O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. SN House / Studio Guilherme Torres

SN House / Studio Guilherme Torres

SN House / Studio Guilherme Torres
SN House / Studio Guilherme Torres, © Denilson Machado
© Denilson Machado

Perfeita para os momentos de lazer de uma família numerosa, esta casa no interior do Paraná parece flutuar. Isso graças à volumetria e aos grandes vãos sem pilares desenhados pelo arquiteto Guilherme Torres.

© Denilson Machado

Do desnível de quase 3m do terreno, veio a idéia de uma residência com o pavimento principal em balanço para reservar mais espaço à área de lazer no nível inferior. “Ancorei a casa no declive”, diz o arquiteto paranaense Guilherme Torres. ”Assim liberei o terreno embaixo para o jardim, a piscina e as salas de convivência.” O relevo irregular, foi vencido por um monumental bloco de concreto protendido que contém cabos de aço de alta resistência tracionados e presos dentro da própria laje. Esse recurso permitiu o vão livre de 17,50m, além dos 4,5m em balanço que avançam sobre o muro que delimita a área de lazer.

© Denilson Machado

Suspensa e sem pilares, a construção traz formas retas, puras e simples. Em contraste com a alvenaria branca, revestimentos de pedra e madeira têm o poder de aquecer o visual sem romper com o ar contemporâneo da proposta. “Como são naturais, carregam certa rusticidade e promovem aconchego”, pondera o autor. O funcionamento independente entre os andares foi outra solução acertada.

© Denilson Machado

No dia-a-dia a vida da família se dá no pavimento térreo, onde foram distribuídos a cozinha, as salas de estar e jantar e os quartos, acessado pela rampa lateral da garagem até o hall superior, de onde parte a distribuição para todos os ambientes. Mas nos fins de semana, gostam de acolher a família numerosa em encontros na espaçosa e confortável área de lazer, com piscina, jardim, churrasqueira e duas generosas salas de estar.

© Denilson Machado

O projeto utiliza captação de águas pluviais para reuso e o sistema de aquecimento é solar tanto para chuveiros e torneiras quanto para a piscina.

Toda a residência foi projetada considerando o eixo solar e perfil natural do terreno. Para não abrir mão da vista e ao mesmo tempo manter a privacidade, todo o bloco de dormitórios recebeu um fechamento de brises de madeira, e graças a este recurso a casa pode permanecer de janelas abertas e ter ventilação cruzada permanente.

© Denilson Machado

1. Sustentabilidade ambiental

O projeto utiliza captação de águas pluviais para reuso. O sistema de aquecimento de água é solar, tanto para chuveiros e torneiras quanto para a piscina. Todos os materiais utilizados são locais, e com certificação, como no caso das madeiras. Para a pintura da residência foram utilizadas tintas não poluentes, assim como vernizes para madeira a base de água.

© Denilson Machado

2. Acessibilidade

O pavimento térreo concentra a área de lazer da residência e não possui nenhum obstáculo ou degrau. Este pavimento possui um lavabo e vestiário.

© Denilson Machado

O pavimento superior possui uma rampa externa para veículos porque esta casa foi projetada para funcionar como uma casa térrea no dia a dia. Como a garagem chega diretamente neste pavimento, onde ficam área social, íntima e serviços, também não há obstáculos que impeçam a circulação.

3. Conforto Termoacústico

Toda a residência foi projetada levando em consideração o eixo solar vs. perfil natural do terreno. A face leste da casa possui vista para um boulevard dentro do condomínio. Para não lançar mão da vista e ao mesmo tempo manter a privacidade, todo o bloco de dormitórios recebeu um fechamento de brises de madeira. A face oeste é onde se concentra a circulação e graças a este recurso, a casa pode permanecer de janelas abertas e ter ventilação cruzada permanente. As salas de estar estão orientadas para a face sul e graças a isso, não se fez uso de cortinas. A face norte abriga o setor de serviços. Toda a parte de lazer, no subsolo, ficou com as paredes de concreto expostas, o que garante um conforto térmico permanente.

© Denilson Machado

Em toda a cobertura da casa foram utilizadas telhas ecológicas, produzidas com embalagens tetraplac reciclados, o que garante alta eficiência da refração da luz e calor.

4. Economia na obra

O projeto respeitou o perfil natural do terreno, com um aclive de 3m em relação à rua. O projeto sugere uma suspensão dessa residência nesta cota criando um vão livre sob a área intima. Para obter o vão de mais de 17,5 metros de comprimento, foram empregadas vigas protendidas. A técnica por um lado despende um custo inicial mais alto que o tradicional, mas a simplicidade da planta livre a lógica das tubulações hidráulicas acabam por compensar este investimento.

© Denilson Machado

O arrimo que foi criado na construção é parte integrante do projeto, as paredes de concreto que podem ser vistas no home theater e sala da família. Os materiais empregados são simples, porém utilizados exaustivamente, o que confere elegância e ao mesmo tempo racionalidade a obra. Pouquíssimo entulho foi produzido por esta obra, que contou com um plano de gerenciamento de resíduos.

Corte AA

 

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Studio Guilherme Torres
  • Ano: 2010
  • Área construída: 843 m²
  • Tipo de projeto: Residencial
  • Status:Construído
  • Materialidade: Pedra e Vidro
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Londrina, Brasil
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Guilherme Torres
  2. Celso Oshiro
  3. Jean Oliveira
  4. Rafael Miliari
  5. Raphael Lima
  6. Vanessa Bercini

Informação Complementar:

  1. Fundação E Estrutura: Zocco Projetos Estruturais
  2. Projeto Hidráulico: Engenheiro Carlos Ruzzon
  3. Projeto Elétrico: Engenheiro Carlos Ruzzon
  4. Paisagismo: Flora Decari - Ricardo Armando

 

  1. Fornecedores:
  2. Piso Cumaru: Casa e campo
  3. Pedra madeira: Pedras decorativas Monte belo
  4. Silestone branco: Execução Marmoraria Athenas
  5. Vidrotil: Casa Objeto
  6. Aquecimento solar: Piramide Aquecimento Solar
  7. Marcenaria porta entrada: Casa e campo
  8. Marcenaria banheiro casal: Marcenaria Oliveira
  9. Marcenaria armário cozinha: Florense
  10. Porcelanato: Conceitual acabamentos
  11. Mármore branco piguês: Material - Euromax Mármores
  12. Execução: Marmoraria Athenas
  13. Louças e metais: Casa Objeto

Sobre este escritório
Studio Guilherme Torres
Escritório
Cita: Joanna Helm. "SN House / Studio Guilherme Torres" 13 Dez 2011. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/11085/sn-house-studio-guilherme-torres> ISSN 0719-8906