O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. VitraHaus / Herzog & de Meuron

VitraHaus / Herzog & de Meuron

VitraHaus / Herzog & de Meuron
 VitraHaus / Herzog & de Meuron,  © Iwan Baan
© Iwan Baan

 

A mais nova adição ao complexo é o edifício VitraHaus, uma série de caixas de telhado inclinado empilhadas, projetado por Herzog & de Meuron para a Coleção Casa de Vitra:

Em Janeiro de 2004, Vitra lançou sua Coleção Casa, que inclui projetos clássicos como reedições e produtos de designers contemporâneos. Como uma empresa da qual a atividade anterior era primariamente concentrada em mobiliário corporativo e clientes empresários, Vitra criou a Coleção com um novo grupo alvo em mente: consumidores individuais com interesse em design.

© Iwan Baan

Devido à ausência de espaço interno para a apresentação da Coleção Casa no Campus de Vitra em Weil am Rhein, a empresa convidou os arquitetos de Basel Herzog & de Meuron em 2006 para projetarem a VitraHaus. Graças à sua localização exposta e à aparência impressionante, não só contribui para o excelente conjunto de arquitetura de Vitra como também assume seu papel importante em destacar o Campus de Vitra. Situada no lado norte à frente do perímetro cercado das instalações de produção, a VitraHaus une dois outros edifícios desta área: o Vitra Design Museum de Frank Gehry e (1989) e o Pavilhão de Conferência de Tadao Ando (1993). O tamanho amplo do lote possibilitou posicionar a nova estrutura a uma distância adequada do Vitra Design Museum e da guarita ao lado, criando espaço para uma extensão do pomar à frente dos edifícios, uma característica típica da paisagem do local.

© Iwan Baan

O conceito da VitraHaus conecta dois temas que aparecem repetidamente na obra de Herzog & de Meuron: o tema da casa arquetípica e o tema de volumes empilhados. Em Weil am Rhein, foi especialmente apropriado retornar a ideia de casa própria, já que o objetivo principal de um edifício de cinco pavimentos é exibir mobiliários e objetos para casa. Devido às proporções e dimensões dos espaços internos – os arquitetos usam o termo “escala doméstica” – os ambientes de exposição são uma reminiscência das disposições de residências familiares. As ‘casas’ individuais, que possuem características gerais de um espaço de exibição, são projetadas como volumes abstratos. Com apenas algumas exceções, apenas as empenas das extremidades são envidraçadas e os volumes estruturais parecem ter sido moldados com uma prensa de extrusão. Empilhados em um total de cinco pavimentos e desafiando o balanço em 14 metros em alguns casos, criam uma junção tridimensional – uma pilha de casas que, à primeira vista, tem uma aparência quase caótica.

© Iwan Baan

A cor de carvão do acabamento externo unifica a estrutura, “aterra-a” e conecta-a à paisagem do entorno. Como uma pequena cidade vertical em camadas, a VitraHaus funciona como uma entrada para o Campus. Um piso em placas de madeira define uma área central aberta, onde os cinco edifícios são organizados ao redor: uma área de conferência, um espaço de exposição para a coleção de cadeiras do Vitra Design Museum e um conglomerado que abrange a loja do Vitra Design Museum, um saguão com uma área de recepção e chapelaria e um café com terraço externo para uso no verão. Um elevador leva os visitantes para o quarto pavimento onde o passeio circular inicia. Ao sair do elevador, a empena de vidro voltada para o norte oferece uma vista espetacular do monte Tüllinger. A extremidade oposta – onde o pano de vidro é rebaixado para criar um terraço externo – abre-se para um panorama de Basel com as instalações industriais do setor farmacêutico. Conforme se descobre sobre o caminho pela VitraHaus, a direção da orientação das casas é quase arbitrária, porém determinada pelas vistas da paisagem do entorno.

© Iwan Baan

A complexidade do espaço interno resulta não apenas da interseção angular das unidades das casas como também resulta da integração de um segundo conceito geométrico. Todas as caixas de escada estão integradas aos volumes expansivos e sinuosamente orgânicos que figurativamente “comem” seu caminho pelos vários níveis do edifício como uma minhoca, algumas vezes revelando relações vistas fascinantes entre as diversas casas, em outras vezes bloqueando a visão. As paredes internas possuem acabamento branco a fim de se dar prioridade às exposições dos móveis.

© Iwan Baan

Com as dimensões máximas de 57 metros de comprimento, 54 metros de largura e 21 metros de altura, a VitraHaus eleva-se acima dos outros edifícios presentes no Campus de Vitra. A intenção deliberada não foi criar um edifício horizontal, o tipo comum para as instalações de produção, mas sim uma estrutura verticalmente orientada de projeção limitada, que concede uma visão geral em múltiplos sentidos: uma visão sobre a paisagem ao redor e a condição fabril, mas também uma visão sobre a Coleção Casa. Como os espaços internos e externos se interpenetram, criam-se dois tipos de forma: o ortogonal-poligonal, como percebido do exterior, e o orgânico, que produz uma série de surpresas espaciais no interior – um “mundo secreto” (nas palavras de Herzog & de Meuron) com um caráter sugestivo, quase como um labirinto. No caminho pelos cinco pavimentos, os visitantes atravessam o cosmos da Casa Vitra, finalmente retornando ao seu ponto de partida.

© Iwan Baan

A VitraHaus possui uma visual diurna e uma visual noturna. À noite, a perspectiva é invertida. Durante o dia, avista-se a VitraHaus em meio à paisagem, mas conforme escurece, o interior iluminado do edifício incandesce, enquanto sua estrutura física parece desaparecer. Os ambientes se abrem; as extremidades de vidro transformam-se em caixa de exibição que brilham no Campus de Vitra e no entorno rural.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Herzog & de Meuron
  • Ano: 2010
  • Tipo de projeto: Otro
  • Status:Construído
  • Materialidade: Vidro
  • Estrutura: Concreto e Tijolo
  • Localização: Weil am Rhein, Alemanha

Equipe:

  1. Arquitetura: Herzog & de Meuron

Sobre este escritório
Cita: Fernanda Britto. " VitraHaus / Herzog & de Meuron" 03 Mar 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/35817/vitrahaus-herzog-e-de-meuron> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.