O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Extensão de luz em Städel Museum / schneider+schumacher

Extensão de luz em Städel Museum / schneider+schumacher

Extensão de luz em Städel Museum / schneider+schumacher
Extensão de luz em Städel Museum / schneider+schumacher, Via lightecture
Via lightecture

No ano de 2007, o Museu Stadel lançou um concurso de obras de ampliação, onde oito empresas importantes da arquitetura alemã e internacional foram convidados a participar: Diller Scofidio + Renfro (Nova Iorque); Gigon / Guyer Architekten (Zurique); Jabornegg y Pálffy Archietcts (Viena); Kuehn Malvezzi Architekten GmbH (Berlim); Sanaa Ltd / Kazuyo Sejima, Ryue Nishizawa y Asociados (Toquio), Schneider + Schumacher Planungsgesellschaft GmbH (Frankfurt); UNStudio Architects (Amsterdam) e Wandel Hoefer Lorch + Hirsch Müller (Frankfurt).

Via lightecture

No Ano de 2008, um júri internacional residido por Louisa Hutton (Architect BDA, Berlim) anunciou os arquitetos Schneider + Schumacher Frankfurt como os ganhadores do concurso: “Uma jóia brilhante durante o dia, uma piscina da luz durante a noite”.

Via lightecture

Os ganhadores projetaram com o objetivo de duplicar o espaço expositivo, aumentando em mais de 10.000 m2 e e contemplar por completo as obras de arte contemporânea que permanecem guardadas.

Via Dezeen

O novo edifício encontra-se ao lado do edifício antigo existente, concluído no princípio do sec XX. No entanto, o mais interessante desta proposta ganhadora foi que os arquitetos decidem não intervir no espaço visível no exterior, mas sim projetar um espaço subterrâneo, especificamente abaixo do jardim de Stadel. Pode-se acessar o novo espaço de exposição através de um eixo central da entrada principal. Uma escadaria de 3 mil m2 permite ao visitante descer até a galeria situada abaixo do jardim. O interior das salas se caracterizam pelo elegante teto curvo, aparentemente leve, que abarca todo o espaço expositivo.

Via Dezeen

195 luzes circulares, que variam entre 1,5 e 2,5 metros de diâmetro, inundam o espaço subterrâneo com luz natural, além de formar um padrão luminoso no jardim de cima. No exterior, os visitantes poderão caminhar no jardim através de protuberâncias de luz que permitem ao espaço um visual único e assim, criar um novo selo de arquitetura para o museu. “Frankfurt não só vai obter um novo edifício, mas uma exposição única”, declarou o júri da competição “se não como um edifício verde, será também muito atento de sua época”. Os amplos focos de luz  e luminosas salas de jardim serão a nova sede da seção de arte contemporânea da coleção do museu.

Via lightecture

As salas subterrâneas se destacam por serem espaços brancos com abundante luz natural, a qual é gerada por 195 clarabóias circulares de vidro isolante. A sua vez, cada um inclui um sistema de sombriamente para evitar que atravesse luz solar direta e a oportunidade de bloquear a luz por completo. É a iluminação LED a que também toma um papel fundamental nos espaços de exposição, já que estas se encontram integradas nas clarabóias, gerando uma luz ambiente de qualidade e atrativa para os espectadores.

Via dsgnr

Ficha técnica:

Equipe:

  1. Projeto de Iluminação: LichtKunstLicht
  2. Arquitetura: Schneider + Schumacher Architekten
  1. Cliente: Städelsches Kunstinstitut
  2. Orçamento: 52 milhões de euros

Sobre este autor
Cita: Leonardo Márquez. "Extensão de luz em Städel Museum / schneider+schumacher" 28 Mai 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/51067/extensao-de-luz-em-stadel-museum-schneider-mais-schumacher> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.