O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Primeiro Lugar no concurso internacional para o Parque do Rio em Medellín

Primeiro Lugar no concurso internacional para o Parque do Rio em Medellín

Primeiro Lugar no concurso internacional para o Parque do Rio em Medellín
Primeiro Lugar no concurso internacional para o Parque do Rio em Medellín, Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

Latitud Taller de Arquitectura y Ciudad venceu o primeiro lugar no Concurso Público Internacional de Anteprojeto Urbanístico, Paisagístico, Arquitetônico e seus estudos complementares do Parque do Rio, na cidade de Medellin. Este concurso tem como objetivo integrar a cidade com o rio, a área de intervenção é definida em função da propriedade pública disponível ao longo dos principais eixos viários e da retirada de água determinada para ambas as margens.

Aqui apresentamos as imagens oficiais e descrição dos arquitetos da proposta "Parque Botânico do Rio Medellín" - você também pode rever a proposta do Segundo Lugar aqui.

A_ Sistema ambiental de conexão para a cidade

Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

O projeto surge como uma resposta estruturante a rede biótica da cidade de Medellín. Atualmente a vegetação do Vale de Aburrá se encontra desarticulada da rede de espaço público e contida em pequenas franjas da cidade pouco permeáveis ao habitante cotidiano (por exemplo, Jardim Botânico, colinas da guarda, corpos de água sem transposições, grandes universidades etc.)

Macarena Fase 2. Imagem Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Macarena Fase 2. Imagem Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

O Parque Botânico da cidade de Medellin busca articular os corpos de água, os vazios verdes, e as infra-estruturas subutilizadas sobre o rio Medellín (eixo estrutural Norte-Sul da cidade) por meio de sua recuperação e articulação ao que chamamos de corredor biótico metropolitana. O corredor biótico metropolitano apresenta a oportunidade de permeabilizar as zonas de vegetação atualmente contidas (Jardim Botânico, colinas da guarda), integrando-as a um sistema geral que dá maior hierarquia e continuidade a estrutura natural de muito impacto metropolitano: O Rio Medellín.

Planta de usos vegetais e espécies
Planta de usos vegetais e espécies

Ao recuperar o rio a partir da interpretação ambiental e conseguir vinculá-lo a outros sistemas mencionados é gerado um circuito natural que recupera a qualidade do ar e da água na cidade e ao longo de sua rota educa o público sobre a riqueza da nossa biodiversidade. O programa busca desenvolver a consciência ambiental, preservar espécies nativas da região, conectar a rede biótica do vale e a proteger do rápido crescimento urbano, atrair contextos culturais ao longo do eixo do rio para melhorar a qualidade do espaço público e infra-estruturas para a cidadania, proporcionar espaços para a aprendizagem através de percursos com paisagens e vegetação variadas e oferecer espaços desportivos para compor um parque amplo, onde os residentes do Vale possam divertir e educar-se.

Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

CRITÉRIOS PROJETUAIS

01 Rio como Eixo Estrutural: Aproveitando a hierarquia natural do rio para criar um parque botânico que ligue os sistemas naturais da cidade em um circuito ambiental no Vale do Aburrá. O novo corredor biótico metropolitano torna-se um parque ambiental, cultural e desportivo.

Planta com ícones
Planta com ícones

02 Repotenciação de lacunas verdes urbanas e seu vínculo ao sistema ambiental: Os vazios verdes urbanos encontrados na área de influência do Rio Medellín e seus afluentes são classificados, reutilizados e reconectados ao corredor biótico.

Corte Norte La Iguana
Corte Norte La Iguana

03 Recuperação e integração de corpos de água: Promover a recuperação e proteção dos fluxos de água através de sua integração com o corredor biótico metropolitano. Reconhecer estas estruturas naturais como parte ativa e influente sobre o bem-estar geral do rio e do Vale do Aburrá e intervir nestes para incorporação na rede de espaço público e ambiental dada assegura o equlíbrio/recuperação do sistema biótico garante da cidade, promovendo educação aos cidadãos para protege-los e garantir a sua manutenção.

