O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Pontes
  4. Holanda
  5. René van Zuuk Architects b.v.
  6. 2013
  7. Passarela do Estádio Olímpico de Amsterdam / René van Zuuk Architects b.v.

Passarela do Estádio Olímpico de Amsterdam / René van Zuuk Architects b.v.

Passarela do Estádio Olímpico de Amsterdam / René van Zuuk Architects b.v.
Passarela do Estádio Olímpico de Amsterdam / René van Zuuk Architects b.v., Cortesia de René van Zuuk Architects
Cortesia de René van Zuuk Architects

Cortesia de René van Zuuk Architects Cortesia de René van Zuuk Architects Cortesia de René van Zuuk Architects Cortesia de René van Zuuk Architects + 18

  • Arquitetos

  • Localização

    Olympisch Stadion 21, 1076 DE Amsterdã, Holanda
  • Engenheiro Estrutural

    ABT bv
  • Empreiteira

    Gebr. Beentjes GWW bv
  • Área

    940 m²
  • Ano do projeto

    2013
Cortesia de René van Zuuk Architects
Cortesia de René van Zuuk Architects

Descrição enviada pela equipe de projeto. O "Na-Druk-Geluk-Brug" faz parte do novo espaço público ao redor do Estádio Olímpico, na área 'Noord-Zuid As', em Amsterdam. O estádio Olímpico, de 1928, foi completamente renovado e atualizado para os padrões contemporâneos, no fim dos anos noventa, mas considerando o espírito do projeto original feito por Jan Wils.

Cortesia de René van Zuuk Architects
Cortesia de René van Zuuk Architects

O estádio foi batizado, de uma só vez, com o famoso Plan Zuid de Berlage, por causa de sua geometria e horizontalidade. Hoje em dia não limita-se a uma lembrança dos Jogos Olímpicos de 1928, mas também sedia uma série de eventos culturais e desportivos. A passarela dá acesso ao espaço público do lado do noroeste do estádio, e foi projetada para o plano urbanístico de Sant and Co. A aparência sólida do estádio é acompanhada pela pavimentação no espaço público na beira da água.

Cortesia de René van Zuuk Architects
Cortesia de René van Zuuk Architects

Do outro lado, a passarela conecta-se a uma rotatória que orienta a região de Aldo van Eijck's Burgerweeshuis' e uma área industrial. Na concepção e materialização da passarela buscou-se uma identidade autônoma, que não está relacionada com os mundos completamente distintos de ambos lados da água. Sua identidade única é reforçada pelo detalhamento mínimo.

Cortesia de René van Zuuk Architects
Cortesia de René van Zuuk Architects

Indo em direção ao estádio Olímpico há um ponto de vista. O pedestre é obrigado a mudar de direção, o que o faz alterar a sua visão da direção da ponte ao entorno. Neste ponto, a passarela faz a ligação com a água por uma abertura na plataforma e a parte de pedestres confronta-se com uma visão totalmente diferente daquela que aparentava ter anteriormente. Na lateral do estádio a passarela é assimétrica, conectada à praça projetada por Sant e Co, e a saída é orientada à parte noroeste do estádio.

Cortesia de René van Zuuk Architects
Cortesia de René van Zuuk Architects

O programa de requisitos prescreve que a altura de passagem precisava ter um mínimo de 2,40 metros e uma largura de 20 metros. A passarela deveria abranger os 40 metros sobre o canal, o que tornou necessário vigas com uma altura de pelo menos 1,20 metro para apoiar a plataforma para os veículos. A inclinação da passagem de pedestres não poderia ser superior a 4%, o que não era possível com a estrutura dada. A única solução foi uma separação entre o pavimento do veículo e da passarela de pedestres. Ao inserir a passarela de pedestres na parte inferior das vigas, conseguiu-se uma inclinação menor.

Planta Baixa
Planta Baixa

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
René van Zuuk Architects b.v.
Escritório
Cita: "Passarela do Estádio Olímpico de Amsterdam / René van Zuuk Architects b.v." [Olympic Stadium Amsterdam / René van Zuuk Architects b.v.] 29 Nov 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/156710/passarela-do-estadio-olimpico-de-amsterdam-slash-rene-van-zuuk-architects-bv> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.