Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Tian Yangbei Garden / Spark

Tian Yangbei Garden / Spark

© Sun Xiangyu © Sun Xiangyu © Sun Xiangyu © Sun Xiangyu + 14

Pequim, China
  • Arquitetos: Spark
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 1300.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2012
  • Fotógrafo Fotografias: Sun Xiangyu
  • Contratante

    Skyocean Land Real Estate Investment Co., Ltd.
  • Iluminação

    Beijing Leuchte Lighting Design Co.,Ltd
  • Engenharia

    Spark
  • Paisagismo

    Miland Design Beijing
  • Interiores

    BLVD International
  • Orçamento

    USD 516,000
Mais informações Menos informações
© Sun Xiangyu
© Sun Xiangyu

Descrição enviada pela equipe de projeto. Uma única peça de arquitetura com suas formas prismáticas, planos irregulares e volumes ondulantes, evocando pensamentos de uma rocha intacta em um jardim, foi o desafio apresentado para o BLVD Interior Design Studio. A tensão primitiva e pura de um "diamante bruto" foi o início da jornada inspiradora para criar um interior digno de transformar a energia dentro do espaço tridimensional e estimular cada canto disponível. O resultado é uma interpretação da "estrutura do diamante" - os átomos de carbono arranjados em variações de faces centradas na estrutura cristalina - a criação de um espaço dramático, teatral e cultural, que manipula a luz e a sombra, sólido e vazio e se integra perfeitamente com a arquitetura.

© Sun Xiangyu
© Sun Xiangyu

A linguagem do design, estilo e ambiente da Sales Gallery and Showroom, promovendo propriedades residenciais contemporâneas para jovens dinâmicos e profissionais com alta mobilidade em seus vinte ou trinta anos, são necessários para comunicar a tendência e o estilo de vida. A geometria prismática que é forte, corajosa, confiante e definitiva, bem como as características necessárias no mundo profissional de hoje, refletem a cristalização inerente a um diamante bruto, foi a inspiração para este interior dinâmico. Triângulos esculpidos em superfície irregular - vertical, inclinada ou horizontal, fundidos ou livres; que podem ser usados como parede, janela e cobertura ou ainda como uma peça de mobiliário - define, demarca e dramatiza uma forte identidade visual e dissemina a idéia inicial do conceito. Uma abundância de luz natural de todos os lados do pavilhão abraça o espaço interior, criando padrões animados através das sombras que se movem.

Corte
Corte

O planejamento do espaço é bastante simples, com a maioria dos espaços de visitantes situada no piso térreo, os funcionários e os espaços administrativos no primeiro andar, com exceção de duas salas VIP e uma sala de conferência. Na entrada o visitante é recebido com elementos geométricos com paredes inclinadas que funcionam como mapa de exposições, enquanto para esquerda, o prisma monolítico como recepção "cresce" para fora da superfície do piso e orienta-o para o espaço do salão principal, o coração da Galeria, enquanto a mesa, já não mais no espaço de recepção, se transforma em um bar que serve o salão. Quando se encontra a caminho deste salão, o volume tridimensional da Galeria também evolui despercebido em um espaço de pé-direito duplo, dramático e abraçado em  todos os lados por planos facetados, sólidos e transparentes do diamante bruto. Uma sala de conferência semelhante a uma pedra preciosa com saliências e cortada no lado oposto, como se notificasse o fim da viagem ou o resultado final da grade que cristaliza no diamante acabado.

© Sun Xiangyu
© Sun Xiangyu

O salão triangular é semelhante a fragmentos caídos de vidro, fragmentos da criação da cobertura são dispostos em uma forma corajosa para ajudar uma série de tarefas de negociações. Cromo polido, bancos de couro branco e mesas de café, um cenário sofisticado e modernista, compões o restante, espaço do lounge mais convencional que está ao lado do pátio ajardinado. Além das áreas de estar, formando um cenário marcante para o lounge, as salas VIP são discretas e encapsuladas em uma escultural caixa de madeira proporcionando um ambiente acolhedor e mais seguro, como demanda este tipo de espaço. As listras escuras contrastantes no teto com iluminação alinhada, define os aspectos esculturais enquanto ecoa o padrão azul vibrante no tapete, trazendo um toque de cor para o espaço que geralmente é branco puro. Imediatamente à direita da entrada, a viagem para o primeiro andar começa através de um túnel com escadas que parecem ser esculpidas em um único bloco de madeira maciça, acrescentando um toque de calor e textura para o interior. A iluminação escondida no teto e no corrimão, escavado na superfície lateral, guia o visitante para as salas VIP e a sala de conferência principal.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

Linhas dinâmicas e criativas foram desenhadas, as formas foram moldadas e uma escultura que pode ser habitada foi criada refletindo o eterno poder, vitalidade e beleza sem idade, de um objeto precioso que nasce da própria terra, esperando apontar o caminho e abrindo uma porta para uma vida otimista do futuro para uma geração mais jovem. Uma joia que se senta pacientemente em um belo jardim à espera de ser descoberta mais uma vez.

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: Chaoyang

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Tian Yangbei Garden / Spark" [Tian Yangbei Garden / Spark] 27 Mar 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/104208/tian-yangbei-garden-slash-spark> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.