O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Espaço Público
  4. Dinamarca
  5. Fabric Architecture
  6. Trylletromler / Fabric Architecture

Trylletromler / Fabric Architecture

Trylletromler / Fabric Architecture
Trylletromler / Fabric Architecture, © Walter Herfst
© Walter Herfst

© Walter Herfst © Walter Herfst © Walter Herfst © Walter Herfst + 24

  • Arquitetos

  • Localização

    Castelo de Rosemborg, 1350 Copenhagen, Dinamarca
  • Equipe de Projeto

    Eric Frijters, Olv Klijn; project team: Greta Mozzachiodi, Guillermo Lavernia, Charlotte Simpson and Ida Fløche Moller
  • Equipe de Construção

    MOELVEN Denmark A/S, Copenhagen Technical College
  • Cliente

    Danish Architects Association, DAA Copenhagen department
  • Fotografias

© Walter Herfst
© Walter Herfst

Descrição enviada pela equipe de projeto. O desenho do Jardim Renascentista do Castelo de Rosemborg é o exemplo mais antigo de projetos de jardim na Dinamarca. O desenho se baseia fortemente em princípios da geometria euclidiana. Essa linguagem de espaço absoluto foi considerada durante muito tempo como o princípio de construção do mundo. A arquitetura, o urbanismo e o paisagismo que derivaram disto tinham como objetivo criar a ordem a partir do caos utilizando formas absolutas: linha, quadrado, triângulo, esfera e cone. Em um momento posterior, elementos barrocos foram adicionados, como labirintos e caminhos diagonais. Além disso, Kavalergangen e Damegangen, dois caminhos arborizados foram introduzidos. Depois dessas alterações, o jardim nunca mais foi radicalmente modificado. Essa representação clássica de espaço foi meticulosamente mantida até hoje.

© Walter Herfst
© Walter Herfst

Esse é o contexto em questão para se desenhar o pavilhão, que é acessível à todos os públicos, parece inovador em sua expressão espacial e é um desafio pela sua linguagem. Mesmo permanecendo removível, o projeto teve que ser realizado dentro de um orçamento muito limitado. FABRIC portanto introduziu um novo conceito de espaço no jardim real em Copenhaguem extendendo a compreensão do "pavilhão" para o elemento arquitetônico mais elementar em projetos de jardim: a cerca. Esta nova compreensão do espaço derivado do questionamento da ordem rígida em projetos de jardim dá lugar a ambivalência e hibridismo é uma "estratégia de mescla". Esta estratégia aborda três paradoxos independentes, provocando as noções de dentro e de fora, através da introdução de um labirinto que é paradoxalmente transparente e criando uma ilusão de movimento.

© Walter Herfst
© Walter Herfst

A cerca enquanto estrutura autoportante é projetada para restringir movimento por entre um limite. Ao dobrar e franzir a cerca no local, ela produz novos significados de ser espacialmente incluida ou excluída.

© Walter Herfst
© Walter Herfst

As aberturas na cerca criam caminhos ao longo do pavilhão. A maioria das aberturas parecem uma cortina erguida, dando à estrutura uma aparência bem leve. Ao evitar as aberturas óbvias nos eixos visuais, os visitantes são obrigados a encontrar o seu caminho através da seqüência espaços em forma de círculo. Algumas das aberturas apenas permitem que as crianças entrem no pavilhão, escapando do olhar de seus pais à medida eles continuam a explorar. A cerca age de certo modo como labirinto permeável visualmente.

© Walter Herfst
© Walter Herfst

A cerca tem esse caráter de dar um novo significado graças à seu potencial para criar a ilusão de movimento através dos padrões ondulados enquanto alguém se move ao longo dela. A vedação é feita a partir de três mil peças padrão de madeira nórdica, que são unidas através de um padrão irregular de cunhas. As aberturas repetitivas entre as barras verticais da cerca e suas conexões criam uma imagem de movimento contínuo. Quando vemos uma cerca feita de varas com fendas verticais estreitas dispostos em um layout circular, nos vem à cabeça a imagem de um Zoetrope - ou "roda da vida". Este dispositivo do século XIX provoca uma impressão de movimento dentro de uma imagem fixa.

© Walter Herfst
© Walter Herfst

Baseado nesses princípios, a planta baixa foi desenhada usando uma composição de dez círculos perfeitos. O layout da planta interage com o entorno, como a saída do jardim de rosas, a estátua na água, as vistas do castelo e as árvores existentes.

© Walter Herfst
© Walter Herfst

A estrutura como um labirinto possui de fato apenas um detalhe para todas suas conexões. Toda a estrutura é feita de 2967 peças com de 38 mm por 68 mm. O lado estreito das colunas verticais está colocado para a frente, enquanto que as ligações transversais são feitos da mesma madeira rodado noventa graus. Cada peça de ligação tem uma altura de 200 milímetros e é aplainada sob um ângulo de um lado, por isso uma estrutura circular surge. A cerca é pré-fabricada em segmentos de um metro, que são parafusados ​​juntos no local e ancorados no chão. O resultado é uma sinuosa escultura em madeira de 308 metros de comprimento. Como a madeira é usada sem tratamento, todo o material pode ser totalmente reutilizado após a desconstrução do pavilhão.

© Walter Herfst
© Walter Herfst

A qualidade espacial oferecida pelo pavilhão é se vale dos muitos ambientes e direções que os usuários podem explorar. De acordo com o júri, o projeto demonstra o melhor desejo e a capacidade de arquitetos para desafiar e dar um novo significado ao conceito do pavilhão. "Estamos muito satisfeitos que nós podemos apoiar esta iniciativa de ter um pavilhão - com base no modelo internacional - construído aqui na Dinamarca pela primeira vez. Tanto o público dinamarquês e internacional terá a oportunidade de ver soluções alternativas e inovadoras para a indústria de construção. Isso está totalmente de acordo com nosso objetivo de apoiar projetos que promovam a profissão de arquitetura de desenvolvimento e interação com a comunidade ", diz Bo Rygaard, CEO da Fundação Dreyer, que apoiou a competição.

© Walter Herfst
© Walter Herfst

A utilização do pavilhão por parte dos visitantes confirma a escolha do júri . O Jardim do Rei está aberto diariamente a partir do amanhecer até o cair da noite. Durante esse tempo, parece não haver nenhum momento em que as pessoas não estão usando o pavilhão. A cerca prova ter um grande efeito atraente. Pessoas perplexas permeiam a estrutura em espiral. Crianças imediatamente reconhecer o potencial deste enorme playground, mas os adultos também tomam posse plena. Quer se trate de casais românticos, um grupo de bicicleta, corredores, pessoas passeando com seus cachorros ou pessoas que gostam de seu comer seu almoço fora, todos encontram um lugar nesta cerca interminável. Uma cerca, portanto, que não separa, mas também se conecta, une e surpreende as pessoas. A cerca que estende o conceito de um pavilhão e, sobretudo, marca o lançamento de uma nova ambição para organizar este evento anual na arquitetura dinamarquesa.

Planta Baixa
Planta Baixa

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Fabric Architecture
Escritório
Cita: "Trylletromler / Fabric Architecture" [Trylletromler / Fabric Architecture] 14 Jan 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/168266/trylletromler-slash-fabric-architecture> ISSN 0719-8906