O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Planta
  4. Alemanha
  5. Matteo Thun & Partners
  6. 2009
  7. Usina de Biomassa / Matteo Thun & Partners

Usina de Biomassa / Matteo Thun & Partners

  • 15:00 - 29 Outubro, 2013
  • Traduzido por Pedro Vada
Usina de Biomassa / Matteo Thun & Partners
Usina de Biomassa / Matteo Thun & Partners, © Jens Weber
© Jens Weber

© Jens Weber © Jens Weber © Jens Weber © Jens Weber + 12

© Jens Weber
© Jens Weber

Descrição enviada pela equipe de projeto. Quando a madeira queima, certos ciclos naturais são naturalmente completos: energia química transforma-se em luz e calor, a água se transforma em vapor e, em seguida, a chuva, sais minerais se transformam em cinzas e voltam para o solo e o dióxido de carbono é emitido no ar. 

© Jens Weber
© Jens Weber

Quando a madeira queima corretamente, tudo isso se transforma em energia, que pode ser usada para criar menos impacto ambiental do que qualquer combustível fóssil (óleo ou gás). Pode parecer estranho, mas queimar madeira e proteger a natureza são perfeitamente compatíveis. 

© Jens Weber
© Jens Weber

Esta é a filosofia da Usina Schilling, que, juntamente com uma serraria próxima, transformam o ciclo da madeira em algo genuinamente virtuoso: os resíduos desta serraria, na forma de cascas e aparas, tornam-se biomassa combustível que servem para esta usina. Por sua vez, a usina gera energia na forma de calor para cobrir as necessidades da serraria.

© Jens Weber
© Jens Weber

Mas isto não é tudo, já que a energia extra gerada é fornecida para um hospital próximo e a eletricidade produzida poderia abastecer até 1.450 casas geminadas de um bairro também próximo. A Usina Schilling mostra como a natureza e a tecnologia podem combinar com sucesso, onde a tecnologia signifique a geração de energia e onde a natureza forneça a biomassa necessária para atender a este processo (a biomassa, que, como fonte e energia alternativa e renovável, poderia fornecer pelo menos 20% do fornecimento total necessário até 2020).

© Jens Weber
© Jens Weber

Em termos arquitetônicos, isso se traduz em uma forma estética de ecologia: transparência, leveza, e clareza estilística. Um cubo de vidro e um núcleo estrutural de aço que suporta o coração tecnológico que não esconde nenhum segredo, em um revestimento cilíndrico de madeira trançando a fachada como uma espécie de textura que cria um filtro natural entre ambientes externos e internos; uma cúpula semi-esférica feita de zinco age como captador geral, um pano de água onde tudo repousa é uma versão desmaterializada do que foi construído: terra, ar, fogo são definidas pelas formas puras do cubo cilindro e esfera. Uma forma geométrica de fornecimento de energia limpa em 0 km ou, melhor, 25 km, que é a distância máxima que a usina obtém seu suprimento de madeira.

© Jens Weber
© Jens Weber

A mesma madeira que, em outras formas, a usina transforma tanto em forte de energia quanto em textura decorativa, baseado em uma linguagem capaz de se comunicar com todas as casas do entorno.

Fachada
Fachada

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Usina de Biomassa / Matteo Thun & Partners" [Bio Mass Power Plant / Matteo Thun & Partners] 29 Out 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Vada, Pedro) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/149299/usina-de-biomassa-slash-matteo-thun-and-partners> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.