O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Museu
  4. Austrália
  5. Cox Rayner Architects
  6. Museu da Era Australiana dos Dinossauros / Cox Rayner Architects

Museu da Era Australiana dos Dinossauros / Cox Rayner Architects

  • 11:00 - 27 Agosto, 2013
  • Traduzido por Maria Julia Martins
Museu da Era Australiana dos Dinossauros / Cox Rayner Architects
Museu da Era Australiana dos Dinossauros / Cox Rayner Architects, © Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

© Christopher Frederick Jones © Christopher Frederick Jones / Angus Martin Photography © Christopher Frederick Jones © Christopher Frederick Jones + 13

Do arquiteto.

Apesar de relativamente pequeno, o Museu da Era Australiana dos Dinossauros é o mais importante edifício público de Cox Rayner hoje. Também é grande pelo seu papel fundamental em uma grande operação de recuperação e conservação dos achados de dinossauros da Austrália, um dos cinco mais importantes em todo o mundo.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

Está espetacularmente situado na borda de um planalto remoto ao norte de Queensland e projetado para amplificar a sua configuração na vasta paisagem aluvial. A maior finalidade do projeto foi desenvolver uma abordagem nova e diferente para a criação de uma arquitetura rural contemporânea australiana.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

O prédio conta com centro de visitantes, um hall para coleções com clima controlado, administração, loja do museu e confortáveis espaços de reunião ao ar livre. A experiência de se aproximar, entrando e caminhando através dos espaços, é concebida para acentuar a afinidade com a paisagem imediata.

Nossa paixão pela obra e pela família Elliott, que transformou criadores de gado em paleontólogos resultaram em extraordinárias de paredes de barro, telas efêmeras, articulações e luzes criando a nossa mais "completa" obra arquitetônica.

Fachadas
Fachadas

Como observado na descrição do projeto, a idéia central era criar uma nova tipologia da arquitetura contemporânea australiana, distinto daquela estereotipada, o que constitui uma extensão intrínseca da paisagem natural. Neste caso, essa idéia se manifesta em um museu que é feito da terra em que se localiza. Suas formas e detalhes fazem referência às fissuras e outras características do ambiente do planalto, criando uma presença camuflada em cima da rocha.

A experiência de chegada e entrada acentua esse conceito através de uma abertura estreita para uma série de espaços fechados em de caverna, ou a um volume espacial que pode ser aberto e assume o caráter de um amplo guarda-sol australiano. O conceito não é tanto para replicar os dinossauros, mas para gerar um ambiente sinérgico com o planalto e o poder robusto do dinossauro, que 100 milhões de anos atrás percorriam uma paisagem que pouco mudou ao longo deste tempo.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

Público e benefícios culturais: O museu é fundamental para o renascimento da comunidade de Winton, tanto através da participação quanto da visitação. Tem sido um sucesso dramático. O Museu também é da Austrália, dedicado primeiro a conservação do nosso patrimônio e um dos poucos deste tipo no mundo.

Relação entre forma e contexto: O projeto é uma extensão horizontal da paisagem planáltica e uma extensão vertical da montanha, simultaneamente, uma camuflagem "presente", assim recebe destaque ao mesmo tempo que é efêmero. Suas áreas sombreadas externas lembram os pubs históricos da cidade, e as telas perfuradas enferrujados, feitas à mão, derivam de padrões de sombra das árvores do local.

© Christopher Frederick Jones / Angus Martin Photography
© Christopher Frederick Jones / Angus Martin Photography

O programa: O programa se encaixa precisamente com a família Elliott e sua capacidade de lidar com habilidades variadas de pessoas, para inferir a complexidade dentro de uma estrutura simples e para criar uma seqüência de experiências e pontos de destino.

Custos: Nunca antes em nossa experiência vimos um projeto alcançar tanto por tão pouco, de pessoas (arquitetos, construtores, membros da comunidade) que doam tempo e materiais para cumprir uma paixão, o custo total inferior a 1 milhão de dólares.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

Além do que foi dito acima, a doação na noite de abertura foi de 1 milhão de dólares para executar o museu, por membros da comunidade de Winton. A abertura é testemunho de seu papel na revitalização da região.

Sustentabilidade: A Era dos Dinossauros Australiana é inerentemente sustentável. É quase totalmente formada da terra de seu local e foi construída pelo trabalho da comunidade local. Sua água é proveniente de um poço nas proximidades, e sua energia provém de geradores locais. Muito pouco de seus elementos são adquiridos ou importados de fora da região. Os brises solares são chapas de ferro naturalmente enferrujadas, perfuradas à mão, e os painéis de terra são texturizados usando os mesmos moldes de látex que são usados ​​para embalar e proteger os fósseis de dinossauros.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

O encontro dos espaços internos e externos são ventilados naturalmente.

© Michael Rayner
© Michael Rayner

Do ponto de vista mais amplo, o edifício foi projetado para ter impacto mínimo em sua paisagem. Mesmo se fosse para durar gerações, a sua construção e materialidade permitiria a durar mais tempo do que a arquitetura leve e pré-moldada. Nós realmente acreditamos que o museu encarna um novo vocabulário para a arquitetura australiana sustentável.

Planta
Planta

Do ponto de vista mais amplo, o edifício foi projetado para ter impacto mínimo em sua paisagem. Mesmo se fosse para durar gerações, a sua construção e materialidade permitiria a durar mais tempo do que a arquitetura leve e pré-moldada. Nós realmente acreditamos que o museu encarna um novo vocabulário para a arquitetura australiana sustentável.

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Museu da Era Australiana dos Dinossauros / Cox Rayner Architects" [Australian Age of Dinosaurs Museum / Cox Rayner Architects] 27 Ago 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Martins, Maria Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/136731/museu-da-era-australiana-dos-dinossauros-slash-cox-rayner-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.