O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Escolas
  4. Reino Unido
  5. Aedas
  6. 2012
  7. Holland Park School / Aedas

Holland Park School / Aedas

Holland Park School / Aedas
Holland Park School / Aedas, Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

Cortesia de Aedas Cortesia de Aedas Cortesia de Aedas Cortesia de Aedas + 18

  • Arquitetos

  • Localização

    Londres, Reino Unido
  • Engenheiro Estrutural

    Buro Happold
  • M&E Consultant

    Buro Happold
  • Inspetor de Quantidade

    Gardiner And Theobald
  • Paisagismo

    The Landscape Partnership
  • Cliente

    The Royal Borough of Kensington and Chelsea
  • Área

    20,000 m2
  • Ano do projeto

    2012

Descrição enviada pela equipe de projeto. Quando foi inaugurado, em 1958, Holland Park tornou-se o primeiro completo do país e foi elogiado por dar início a uma nova era na educação,  mas nas décadas que se seguiram a escola tornou-se a palavra de ordem para todos os males do sistema de ensino. Na última década, no entanto, graças à liderança e empenho da equipe e do Royal Borough of Kensington e Chelsea, tem havido uma notável transformação nos padrões de educação e nas notas obtidas, na medida em que a escola é agora considerada como um das melhores escolas estaduais em Londres.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

Uma das maiores ameaças para manter esses padrões elevados foi colocada pelos edifícios da velha escola. Os edifícios existentes, distribuídos por uma grande área  para os padrões centrais de Londres, foram separados por um passeio público e unidos por uma passarela. Isso não só significa que o tempo valioso de ensino foi perdido cada vez que havia uma transição de classes, mas os espaços em si se tornaram impróprios para fins caracterizados por estreitos corredores, salas de aula insuficientes e apertadas e um layout que não era adequado às necessidades de aprendizagem modernas . Adicione à mistura o fato de que o projeto de 1950 levou pouco em conta  das necessidades das pessoas com deficiência, além dos pisos rangendo, sistemas de aquecimento e ventilação que estavam desesperadamente precisando de substituição e decisões difíceis que tinham que ser enfrentadas.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

Reparação e remodelação foram consideradas, mas o custo envolvido, a ruptura da escola e o fato de que ambas as opções ainda não resolveriam o espaço fundamental e problemas de layout, foi o que se levou em consideração. Com uma nova construção nas cartas, fazia sentido consolidar todas as instalações dentro de uma implantação mais compacta dentro de um único edifício, liberando terra ao sul, que poderia ser vendida. Mais importante ainda, com os valores altos  de terrenos na área, a posterior venda pagou o custo da nova escola, sem ter que recorrer a qualquer envolvimento do contribuinte.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

Com o sumário de notas para criar um edifício que "nem se parece ou se sente como uma escola, o projeto de Aedas procurou manter a quantidade equivalente de espaço de recreio externo e consolidar o espaço interno e proporcionar um ambiente de ensino moderno, flexível. O projeto compreende uma estrutura grande e única disposta em seis níveis, orientadas norte-sul e incorporando um átrio central que fornece o centro social com asas de ensino de ambos os lados, bem como permite que a luz natural atinja em profundidade o interior. As salas de aula em geral estão localizados no lado leste mais silencioso do edifício, enquanto as salas de aula especialistas maiores e instalações de esportes mais barulhentas estão localizadas no lado oeste do edifício de frente para o parque vizinho.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

A construção de Shepherd começou suas obras na escola de 17000m² em Fevereiro de 2010. Um dos principais desafios foi a necessidade de minimizar a perturbação do ambiente escolar necessitando de um programa de construção de quatro fases compreendendo a demolição do velho bloco de ensino, o edifício principal, a demolição dos edifícios restantes antes do paisagismo e criação de campos de competições e parque de estacionamento no subsolo. Os 1.500 alunos e 100 funcionários foram realocados em acomodações de alto nível temporárias compreendendo um edifício de quatro andares totalmente equipado com 156 módulos de blocos de sala de aula e uma unidade de dois andares  com 14 módulos de recepção. Isso permitiu o adiantamento da demolição de algumas das áreas de ensino. Logísticas apertadas, principalmente com acesso restrito à fachada ocidental, e a proximidade de uma região residencial perto do local também foram desafios apresentados para a equipe local.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

Depois de completar a primeira fase de demolição, o programa começou acumulando estacas ao redor do perímetro do terreno e fundações profundas estrategicamente posicionadas sendo colocadas no lugar antes que os fixadores de solo fossem instalados para suportar  a piscina de 25 x 10 metros. O posicionamento das plantas e armazenamento foram críticos nesta fase e foi necessário uma estreita comunicação entre o subempreiteiro Balfour Beatty Ground Engineering e as trocas acompanhadas  para garantir que informações precisas fossem divulgadas. Cerca de 4.000 toneladas de tijolos e concreto da fase de demolição foram reutilizados para formar uma esteira de entulho para as plataformas de empilhamento, que liberou 400 movimentações de caminhões que teriam que ser feitas, se o material tivesse sido transportado para fora do local.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

