar a nova casa não se optou pela demolição total da construção existente, apresar de não ter esta um valor de patrimônio em si. Se aborda o projeto a partir da reorganização programática necessária dentro da tipologia dada e a posta em valor de elementos singulares próprios, sem cair em uma restauração total.

© Estudio BaBo

O programa se desenvolve em duas plantas e um mezanino parcial. A planta baixa respeita os três compartimentos existentes, embora reorganiza a distribuição para cumprir com as novas necessidades. O acesso a casa tem lugar através de um halo prévio e um espaço de distribuição localizados no compartimento central, a mesma que abriga o pátio contra a medianeira do fundo. Este acesso gera uma forte simetria em planta, potencializada por elementos como as portas curvas que dão para as salas de estar e sala de jogos. Estas se mantém, mais como elementos sugestivos que como recurso propriamente funcional.

Planta

Um dos compartimentos contém espaços de relação, sala de estar, sala de jantar, cozinha, entendendo-os como uma unidade, mas sugerindo certa independência mediante o tratamento diferenciado dos respectivos tetos: se recupera o teto original sobre a sala de estar, de acabamento Beaux-Arts e se trabalham os dois restantes mediante uma redução de complexidade para a cozinha. Os elementos que formam esta última se colocam em sentido longitudinal ao compartimento, potencializando a unidade espacial. No pátio e na continuidade se localiza a parrilla. O outro compartimento contém um quarto suite que ventila o pátio, a nova escada de acesso ao andar superior que enfatiza aos eu tempo o espaço de distribuição e a sala de jogos ventilando a fachada.

Corte

Se recuperam os pisos existentes de piuns e se substituem as cerâmicas devido ao mal estado de conservação. Também se recuperam todas as portas da planta baixa, de cedro de excelente qualidade e corte. Subindo a escada chegamos no mezanino onde se distribui para outro quarto com banheiro próprio. Finalmente ao quarto principal, pensado como elemento completamente novo, que se desliga da distribuição original da planta baixa e de onde se prioresa a relação com o exterior, mediante o uso de grandes superfícies envidraçadas, tanto sobre a fachada qual da para a rua como com o terraço que é gerado contra a medianeira de fundo e que verte sobre o pátio central.

© Estudio BaBo

A construção nova que abriga o quarto principal da casa se entende como um volume novo, posicionado para garantir um bom aquecimento e trabalhado para proteger-se da insolação direta desfavorável, gerando um espaço semi coberto sobre o pátio e um beiral, contínuo em todo seu perímetro sobre a rua. Este volume novo concentra a potência formal da intervenção e gera o diálogo entre o existente e o novo. A intenção disso é a de atuar como acabamento da fachada clássica sem perder sua identidade contemporânea.

© Estudio BaBo

Enquanto a materialidade foi buscada uma integração sensorial mediante o uso de uma paleta limitada e homogênea de materiais, ditada pelos previamente existentes; madeira de pinos nos pisos e na escada, cedro e ferro escuro para a carpintaria e acabamentos de gesso branco para as paredes.

Se pretende assim gerar uma intervenção que contemple a resolução de um programa de necessidades contemporâneo em um marco construído e a geração de um diálogo sem estridência entre o pré existente e o novo.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Estudio BaBo
  • Ano: 2008
  • Área construída: 185 m²
  • Endereço: Palermo Buenos Aires Argentina
  • Tipo de projeto: Residencial
  • Operação projetual:Reforma
  • Status:Construído
  • Implantação no terreno: Adossado às 2 divisas

Equipe:

  1. Equipe: Marit Stabell, Francisco Kocourek, Francesc Planas Penadés

 

 


Informação Complementar:

  1. Construção: Hugo Borda Construcciones
  1. Ano casa original: 1914

Cita: Leonardo Márquez. "Casa Vol / Estudio BaBo" 17 Jul 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/59617/casa-vol-estudio-babo> ISSN 0719-8906