O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Parque de diversões em Rosario / Rafael Iglesia

Parque de diversões em Rosario / Rafael Iglesia

Parque de diversões em Rosario / Rafael Iglesia
Parque de diversões em Rosario / Rafael Iglesia, © Gustavo Frittegotto
© Gustavo Frittegotto

Nós fomos incumbidos de planejar a infra-estrutura de um parque de diversões no Parque da Independência de Rosario. Dois pavilhões e os equipamentos urbanos foram concebidos. Um dos pavilhões é um banheiro público, escritórios e vestiários para o pessoal, enquanto o outro é uma cozinha ao ar livre e um salão para festas de recepções.

© Gustavo Frittegotto

Há uma contradição entre os dois edifícios. O Pavilhão do local de repouso é elevado e parece estar flutuando, mostrando a imprecisão de sua luz. O outro tem uma presença aterrada de troncos levantando do solo, assim como as plantas fazem.

© Cucurell Manuel

A primeira impressão que tive do local foi o excelente contraste entre a luminosidade da luz e das trevas, à sombra do arvoredo que transforma a área em uma noite irreal, na forma como pinturas de Magritte fazem na série “O Império das Luzes ”, na qual ele explorou o aparecimento simultâneo de dia e de noite. Por outro lado, a luz rasante parece perseguir o observador por meio da vertical das hastes. O projeto faz sentido neste jogo entre a luz e a sombra.

© Gustavo Frittegotto

Os pilares que marcam o perímetro da linha e apoiam a laje do telhado são feitos de troncos de árvores Quebracho. Apesar de terem uma aparência artesanal, consideramos estas madeiras de madeira dura como pré-fabricado, mesmo que seja o trabalho da natureza. A laje é simplesmente apoiada pelos troncos e ancoram uma parede, a uma das suas extremidades.

© Gustavo Frittegotto

Nesta estrutura as partições divisórias estão penduradas a partir do telhado para aumentar o peso e estabilidade. Desta forma, o peso não é mais um problema, em vez disso, torna-se a solução. No interior nada toca o chão, mesmo os ralos de drenagens param a poucos centímetros do chão, a fim de drenar livremente. Os contadores e piso da sala de armazenamento estão presos contra as ”cortinas de concreto reforçado”.

© Gustavo Frittegotto

O edifício desaparece no contexto, os troncos misturam-se com os troncos do bosque próximo e somente a linha reta da laje parece se pendurar entre a folhagem e os troncos, como o único sinal de intervenção humana.

© Gustavo Frittegotto

Mesmo a casa mais modesta, uma mancha marrom na planície, se transforma com as cores de guirlandas e balões. Ignorando as classes sociais e orçamentos desiguais, guirlandas são guirlandas e balões são balões, onde quer que estejam, o sinal inequívoco de celebração.

© Gustavo Frittegotto

À medida que o fraco brilho de uma lanterna tenta guiar através da escuridão, o pavilhão discretamente acende na entrada do parque. Desta forma, pretendeu-se atribuir um novo papel para essa parte do projeto, que normalmente fica escondida.

© Gustavo Frittegotto

Uma estrutura de concreto armado fechado com perfil U de vidro, a única expressão é a própria estrutura. A disposição interior dessa estrutura permite tanto a privacidade e uma visibilidade clara da circulação, graças à utilização deste vidro translúcido, o que torna possível distinguir silhuetas do lado de fora.

© Gustavo Frittegotto

O molde  concretado no local é deixado sem qualquer acabamento, tanto fora como dentro do edifício. O concreto e o vermelho dos sumidouros do Quebracho estão em contraste com as superfícies brilhantes do vidro e aço inoxidável, atuando como espelhos que misturam figura e fundo; assim como na pintura de Magritte “A Condição Humana”.

Ficha técnica:

Equipe:

  1. Arquiteto: Rafael Iglesia
  2. Colaborador: Gustavo Farias

 

  1. Fotografias: Gustavo Frittegotto, Manuel Cucurell

Cita: Leonardo Márquez. "Parque de diversões em Rosario / Rafael Iglesia" 23 Mai 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/50040/parque-de-diversoes-em-rosario-rafael-iglesia> ISSN 0719-8906