O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. França
  5. Damien Fluchaire & Julien Cogne
  6. 2012
  7. A Casa de Chutes-Lavie / Damien Fluchaire & Julien Cogne

A Casa de Chutes-Lavie / Damien Fluchaire & Julien Cogne

  • 19:00 - 10 Outubro, 2013
  • Traduzido por Naiane Marcon
A Casa de Chutes-Lavie / Damien Fluchaire & Julien Cogne
A Casa de Chutes-Lavie / Damien Fluchaire & Julien Cogne, Cortesia de FDC-Studio
Cortesia de FDC-Studio

Cortesia de FDC-Studio © D. Fluchaire © P. Terraz Cortesia de FDC-Studio + 19

© D. Fluchaire
© D. Fluchaire

Descrição enviada pela equipe de projeto. Testemunha do compromisso do município com os seus distritos, a casa de Chutes-Lavie é o novo equipamento desportivo para a comunidade do quarto distrito de Marseille. A ambição por um equipamento social próximo a uma área sensível é ampla e ambivalente: se as restrições são de sustentabilidade, fácil manutenção, incolumidade do equipamento a danos intencionais ou não; necessidades, entretanto, afetam questões mais profundas e sensíveis: de análise, reflexão e respeito. No centro da organização do esporte, educação e vida familiar, a casa tem um importante papel na vizinhança. É desta dicotomia que o projeto retira sua essência: a espessura e resistência dos materiais, como concreto e aço, unidos por um vocabulário contemporâneo, sensível, quase delicado, como uma pedra preciosa.

Cortesia de FDC-Studio
Cortesia de FDC-Studio

Essas iniciativas brilham sobre toda a cidade e participam do "living together". O urbano e o humano, estes dois vetores da cidade, se unem e participam do desenvolvimento de uma vizinhança e de uma cidade. Em Marseille, Capital Europeia da Cultura em 2013 e candidata a Capital Europeia do Esporte em 2017, a segunda cidade da França está definitivamente voltada para o futuro.

© A.Ravix
© A.Ravix

Localizada em uma vizinhança de arquitetura comum e conhecida pela criminalidade, a nova construção ocupa um terreno grande, com um edifício multiuso, um jardim de infância e campo de esportes ao ar livre existente. O projeto possui dois pavimentos, com oito escritórios para associações locais e dois salões de esportes com vestiários e depósitos. O térreo foi redesenhado para fornecer estacionamento, um amplo playground para as crianças e um caminho acessível a partir da rua para pessoas com deficiência. Jardins pedagógicos foram desenvolvidos para que as crianças participem da arborização da área.

© D. Fluchaire
© D. Fluchaire

O edifício monolítico, projetado em concreto, pretende ser rústico e sustentável, mas também contemporâneo e de qualidade: concebido em materiais rústicos, o edifício em concreto revela seu leve jogo de texturas, enquanto o revestimento de aço inoxidável exibe uma pele brilhante de metal com perfurações, proporcionando uma "vibração" no contraste das sombras, protegendo assim a construção de intrusões e ganho de calor.

Cortesia de FDC-Studio
Cortesia de FDC-Studio

Então há dois graus de compreensão: Em primeiro lugar, o padrão geral em todo o edifício funciona sob um padrão de vegetação inspirado por um ponto de vista impressionista da descoberta dos pinheiros no meio de Provence. Em segundo lugar, no nível do homem,  estas perfurações interpretam o padrão do plano da vizinhança e formam "símbolos" de cheios e vazios, criando um vocabulário de sinais primitivos, um tipo de código "místico" para um edifício que se torna a definição de um vínculo social tão precioso. Sobre o tema subjacente do homem em seu ambiente, este projeto é uma resposta poética à necessidade de equipamentos.

Planta
Planta

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Damien Fluchaire & Julien Cogne
Escritório
Cita: "A Casa de Chutes-Lavie / Damien Fluchaire & Julien Cogne" [The House of Chutes-Lavie / Damien Fluchaire & Julien Cogne] 10 Out 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Marcon, Naiane) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/145380/a-casa-de-chutes-lavie-slash-damien-fluchaire-and-julien-cogne> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.