O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Austrália
  5. Finnis Architects
  6. 2010
  7. Residência Esplanada / Finnis Architects

Residência Esplanada / Finnis Architects

Residência Esplanada / Finnis Architects
Residência Esplanada / Finnis Architects, © Dianna Snape
© Dianna Snape

© Dianna Snape © Dianna Snape © Dianna Snape © Dianna Snape + 9

Descrição enviada pela equipe de projeto. A residência foi concebida respondendo à várias restrições diferentes que resultaram em um produto que superou as espectativas tanto na sua forma arquitetônica quanto nos acabamentos internos, além de redefinir as possibilidades de obtenção de espaço, luz e ambiência a partir de um terreno de formato longo e estreito. Com uma bela vista por sobre a baía de um lado, fomos desafiados a tratar os interiores como elementos não complementares, mas que foram sutilmente encaixados dentro dos limites do projeto.

© Dianna Snape
© Dianna Snape

A casa foi construída em três níveis com os espaços de estar principais ocupando áreas que possuem as melhores vistas. Este limitante acabou por auxiliar na criação da ilusão de profundidade dos espaços utilizando pedras naturais, madeira e refinando o detalhamento para atenuar as dimensões espaciais. Enquanto o briefing permaneceu irrestrito, era extremamente importante a consciência das limitações do terreno e suas oportunidades, e para isto, acreditamos que o desenho contemporâneo respondeu bem na obtenção do equilíbrio entre satisfazer as necessidades dos clientes e a percepção de sutilezas alcançada pelo design dos interiores.

O terreno em si foi o limitante mais desafiador, dada a sua excelente localização em frente à praia e vista extraordinária de toda Port Phillip Bay, embora orientado à oeste e muitas vezes enfrentando situações extremas de condições meteorológicas. O terreno é comprido e relativamente estreito, com acesso de veículos para os fundos; é espremido entre habitações vizinhas de dois pavimentos em ambas laterais, o que não só bloqueia a luz natural do norte e sul, mas também impede a possibilidade de abrir a casa, com receio de muita exposição em relação aos vizinhos. Foi decidido então que, dadas estas limitações óbvias, nossa tarefa estava clara de como o projeto iria maximizar o seu potencial e superar o entorno problemático.

© Dianna Snape
© Dianna Snape

Era necessário aprimorar em os requisitos espaciais e priorizar as áreas de lazer, espaços que prezam pelo caráter de solidão e ainda um espaço de escritório, combinando-os com a sua necessidade de luz, espaço, privacidade e vistas.

O aspecto crítico foi como os interiores seriam transformados de maneira organizada. Maximizar as vistas do exterior foi de grande importância, e portanto uma série de atividades e espaços que disputariam uma posição privilegiada. Cozinha, sala de jantar, espaços de estar, de lazer... A exigência para acomodar estes em uma zona da casa enquanto intercalamos elementos de marcenaria e a continuidade de acabamentos relacionados se provou desafiador. No entanto, acreditamos que foi alcançado com êxito, resistindo a necessidade de compensar com uma infinidade de elementos variados, dando preferência e dominância para aquilo que era mais importante: "as vistas fantásticas".

© Dianna Snape
© Dianna Snape

Os objetivos em relação aos materiais e detalhamentos para este projeto foram baseados nos seguintes princípios:

- Materiais limpos, de detalhamento nítido;

- Materiais quentes e confortáveis, ​​refletindo uma aspecto aconchegante, mantendo linhas limpas;

- Materiais que refletem a integridade do próprio material - ou seja, pedras e madeiras naturais, aço e vidro.

© Dianna Snape
© Dianna Snape

No pavimento térreo, existe uma forte relação com o solo, com acabamentos em pedra que sutilmente flui para o exterior. O pavimento superior tem acabamento em assoalho de madeira que se estende para decks no pátio posterior e na entrada.

Mesmo com aquecimento e resfriamento artificiais empregados no projeto, o consumo de energia foi minimizado pelo alto isolamento utilizado ao longo do projeto e através da ventilação cruzada e iluminação natural. Além disso, os vidros laminados possuem tratamento para reduzir ganhos e perdas de calor.

© Dianna Snape
© Dianna Snape

Os limitantes da paisagem proporcionaram um grande percentual de superfícies permeáveis, e as águas pluviais são recolhida em um tanque de 10 mil litros para uso na piscina e jardins. Esta estratégia, por sua vez reduz a fuga para o sistema de águas pluviais urbanas e reduz o consumo de água. Internamente, o uso de tintas de baixa toxicidade foi empregado e todas o madeiramento é provenientes de reflorestamento.

Um bom projeto foi fundamental para a casa, mas as restrições orçamentais também desempenharam um papel importante em todo o processo de concepção. Vários materiais foram investigados quanto à sua adequação a partir de um valor estético e/ou em relação a seu custo. Sempre que possível, os interiores foram construídos utilizando uma abordagem de desenho minimalista mas bastante detalhado. Certos ambientes da casa que poderiam ser construídos de maneira mais econômica utilizando tratamentos-padrão foram construídos assim, criando a oportunidade de canalizar verba para certas áreas que teriam o máximo de benefícios.

Planta Baixa Térreo
Planta Baixa Térreo
Planta Baixa Terraço de Cobertura
Planta Baixa Terraço de Cobertura

Tivemos a sorte com formato retangular dos terreno que permitiu paredes externas simplificadas serem e construídas ao longo dos limites, eliminando assim a necessidade de tratamentos caros, que foram escondidos da vista do pedestre. Fomos capazes de concentrar os esforços nas faces internas dessas paredes com tratamento arquitetônico e acabamentos que expressa a natureza contemporânea do projeto. 

Cita: "Residência Esplanada / Finnis Architects" [The Esplanade / Finnis Architects] 25 Fev 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/179021/residencia-esplanada-slash-finnis-architects> ISSN 0719-8906