O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Instituto
  4. Nova Zelândia
  5. Athfield Architects
  6. 2012
  7. Faculdade de Artes Criativas / Athfield Architects

Faculdade de Artes Criativas / Athfield Architects

Faculdade de Artes Criativas / Athfield Architects
Faculdade de Artes Criativas / Athfield Architects, Cortesia de Trends Publishing
Cortesia de Trends Publishing

Cortesia de Trends Publishing © Matt Paterson Cortesia de Trends Publishing Cortesia de Trends Publishing + 11

  • Arquitetos

  • Localização

    Wellington, Nova Zelândia
  • Equipe de Projeto

    John Hardwick Smith, Katherine Dean, Chris Winwood
  • Colaboradores

    Dunning Thornton Consultants (Eng. Estrutural), Arrow International (Construtora), Jacob Scott (Artista), Nick Kapica (Organização & Sinalização)
  • Área

    3500 m²
  • Ano do projeto

    2012
  • Fotografias

Cortesia de Trends Publishing
Cortesia de Trends Publishing

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto para o edifício da Faculdade de Artes Criativas da Universidade Massey em Wellington, chamado de Te Ara Hihiko, é o produto de um concurso de projetos cujo ganhador é o escritório neo zelandês Athfield Architects Ltd em parceria com Dunning Thornton Consultants e Arrow International.

Cortesia de Trends Publishing
Cortesia de Trends Publishing

O edifício está disposto num eixo norte-sul e compreende um par de containers empilhados verticalmente de maneira sublime e leve. O volume abriga estúdios que se projetam por cima de uma colina, escalonando o cortorno e envolvendo a circulação principal, conectando os terraços superiores e inferiores do campus, inspirando o nome aborígene Maori do edifício, Te Ara Hihiko, "o percurso criativo".

Cortesia de Trends Publishing
Cortesia de Trends Publishing

Ao longo do núcleo do edifício, numa junção entre elementos suspensos e com base sólida, se atravessando de leste à oeste, de cima à abaixo, estão ambientes de pé-direito duplo que permitem vistas ao londo do edifício. Aqui, a galeria principal está localizada, oferecendo ao edifício um forte endereço centralizado para os terraços superior e inferior. O edifício todo oferece espaços de aulas flexíveis de planta livre, assim como ambientes de pesquisa em grupo, oficinas, estúdios de filmagem, galerias e ambientes para apresentações multiuso.

Cortesia de Trends Publishing
Cortesia de Trends Publishing

A estrutura inclui o primeiro exemplar no mundo de uma estrutura de madeira pós-tensionado com mais de um pavimento, e está apoiada numa alvenaria convencional e base de concreto moldado in loco. O projeto estrutural permite que o edifício 'se movimente' de maneira aberta e fechada, já que a estrutura balança como num terremoto; incorpora princípios de projeto para evitar danos no edifício para o caso de ocupação pós terremoto. A simplicidade, regularidade e proporção da estrutura pós-tensionada limita a necessidade de divisões estruturais fixas nos dois pavimentos superiores, e permite uma gama maior de disposições espaciais, se adaptando às necessidades futuras e flexíveis. A estrutura é altamente articulada e expressada nos interiores e no exterior, contribuindo fortemente ao caráter do edifício.

© Matt Paterson
© Matt Paterson

O edifício emprega vários princípios ambientais, incluindo uma estrutura de madeira com baixa energia incorporada, unidades de piso compostas, combinando propriedades acústicas e térmicas de concreto com a leveza da madeira. Ventilação natural também é utilizada ao longo do edifício, onde shafts de ventilação e iluminação natural estão posicionados de maneira central dentro do edifício, e conferem boas características aos ambientes internos. A madeira aparente na estrutura e no piso, em combinação com uma gama de outros materiais crus e aparentes, integrados com instalações de arte - como os painéis do forro de Jacob Scott - conferem um pano de fundo robusto, texturizado e inspirador, além de uma boa ambiência para os estudantes criarem e exporem seus trabalhos.

Planta Baixa Segundo Pavimento
Planta Baixa Segundo Pavimento

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Faculdade de Artes Criativas / Athfield Architects" [Te Ara Hihiko / Athfield Architects] 26 Out 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/148541/faculdade-de-artes-criativas-slash-athfield-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.