Tratamento Corpos D'Água
Tratamento Corpos D'Água

04 Reciclagem de estrutura subutilizadas na área de influência do corredor biótico: são aproveitadas as estruturas subutilizadas ou de usos insustentáveis ​​do corredor do rio para reciclá-las e dotar de usos que complementem a vocação do Parque Botânico de Medellín.

Exemplo Reciclagem indústria
Exemplo Reciclagem indústria

A_1 Conectividade Ambiental Metropolitana: 

Redes ecológicas - corredor biótico / Nós - enlaces - fragmentos

Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

Os vazios verdes encontrados na área de influência direta do Rio Medellín e seus afluentes são classificados em três tipologias, de modo que eles possam conectar-se entre si e que gerem uma rede ambiental metropolitana que garanta equilíbrio ecológico - social sobre o território. O principal interesse do Parque Botânico de Medellín é a reconexão da biodiversidade fragmentada e promoção da conectividade ecológica através da gestão sustentável e da conservação da natureza.

Nós - enlaces - fragmentos
Nós - enlaces - fragmentos

Uso do solo a partir da recriação de ambientes e paisagens

Os usos do solo dependem da relação com a micro-paisagem proposta, as intervenções para restaurar e reformar corpos de água e a re-conexão dos vazios verdes.

A_2 Critérios viários e de mobilidade

Estratégias de mobillidade

Ponte Rio Nutibara. Imagem Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Ponte Rio Nutibara. Imagem Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

01 Conservação do número de vias (3 em VIA DE TRANSIÇÃO e VIA ARTERIAL) onde já existia esta infra-estrutura (setor oriental do corredor viário do rio, sentido SUL-NORTE), e aumentar para três VT e VA no setor Ocidental do corredor viário, sentido NORTE-SUL
02 Melhoria a gestão de toda a regional (N-S e S-N) e evitar o contra fluxo
03 Melhoria das ligações de conectividade de transversal do Rio (pontes)
04 Apoio e geração de consciência urbana diante da necessidade de uma cidade de transporte de massa. É preciso atentar para que os sistemas de transporte de massa acompanhem eficientemente todo o sistema de transporte privado.
   - Duas novas estações de metrô são propostas por causa de sua localização estratégica e sua capacidade de conectividade transversal:
 A Estação Volador
 B Estação Zoológico
05 Sistemas articulados aos sistemas atuais de transporte em massa: visão de uma nova cidade limpa com acesso a bicicletas, pedestres e pessoas com mobilidade reduzida

Setor Central Edificio Inteligente Setor Norte Praça de Feiras Setor Norte Corpo D'Água La Iguana Setor Sul + 61

B_ Plano Piloto Río Medellín 2015

B_1 DESENVOLVIMENTO NO TEMPO - PROGRESSIVIDADE

ETAPAS DO PARQUE BOTÂNICO DE MEDELLÍN

01 Medellín 2015: PLANO PILOTO

Plano Piloto
Plano Piloto

O projeto do Parque Botânico do Rio Medellín, mais do que uma intenção, é uma necessidade ambiental e social, por isso é importante considerar a viabilidade deste projeto a longo prazo. Para conseguir a renovação urbana completa é gerado o PLANO PILOTO DO PARQUE BOTÂNICO, com a intenção de intervir na área com maior potencial para a renovação imediata. O projeto PLANO PILOTO PBRM tem como projeto inicial a seção oriental do rio Medellín no sentido S-N entre a Ponte da 30 e a Ponte de San Juan, que compreende cerca de 2.400 km de extensão e uma área de 150.000 mil metros quadrados.

Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

02 Medellin 2020: Obra Públicas - Privada. Conectores ambientais - pedestres:
 A A Universidade Nacional, a Universidade de Antioquia e o morro do Volador
 B O zoológico, indústrias, Cidade do Rio e Bancolombia

Corte Norte UDEA
Corte Norte UDEA

03 Medellín 2030: Obra privada por concessão privada. Esta obra se concentraria no lado oeste do rio na seção central.

04 Medellín 2050: Segundo trabalho de investimento privado. Investimento em soterramentos menores e falsos túneis restantes para integrar ao Vale do Aburrá.

Reutilização da terra do túnel
Reutilização da terra do túnel

B_2 ESPAÇO PÚBLICO

Durante anos buscando aumentar a produtividade e promover o crescimento industrial, a cidade esqueceu a importância do espaço público e deu prioridade à construção de uma rede viária que apoiará a industrialização. A existência de grande eixo de mobilidade paralelo ao rio significou uma ruptura drástica entre os dois lados do vale, a cidade é dividida em sua estrutura física e, conseqüentemente, em sua estrutura social. É vital para tecer uma rede de espaço público a nível de metrópole, zona e bairro para construir uma forte idéia de unidade territorial.

Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

Estratégias ESPAÇO PÚBLICO

01 Relação com a Natureza: Construir um sistema de caminhos pelo parque botânico que permita um contacto permanente com a natureza e especialmente com os ecossistemas endêmicos para que, além de reconstituir o tecido biótico do vale, proporcione processos de formação e conscientização diária acerca da natureza.

Esquema de usos vegetais
Esquema de usos vegetais

02 Materialidade: Usar materiais porosos como malhas, tecidos e micro chapas perfuradas em pontes, caminhos e praças, diluindo a fronteira entre o construído e o natural.

Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

03 Coesão social:
- Uma associação forte entre os bairros ou zonas adjacentes e os setor do parque adjacente a eles. Gerando costuras programáticas e apropriação pública.
- Dar continuidade a uma rua pedonal que se estende por todo o eixo do rio, que incentiva atividades cívicas e recreativas e possa abrigar eventos da cidade como as luzes de Natal e Feira das Flores.
- Construir estancias para incentivar o encontro cidadão e permanência no espaço público

Cortesia da Equipe Primeiro Lugar
Cortesia da Equipe Primeiro Lugar

primer lugar

Competição : Concurso Público Internacional de Anteproyectos Parque del Río en la ciudad de Medellín
Premio : Primer Lugar
Projeto : Parque Botánico Río Medellín
Autores : Latitud Taller de Arquitectura y Ciudad, Sebastián Monsalve Gómez, Juan David Hoyos Taborda, David Mesa Arbelaez, Andres Velasquez, Maria Camila Henao, Sara Cristina Paris, David Gomez Quintero, Sebastian Gonzales Bolivar, Daniel Fernando Zuluaga, Alejandro Posada, Lina Florez, Luis Alejandro Jimenez, Laura Zuluaga, Alejandro Quiñones Beltran, Billy Hurtado, Alejandro Vargas Marulanda, Osman Marin Osorno, Julian Castaño Ospina, Juan Diego Martinez Lukas Gomez Aristizabal, Lucas Serna Rodas, Mario Camargo, Guillermo Antonio Buitrago, Cesar Aragon Carvajal, Carolina Zuluaga, Christian Zapata Marin, Alejandro Lopez, Redes Hidráulicas (Elizabeth Carrasco), Consultoría Estructural (Cesar Espinal), CVG consultoría (Clara Victoria Gallego, Clara Vásquez, Luis Barreto Sánchez, Juan Pablo Restrepo), Lina Marcela Arias

Ver a galeria completa

Cita: Cabezas, Constanza. "Primeiro Lugar no concurso internacional para o Parque do Rio em Medellín" [Primer Lugar Concurso Público Internacional de Anteproyectos Parque del Río en la ciudad de Medellín] 10 Jan 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Costa, Isabela) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/165814/primeiro-lugar-no-concurso-internacional-para-o-parque-do-rio-em-medellin> ISSN 0719-8906