Para manter os moradores estreitamente informados sobre os próximos passos do programa de construção a equipe organizou boletins informativos freqüentes e reuniões. Isso foi particularmente importante durante a escavação da maior parte da cave para criar a piscina, salão de esportes e área de jantar, quando mais de 2.000 caminhões de lama foram removidos. Um sistema de gerenciamento de tráfego rígido foi planejado e para manter as estradas limpas uma instalação de lavagem de rodas e os serviços de um gari foram empregados. Para fornecer benefícios adicionais para o programa, a M & E specialist SES utilizou instalações da empresa de pré-fabricação SESP RISM para efeito integral no projeto. Com mais de 25.000 m de serviços dentro dos módulos pré-fabricados, e as plantas das salas  totalmente modularizadas, patins e tirantes SES foram capazes de reduzir significativamente o número de horas gastas no local assim como melhorar a certeza da colocação. O projeto do edifício incorpora uma estrutura de aço na fachada oeste para facilitar as longas colunas sem vãos para o ginásio de esportes, e uma estrutura de concreto no lado leste. Dada a localização da escola dentro de uma área de conservação e ao lado do maior parque do bairro, o projeto Aedas centrou-se na criação de uma relação harmoniosa com os prédios residenciais locais e acentuou as conexões com o parque. Isto foi conseguido, em parte, através da adição de uma fachada impressionante feito de latão, cobre e bronze, que acrescenta caráter para a construção e integra-se com a natureza fortemente arborizada do local. Um brise curvo suaviza o impacto do grande edifício e também cumpre sua função primária de reduzir substancialmente o ganho solar e brilho.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

O desempenho ambiental do edifício foi uma consideração importante e resultou na instalação de tecnologias de baixo carbono, como um sistema de troca de calor com o solo,  cogeração de caldeiras e tanque de colheita de água da chuva.  A orientação do edifício,persianas massivas e icônicas previnem ganho excessivo de calor nas salas de aula e átrio, enquanto uma massa térmica elevada e ventilação controlada BMS reduz a necessidade de refrigeração. A construção das novas instalações foram concluídas em setembro de 2012 e, apesar de estar em um local menor a nova escola é maior do que sua antecessora, como resultado de um projeto mais eficiente e uso inovador de espaço. Junto com o átrio, as paredes interiores de vidro e espaços abertos criaram a transparência que a escola estava procurando, e suficientes áreas informais de interação social.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

O subsolo abriga as quatro quadras esportivas, piscina, sala de fitness, estúdios de dança, oficina de tecnologia de alimentos, área de refeições e vestiários. O layout do térreo inclui a entrada principal, salas administrativas e de reuniões e salão de assembleias  enquanto que o primeiro andar abriga o centro de aprendizagem e recursos com  salas de informática, salas de aula flexíveis com armazenamento dedicado, laboratórios de ciências e a sexta área de forma. O restante das 36 salas de aula estão alojadas no segundo andar até o quarto, juntamente com áreas especializadas de ensino para a ciência, arte, teatro, design e tecnologia, informática e música, e áreas sociais. A sala de professores e um terraço ao ar livre estão localizados no quinto andar. Para corresponder às necessidades modernas dos estudantesconhecedores de tecnologia, conectividade também foi construída na estrutura do edifício permitindo pontos de encontro e áreas de estudo tranqüilas localizadas por toda a escola.

Cortesia de Aedas
Cortesia de Aedas

A construção agora virou-se para a demolição dos prédios remanescentes e da criação dos espaços externos, o que vai realmente aumentar quando o trabalho estiver concluído em 2013, novamente através de um layout mais eficiente. Em vez das áreas de asfalto que eram utilizadas para formar os campos ao ar livre, uma área de jogos multiuso do tamanho de quatro quadras de tênis será criada em conjunto com um relvado sintético para qualquer tempo e quadra de esportes informal coberta e áreas de ensino. Desde a abertura a nova escola foi bem recebida pelos funcionários e estudantes. Colin Hall, chefe de Holland Park, disse: "Nós achamos que o nosso novo edifício é 'icônico', dinâmico, original e maravilhosamente construído. É um novo marco de Londres, estabelecendo um novo padrão para tais edifícios públicos. Temos toda a confiança de que nossos alunos irão absorver seu esplendor e pagar o investimento, continuando a ter sucesso tão espetacularmente. É um momento esplêndido na hora de começar um novo capítulo da história no New Holland Park School ".

Planta Primeiro Andar
Planta Primeiro Andar

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Holland Park School / Aedas" [Holland Park School / Aedas] 10 Mar 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Alves, Jorge) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/101794/holland-park-school-slash-aedas> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.