O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Primeiro Lugar no concurso para a Requalificação Urbana do Centro Histórico de São José - SC

Primeiro Lugar no concurso para a Requalificação Urbana do Centro Histórico de São José - SC

Primeiro Lugar no concurso para a Requalificação Urbana do Centro Histórico de São José - SC
Primeiro Lugar no concurso para a Requalificação Urbana do Centro Histórico de São José - SC, Cortesia de Equipe do Projeto
Cortesia de Equipe do Projeto

Em janeiro deste ano o Instituto de Arquitetos do Brasil, Departamento de Santa Catarina (IAB-SC) lançou a chamada para um concurso que visava a Requalificação Urbana do Centro Histórico da cidade de São José - SC. Os resultados foram recentemente divulgados na página do IAB-SC e apresentamos aqui a proposta que ficou em Primeiro Lugar na competição. Veja a seguir imagens, desenhos e a descrição do projeto pelos autores.

primeiro lugar

Competição : Requalificação Urbana do Centro Histórico de São José - SC
Premio : Primeiro Lugar
Projeto : Recentrar o Centro
Autores : Cássio Sauer , Camila Thiesen (Metropolitano Arquitetos), Cássio Sauer e Elisa Martins (arquitetura pela rua), Diogo Valls (Valls) e Jaqueline Lessa. , Ignacio de la Vega, Lucas Weinmann e Lucas Zimmer., 2014, São José - SC

Dos arquitetos: O concurso de Requalificação Urbanística do Centro Histórico de São José / Santa Catarina representa uma oportunidade de discutir o crescimento e constante transformação das cidades que, muitas vezes, se contradizem com a demanda de preservação do patrimônio histórico-cultural.

Cortesia de Equipe do Projeto
Cortesia de Equipe do Projeto

O projeto contempla a reurbanização do trecho norte-sul do principal eixo viário de São José, entre duas importantes igrejas históricas, e da zona central da cidade onde estão localizados os principais espaços públicos e edifícios históricos com a Igreja Matriz, Teatro Municipal, além do Beco da Carioca.

A proposta se baseia em um plano macro de intervenções a longo prazo que considera reformulações no Plano Diretor e adequação às diretrizes do Estatuto da Cidade. O projeto considera a diminuição progressiva do fluxo de carros, ônibus e caminhões no núcleo histórico, considerando o aumento da permeabilidade da malha viária através da construção de novas conexões; e a maior utilização da BR-101 pelos moradores locais, decorrente do desvio de trânsito decorrente da execução de alça de contorno da rodovia.

Cortesia de Equipe do Projeto
Cortesia de Equipe do Projeto

Considerando a diversidade do tecido urbano, foram propostas camadas de intervenção: edifícios históricos, igrejas, praças, orla marítima, percurso peatonal, circulação de veículos, circulação de bicicletas, conexões viárias, equipamentos públicos, equipamentos culturais, iluminação, vegetação e áreas verdes. A combinação e sobreposição destas camadas potencializa a dinâmica urbana uma vez que suas relações traduzem a complexidade do espaço público.

A recentralização do Centro é proposta principalmente pela valorização do patrimônio histórico e cultural edificado e da paisagem natural configurando-os como principais atratores para o turismo na cidade. O principal foco do projeto é reaver a relação da cidade com a água, que foi diminuindo gradativamente devido à substituição do transporte marítimo pelo rodoviário decorrente da construção da Ponte Hercílio Luz e a construção de edifícios públicos e residenciais junto à orla.

Cortesia de Equipe do Projeto
Cortesia de Equipe do Projeto

A ligação do Centro Histórico com o mar é enfatizada por uma passarela projetada como continuidade do circuito de caminhadas e ciclovia existente na av. Beira Mar que proporciona um novo acesso ao centro histórico.

A proposta visa reaver a possibilidade de transporte naval, uma opção de conexão do Centro Histórico com outros pontos da cidade e também com Florianópolis.

Cortesia de Equipe do Projeto
Cortesia de Equipe do Projeto

Quanto à reformulação dos espaços públicos são propostos tratamentos de pavimentação, mobiliário, iluminação e sinalização gráfica a fim de criar nova identidade que servirá como protótipo para futuras intervenções na cidade. O projeto também trabalha com diretrizes em relação ao traçado viário, reiterando a importância da revisão do plano diretor, e propõe a criação de um “Manual de Intervenção no Centro Histórico” a fim de garantir a requalificação progressiva da Paisagem Urbana.

