O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Tribunal da Justiça das Comunidades Europeias / Dominique Perrault Architecture

Tribunal da Justiça das Comunidades Europeias / Dominique Perrault Architecture

Tribunal da Justiça das Comunidades Europeias / Dominique Perrault Architecture
Tribunal da Justiça das Comunidades Europeias / Dominique Perrault Architecture, © Georges Fessy
© Georges Fessy

© Georges Fessy

Convidado para criar uma nova extensão e triplicar a capacidade do Tribunal de 50000m² para 150000m², o desafio de Perrault não era apenas o de aumentar o espaço, mas também o de dar harmonia para o edifício que já foi ampliado três vezes. Inaugurado em 1973, quando a Comunidade Europeia tinha apenas seis países membros, o Tribunal da Justiça foi ampliado em 1988, 1993 e 1994. Assim, o desafio do projeto era triplo: funcional, urbano e institucional.

© Georges Fessy

Primeiro, o Tribunal requereu 100000m² adicionais para abrigar mais de 2000 juízes, funcionários e tradutores. Segundo, ampliações sucessivas, com desenhos às vezes contraditórios, necessitavam ser racionalizados e funcionar como um todo. Foi, portanto, necessário não apenas criar um espaço extra, mas criar uma unidade, através dum edifício que parece mais com uma “injeção” harmônica do que uma quarta extensão. Terceiro, o esquema de Perrault procurou reforçar a importância simbólica da instituição prestigiada.

© Georges Fessy

O edifício original, feito de aço corten, é escavado, para acomodar os tribunais, que são circundados por um anel perfeitamente ortogonal que abriga escritórios, câmaras paras os juízes, advogados e o Grande Hall da Justiça.

Planta pavimento 0

No nível mais baixo deste corpo principal, a “grande galerie” é reorganizada e ampliada, servindo como uma medula espinhal, para proporcionar a circulação entre as diferentes ampliações assim como para as duas novas torres, que oferecem escritórios para mais de 600 tradutores e juristas que trabalham em 23 idiomas. Com uma altura de 100m cada, as novas torres são agora as mais altas em Luxemburgo.
O vasto espaço para o norte, projetado para ser discreto, cria um acesso principal através de uma grande varanda para o hall de entrada e salas de reuniões.

© Georges Fessy

No subsolo, o teto do tribunal está revestido com luzes rodeadas numa malha de alumínio anodizado ouro-matizado, dando à câmara uma atmosfera majestosa e autoritária enquanto proporciona uma sensação lírica e poética.

© Georges Fessy

As qualidades do material da malha de alumínio anodizado de ouro-matizado são o principal componente da nova unidade introduzida nas diferentes ampliações. Este material tem sido empregado em todo o projeto, para as palas das duas torres, como uma tela para as câmaras dos juízes, bem como no teto do tribunal principal. O ritmo da malha metálica, a textura deslumbrante e o alívio de suas dobras conferem uma verdadeira identidade visual para a área de 76000m².

© Georges Fessy
© Georges Fessy

Com o esquema de Perrault, o Tribunal está dotado de um tribunal principal e outros quatro menores, escritórios para a presidência,  cartórios, escritórios de tradutores (24000m² em duas novas torres), biblioteca, restaurantes, lounges, bancos, estacionamento e uma esplanada de 23000m². A área total construída é de 100000m².

© Georges Fessy

Além disso, desde 2004, o escritório de Perrault foi contratado para conduzir um projeto de planejamento urbano, incluindo a arquitetura da paisagem, circulação, transporte e um programa de uso misto para o desenvolvimento de entrada para o Kirchberg Plateau. O objetivo é dar uma aparência mais urbana e sentir o Porte de l’Europe criando uma relação melhor entre os diferentes elementos do distrito e seus vários usuários. O trabalho deve ser concluído em 2020.

© Georges Fessy

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Dominique Perrault Architecture
  • Ano: 2008
  • Área construída: 100000 m²
  • Área do terreno: 76000 m²
  • Endereço: Kirchberg platform Grand Duché du Luxembourg Luxemburgo
  • Tipo de projeto: Institucional
  • Operação projetual:Ampliação
  • Status:Construído
  • Materialidade: Metal e Vidro
  • Estrutura: Aço
  • Localização: Kirchberg platform, Grand Duché du Luxembourg, Luxemburgo
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: Dominique Perrault Architecture
  2. Arquitetos Associados: Bureau CJ4 (Dominique Perrault Architecte, Paczowski & Fritsch, M3 architectes)

Sobre este escritório
Dominique Perrault Architecture
Escritório
Cita: Victor Delaqua. "Tribunal da Justiça das Comunidades Europeias / Dominique Perrault Architecture" 11 Jun 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/53327/tribunal-da-justica-das-comunidades-europeias-dominique-perrault-architecture> ISSN 0719-8906