O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Ponte Verde em Leith Walk / biomorphis

Ponte Verde em Leith Walk / biomorphis

Ponte Verde em Leith Walk / biomorphis
Ponte Verde em Leith Walk / biomorphis, Cortesia de biomorphis
Cortesia de biomorphis

A Green Bridge, projetada pelo biomorphis em Leith Walk, uma das principais vias em Edimburgo, Escócia, caracteriza-se por ser uma estrutura leve, com baixa energia embutida. Materiais construtivos baseados em produtos vegetais representam o caminho a seguir em termos de diminuir a dependência dos hidrocarbonetos. Leith Walk que funciona, atualmente, como um grande divisor, demanda uma ponte que possa conectar as ciclovias do leste para o oeste da cidade. Além de redirecionar os fluxos crescentes de ciclistas e pedestres, pretende ser um marco na paisagem.

biomorphis (7)" src="https://images.adsttc.com/adbr001cdn.archdaily.net/wp-content/uploads/2012/07/1342046733_1340514406_leith_7_1280-530x397.jpg" alt="" width="530" height="397">
Cortesia de biomorphis

Cidade em transição

O setor do transporte emite mais gases do efeito estufa do que qualquer outro na Escócia. Mas estratégias de planejamento urbano e políticas locais estão procurando diminuir essa fonte de poluição. Mais de 300 comunidades ao redor do mundo entraram no movimento “Transition Towns”, com o intuito de iniciar o processo de redução de dependência do petróleo.

biomorphis (1)" src="https://images.adsttc.com/adbr001cdn.archdaily.net/wp-content/uploads/2012/07/1342046675_1340514334_leith_1_1280-530x304.jpg" alt="" width="530" height="304">
Cortesia de biomorphis

Na mesma linha, associações locais de Edimburgo fazem um trabalho de conscientizar os cidadãos sobre questões ambientais. Na mesma tendência de Leith Walk, pretende-se expandir esta mentalidade para toda a cidade, através de uma rede, que considere a história da cidade e até os locais considerados indesejáveis, pela sobreposição de rotas. A nova paisagem de Edimburgo deve considerar as ligações existentes e as subjacentes. Alguns deles estão faltando, enquanto outros são claramente visíveis. Uma das ligações principais de Edimburgo, Leith Walk receberá uma nova ponte, no lugar de outra demolida em 1980, que reavivará os projetos para regeneração do norte da cidade.

biomorphis (3)" src="https://images.adsttc.com/adbr001cdn.archdaily.net/wp-content/uploads/2012/07/1342046693_1340514358_leith_3_1280-530x397.jpg" alt="" width="530" height="397">
Cortesia de biomorphis

Um projeto de ponte sustentável

A madeira local representa uma solução ecológica na escolha dos materiais, adequado para a situação. A estrutura foi desenvolvida como um sistema otimizado, em que placas de madeira são suspensas por 2 cabos principais de aço, ancorados na estrutura da ponte antiga. Todas as placas possuem larguras idênticas padrão, uma vez que toda a estrutura é construída por construtores locais e montada in loco. O projeto da ponte mudou o pensamento do objeto arquitetônico para o pensamento de um sistema. O desenho foi gerado por um algoritmo que responde a três princípios: suspensão, repetição e alinhamento. O script gera uma infinidade de modelos, os quais são analisados para o local específico.

biomorphis (4)" src="https://images.adsttc.com/adbr001cdn.archdaily.net/wp-content/uploads/2012/07/1342046697_1340514365_leith_4_1280-530x128.jpg" alt="" width="530" height="128">
Cortesia de biomorphis

Um corredor de vida selvagem permanente

A ideia foi inspirada em cidades como Paris e Nova York. Nestes casos, trilhos de trens abandonados foram recuperados e tornaram-se parques e jardins.

biomorphis (5)" src="https://images.adsttc.com/adbr001cdn.archdaily.net/wp-content/uploads/2012/07/1342046702_1340514380_leith_5_1280-530x397.jpg" alt="" width="530" height="397">
Cortesia de biomorphis

O jardim elevado será um parque para todos, constituído por jardins comunais, que incentivarão os vizinhos de todas as classes sociais de interagirem, e tornaram-se os novos eco-cidadãos de Edimburgo. Os jardins incentivarão a biodiversidade, criando um corredor de natureza acima da cidade e se tornarão um habitat para a fauna.

biomorphis (7)" src="https://images.adsttc.com/adbr001cdn.archdaily.net/wp-content/uploads/2012/07/1342046733_1340514406_leith_7_1280-530x397.jpg" alt="" width="530" height="397">
Cortesia de biomorphis

Como qualquer projeto que envolva a introdução de vegetação na cidade, em termos de zoneamento e mapeamento de espécies. A questão da água na Escócia é também crucial. Por isso, as espécies selecionadas devem necessitar de pouca rega, de água coletada da chuva.

Cortesia de biomorphis

Ficha técnica:

  • Arquitetos:biomorphis
  • Ano: 2012
  • Tipo de projeto: Infraestrutura
  • Operação projetual:Intervenção
  • Status:Construído
  • Características Especiais: Sustentável
  • Materialidade: Concreto
  • Estrutura: Concreto e Aço
  • Localização: Edimburgo, Escócia

Equipe:

  1. Arquitetura: biomorphis

Sobre este escritório
Cita: Eduardo Souza. "Ponte Verde em Leith Walk / biomorphis" 13 Jul 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/59193/ponte-verde-em-leith-walk-biomorphis> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.