Praça - estratégias. Image Cortesia de Equipe do Projeto
Praça - estratégias. Image Cortesia de Equipe do Projeto

O tratamento das vias está relacionado com as diretrizes de privilegiar a circulação do pedestre, de forma a manter a vocação original da rua como elemento estruturador da cidade, que possibilita o fluxo tanto de pessoas como de veículos contemplando diferentes formas de mobilidade. O alargamento do passeio possibilita a distribuição de mobiliário urbano, arborização e iluminação e configura um ambiente humanizado com espaços de convivência que propiciam a permanecia do frequentador no logradouro público. Esta apropriação do espaço busca incentivar a requalificação do entorno próximo com a retirada ou substituição dos muros dos lotes vizinhos por fechamentos permeáveis que possibilitem uma maior permeabilidade visual e segurança.

Cortes das vias. Image Cortesia de Equipe do Projeto
Cortes das vias. Image Cortesia de Equipe do Projeto

A priorização do pedestre é acentuada pela elevação da via nas esquinas. Este espaço compartilhado entre veículos e pedestres busca, além de auxiliar na diminuição da velocidade dos veículos, proporcionar uma circulação peatonal acessível e convidativa.

PRAÇA

Praça - planta. Image Cortesia de Equipe do Projeto
Praça - planta. Image Cortesia de Equipe do Projeto

O tratamento do principal espaço público de São José busca o resgate histórico da conexão entre a Igreja da Matriz e a orla marítima, este eixo, marcado pelas palmeiras imperiais, é relembrando como o primeiro acesso à cidade e proporciona a integração entre as praças Hercílio Luz, Praça Arnoldo de Souza e o trapiche de acesso naval. A remoção do edifício da Câmara Municipal possibilita essa conexão, em seu espaço atual é proposto o Parque das Águas, que traz para o coração da praça atividades que no passado eram vivenciadas na Praia de São José.

O reconhecimento da unidade desse espaço é evidenciado através da nova pavimentação elevada nas vias a fim de priorizar o pedestre, incentivando o percurso da área.

Praça - usos. Image Cortesia de Equipe do Projeto
Praça - usos. Image Cortesia de Equipe do Projeto

O Centro Histórico carrega em sua identidade o papel de lugar de intercâmbio e circulação, a nova praça é configurada apoiando-se nesses valores, priorizando espaços que possibilitem mistura social e funcional. Os espaços públicos são tratados como foyers urbanos que acolhem os frequentadores dos edifícios culturais existentes no entorno.

A praça em si é pensada como um espaço dinâmico e flexível que proporciona possibilidades múltiplas de configuração compondo com os quiosques, espaços de estar e convivência. O edifício do Mercado compõe uma nova fachada para a praça e um novo atrativo para a cidade.

PARQUE

Cortesia de Equipe do Projeto
Cortesia de Equipe do Projeto

O Parque do Beco da Carioca, a partir da valorização do patrimônio natural e da exploração do córrego como elemento de destaque na paisagem, propõe um resgate histórico relacionado ao conjunto edificado da Bica (cisterna, fonte e tanques) propiciando à cidade um parque urbano com amplo potencial turístico.

Parque - detalhe. Image Cortesia de Equipe do Projeto
Parque - detalhe. Image Cortesia de Equipe do Projeto

Foram propostos espaços comerciais que, além de compor o programa estabelecido, tem o objetivo de gerar renda e auxiliar na manutenção da estrutura do Parque. A posição dos edifícios está relacionada com a conformação das bordas do Parque, prevenindo que os lotes vizinhos se apropriem das áreas públicas, tendo a possibilidade de controle dos acessos para garantir maior segurança dos frequentadores.

Concurso Nacional de Arquitetura para Requalificação Urbanística do Centro Histórico de São José / Santa Catarina

  • Classificação: 1º lugar
  • Responsável técnico: Cássio Sauer
  • Arquitetos: Camila Thiesen (Metropolitano Arquitetos), Cássio Sauer e Elisa Martins (arquitetura pela rua), Diogo Valls (Valls) e Jaqueline Lessa
  • Colaboradores: Ignacio de la Vega, Lucas Weinmann e Lucas Zimmer
  • Ano concurso: 2014

Ver a galeria completa

Cita: Romullo Baratto. "Primeiro Lugar no concurso para a Requalificação Urbana do Centro Histórico de São José - SC" 10 Abr 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/188243/primeiro-lugar-no-concurso-para-a-requalificacao-urbana-do-centro-historico-de-sao-jose-sc> ISSN 0719-8906