O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro De Esqui
  4. Áustria
  5. Driendl Galzigbahn
  6. Terminal Base Galzigbahn / Driendl Galzigbahn

Terminal Base Galzigbahn / Driendl Galzigbahn

Terminal Base Galzigbahn / Driendl Galzigbahn
Terminal Base Galzigbahn / Driendl Galzigbahn, Cortesia de Driendl Galzigbahn
Cortesia de Driendl Galzigbahn

Cortesia de Driendl Galzigbahn Cortesia de Driendl Galzigbahn Cortesia de Driendl Galzigbahn Cortesia de Driendl Galzigbahn + 17

Descrição enviada pela equipe de projeto. St. Anton, no Tirol (Áustria) - uma vila com longa tradição no turismo de esqui - ganhou um novo marco arquitetônico, que, mais uma vez, prova a sua mente aberta para novas formas de fazer arquitetura.

Vidro, aço e concreto - estes materiais expressam os pontos de vista do arquiteto Georg Driendl de uma arquitetura que se recusa veementemente a seguir a moda do volume oco e de formas exuberantes sem sentido. Com materiais sóbrios, mas em uma combinação sensual. Formalmente, a nova estação de base se desenvolve diretamente a partir da função de transporte que precisa desempenhar. O desejo de legibilidade e transparência define a escolha do material. O vidro revela toda a parte técnica interna e permite prever a viagem até o cume. O concreto ancora a construção no terreno inclinado, criando um contrapeso, portando uma estrutura metálica (organizada como uma treliça metálica, e um filigrana), o que tira o peso da cobertura.

A construção visível da treliça espacial (com seus cordames e os perfis escolhidos) surgiu diretamente influenciada pelas condições de vento e clima prevalecentes, sempre levando em consideração o desafio ao vento, às chuvas e às nevascas.

Cortesia de Driendl Galzigbahn
Cortesia de Driendl Galzigbahn

Ainda assim, a camada de vidro acima do enorme pedestal de concreto parece bonito, enquanto adentra o vale com uma unidade elegante, tornando-se uma arquitetura cujo resultado fica entre o ousado e o simples abrigo dos dispositivos técnicos. É uma daquelas situações raras quando evolução arquitetônica e inovação tecnológica trabalham lado a lado, onde a arquitetura é um parceiro igual de tecnologia, até mesmo o seu catalisador.

A arquitetura habilmente minimalista enquadra os impressionantes novos movimentos na montanha de Galzigbahn. A gôndola entra no edifício e uma gigante roda leva-a a um ponto que permite que os usuários possam acessá-la ao nível do solo. A cabine rotaciona-se para a direção oposta: os passageiros são levantados, juntamente com a gôndola, e flutuam acima dos telhados sobre a paisagem rural da região, através da estrutura envidraçada. O passageiro conquista o espaço através do teleférico, começando no interior, seguido pelo exterior, confundindo os limites espaciais. Os arquitetos lotaram o edifício de um pictograma de Galzigbahn. Uma arquitetura funcional tão vívida e sensual quanto ela pode ser.

Cortesia de Driendl Galzigbahn
Cortesia de Driendl Galzigbahn

Especificações:

Construção de uma estação de teleférico, incluindo instalações auxliares: espaços públicos na bilheteria, áreas de depósito, logística, instalações de gestão de resíduos e garagem no subsolo. Cliente: Arlberger Bergbahnen AG, Boznerplatz 6, 6020 Innsbruck

Construção externa:

O volume consiste de um enorme pedestal de concreto que flutua sobre duas paredes (norte e sul) e é sobreposta por uma construção de vidro. Esta camada de proteção às intempéries é auto-portante e estendida ao longo de toda a estação, sem a necessidade de pontos de apoio - devido a uma estrutura de barras circulares de apoio, uma espécie de treliça espacial (organizada através de contraventamentos triangulares) que sustenta o peso da cobertura para a construção de concreto e aço. Para fazer a estrutura do espaço parecer algo como um filigrana, as forças das barras foram otimizadas.

A massa de concreto constitui-se no contrapeso para o cabo de tração, devido ao seu ângulo crescente, de acordo com a inclinação do terreno.

Cortesia de Driendl Galzigbahn
Cortesia de Driendl Galzigbahn

A entrada para os usuários situa-se na parede norte, onde um grande portal de concreto e aço funciona como uma proteção contra intempéries. Esta cobertura também oferece espaço para inserções publicitárias. Devido ao revestimento transparente, bem como o deslocamento das salas de escritório (que foram inseridas previamente no interior do edifício), os teleféricos, assim como a área de entrada (bilheteria) são o centro das atenções. O volume envidraçado descreve uma curva elegante, enquanto flutua sobre as enormes paredes de concreto no vale.

Conceito espacial:

28 cabines / 24 pessoas cada

Velocidade máxima de 6 m / s

Cortesia de Driendl Galzigbahn
Cortesia de Driendl Galzigbahn

A gôndola adentra no edifício e uma roda gigante leva-a para um ponto que permite que os usuários possam acessá-la ao nível do solo.

Cortesia de Driendl Galzigbahn
Cortesia de Driendl Galzigbahn

A primeira coluna do cabo de suspensão está integrada ao terminal e assim garante uma vista panorâmica sem impedimentos. Uma estrutura leve e ritmada garante a experienciação do espaço dinâmico: O passageiro deixa a área de entrada sombreada, adentra o espaço banhado de luz do grande salão, testemunhando uma imponente peça técnica de troca de teleféricos.

Planta Baixa - 1° Pavimento
Planta Baixa - 1° Pavimento

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Driendl Galzigbahn
Escritório
Cita: "Terminal Base Galzigbahn / Driendl Galzigbahn" [Basis Terminal Galzigbahn / Driendl Galzigbahn] 29 Ago 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/137287/terminal-base-galzigbahn-slash-driendl-galzigbahn> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.