O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Áreas De Descanso
  4. Noruega
  5. Carl-Viggo Hølmebakk
  6. 2010
  7. Área do Cais da Balsa de Jektvik / Carl-Viggo Hølmebakk

Área do Cais da Balsa de Jektvik / Carl-Viggo Hølmebakk

Área do Cais da Balsa de Jektvik / Carl-Viggo Hølmebakk
Área do Cais da Balsa de Jektvik / Carl-Viggo Hølmebakk, Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk
Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk

Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk + 14

  • Arquitetos

  • Localização

    Jektvik, Noruega
  • Arquiteto Responsável

    Carl-Viggo Hølmebakk, Manthey Kula (staff in pre-project phase)
  • Co-Workers

    Rickard Riesenfeld, Beate Hølmebakk, Per Thamsen
  • Ano do projeto

    2010
  • Consultores

    Finn-Erik Nilsen (civil engineering), Kristoffer Apeland AS (RIB description), Aalerud Hamar (HVAC), IBR elprosjekt (RIE)
  • Construtora

    Midt North Project AS
  • Mais informações Menos informações
Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk
Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk

Descrição enviada pela equipe de projeto. Apesar do programa informal o pequeno edifício de serviços no terminal da balsa de Jektvik terminal, o projeto é muito mais um experimento. Além de conhecer algumas funções muito pragmáticas - a sala de espera e dois banheiros - o projetos é, em primeiro lugar, sobre a transparência e a construção e as conseqüências arquitetônicas deste. O veículo para este estudo é construído da seguinte forma: uma estrutura de alumínio modular, pré fabricada, resistente as cargas tem uma fachada retorcida envidraçada. Ou seja, que um sistema de fachada EE ("envidraçamento estrutural") está montado com exterior para o interior. Ambas as paredes e o teto têm essa estrutura e os quartos parecem interiores com superfícies de vidro muito planas.

Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk
Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk

As unidades de vidro, que são compostas de várias combinações de vidro fosco e colorido dão variações de transparência e translucidez para as peças laterais e os arredores. No exterior da estrutura de suporte em alumínio está montado um trabalho em ripas de pinho de 48x48 de aproximadamente 250 milímetros. O trabalho de ripa faz a base para uma pele exterior transparente de poliéster reforçado. A pele de fibra de vidro não é lançada contra uma forma suave (como por exemplo, um barco), mas pendurada no trabalho de madeira como um pano molhado antes que endureça. Os trabalhos em fibra de vidro foram, como na estrutura principal, feitos dentro de uma sala de produção fechada em Hamar, antes a casa foi levada em seis partes de carro para Helgeland, no norte da Noruega. As principais empresas subcontratadas para a casa foram um empreiteiro de vidro e uma empresa de construção de barcos. Todas as instalações técnicas e iluminação são posicionados, parcialmente visível, na zona entre o vidro e a fibra de vidro.

Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk
Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk

Sobre o teto de vidro plano esta essa zona funcionando como um sótão frio, que compreende ventilação agregada, orientação técnica e iluminação. A título de trabalho para o projeto era "o camarão", porque a estrutura da casa e os órgãos internos estavam parcialmente visíveis através das camadas transparentes de vidro e fibra de vidro. O método construtivo especial gerou uma casa com muitos detalhes exigentes. O edifício é universalmente acessível, com entradas de cadeira de rodas no nível da área circundante. Um piso de grade de aço está cercando o prédio inteiro, de modo que as paredes transparentes podem ser rastreadas por todo o caminho até o chão. O espaço abaixo da grelha é também a câmara de entrada para ventilação de ambas peças e a estrutura de parede dupla. A iluminação geral é composta por luminárias LED lineares que são montadas nas vigas do teto. Há também luzes montadas que fornecem iluminação concentrada para as peças abaixo.

Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk
Cortesia de Carl-Viggo Hølmebakk

São usadas cores e contrastes visuais adaptados para os visualmente debilitados. A situação e o volume de construção são aplicados para dar ao projeto uma aparência arquitetonicamente mais relaxada. A forma de "vento esquisito" dá um espaço ao ar livre isolado atrás do prédio existente do quiosque. Esta área ao ar livre é definida também por uma cabine de telefone remodelada, colocada pelo Museu Norueguês de Telecomunicações. A edificação do quiosque recebeu uma renovação geral. Uma extensão do edifício do quiosque para o sul está sendo planejada para dar lugar a um snack-bar e um serviço de informação melhorado.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Área do Cais da Balsa de Jektvik / Carl-Viggo Hølmebakk" [Jektvik Ferry Quay Area / Carl-Viggo Hølmebakk] 01 Ago 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Márquez, Leonardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/131750/area-do-cais-da-balsa-de-jektvik-slash-carl-viggo-holmebakk> ISSN 0719-8906