Grande Museu do Mundo Maia de Mérida / Grupo Arquidecture

Grande Museu do Mundo Maia de Mérida / Grupo Arquidecture

© Alessandra Ortíz© Rocío Rojo© Héctor Velasco© David Cervera+ 31

Mérida, México
  • Colaboradores:Luis De La Rosa, Alma Villicaña, Carlos Guardián, Mariana Farfán, Julio Rosas, Aída Ordóñez, Fabián Rosas, Ricardo Combaluzier
  • Structural Design :Rodolfo José Pascacio Sánchez
  • Electrical Engineer:Rafael Sánchez Buenfil
  • Hydraulic And Sanitary Engineer:Sergio Villalobos Cob
  • Special Systems:High Tech Services
  • Air Conditioning Engineer:Pedro Ponce Palomeque
  • Landscape:Tania Domínguez Esquivel
  • Furniture:Rafael Piña Pardío
  • Architectural Design:Grupo Arquidecture (4A Arquitectos)
  • Equipe De Projeto:Ricardo Combaluzier, Enrique Duarte, William Ramírez, Josefina Rivas
  • Cidade:Mérida
  • País:México
Mais informaçõesMenos informações
© David Cervera
© David Cervera

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Grande Museu do Mundo Maia é um edifício com uma expressão contemporânea sobre a adoração dos Maias. Em vez do que a civilização construiu, encontramos nessa busca um símbolo recorrente, um elemento chave na visão cósmica da cultura maia: Ceiba, a árvore sagrada, cujas raízes penetram e conformam o submundo, o nível do tronco estabelece onde as atividades da vida diária realizam-se sob a sombra de sua fronde que espalha seus ramos para o céu e a transcendência humana.

Planta Primer Nivel
Planta Primer Nivel

Planta de ConjuntoDetalle CeibaPlanta BajaCorte 1+ 31

Com este conceito de criação do mundo a partir de três pedras e a árvore Ceiba, apresentamos o projeto arquitetônico integrando as necessidades do programa e espaços necessários para as diferentes atividades funcionais, o conceito de projeto estrutural que dá suporte físico para a construção e para as infraestruturas incentivando e apoiando todas as áreas do museu. A coleção do museu, adegas de trânsito, áreas de pesquisa e estudo da grande aquisição arqueológica e um estacionamento para carros localizam-se no nível das raízes da Ceiba.

© Héctor Velasco
© Héctor Velasco

Ao nível do "tronco da Ceiba" estão a escadaria, o saguão principal, bilheteiras, chapelaria, 2.000 m2 de salas de exposições permanentes e 600 m2 para exposições itinerantes, o escritório de relações públicas, creche, restaurante com terraço, loja de souvenirs e um bar varanda. Os escritórios executivos e administrativos localizam-se no "Caule da Ceiba", assim como as salas de exibição de filmes, que inclui as facilidades de instalações para várias atividades artísticas e culturais, bem como a sala polivalente. Entendemos a sustentabilidade como parte integrante de qualquer projeto e neste sentido os aspectos considerados foram:
   
Meio Ambiente
Localizado no coração de um subcentro urbano importante no norte de Mérida, o projeto eleva a busca de ventilação e iluminação natural, utilizando sistemas passivos para alcançar benefícios de energia e conforto ambiental. O átrio principal coberto e protegido por "La Ceiba", possui um núcleo oco, juntando os diferentes andares do edifício.

© David Cervera
© David Cervera

Sociedade
Projetamos um museu abrangente, que pretende fazer todos os espaços adequados para todos os usuários. A rampa espiral, um elevador ao nível do passeio e outro no estacionamento, permitem acessibilidade universal com dignidade. Sinalizações em braille, todas as facilidades nos corredores e banheiros para as pessoas idosas ou deficientes, áreas de descanso durante o passeio, além de espaços para os trabalhadores melhorarem suas qualidades de vida. O maquinário e as salas de equipamentos são projetadas para ambos (tanto as máquinas, quanto as pessoas que as operam), concedendo aos trabalhadores a mesma importância que os visitantes.

Economia
Significativas diretrizes de racionalidade econômica foram seguidas, vistas na concepção de espaços funcionais com o uso direto de sistemas passivos e seleção de materiais e sistemas de construção que privilegiaram a participação de empresas locais e regionais e seus funcionários. Além disso, a otimização de projetos engenharias infraestrutura procuraram alcançar o melhor uso dos recursos para operação e manutenção.

Axonométrica
Axonométrica
Corte 2
Corte 2

Society
We designed a comprehensive museum, pretending to make suitable every space to every user: a twined ramp at the perron, a sidewalk-level elevator and another one in the parking lot, to yield universal access with equal dignity, Braille signaling, all facilities in corridors and restrooms for the elderly or handicapped people, rest areas while taking the tour, spaces for workers to improve their life quality, machinery and equipment rooms designed for both, machines and people who operate them, bestowing to workers the same importance as visitors.

© Héctor Velasco
© Héctor Velasco

Economy

Significant economic rationality guidelines were followed, displayed in the design of functional spaces with direct use of passive systems and the selection of materials and building systems that privileged participation of local and regional companies and their employees; and the optimization in infraestructure engineerings projects to achieve the best use of resources for the operation and maintenance.

© Tamara Uribe
© Tamara Uribe

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Mérida, Yucatán, México

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Grande Museu do Mundo Maia de Mérida / Grupo Arquidecture" [Gran Museo del Mundo Maya de Mérida / Grupo Arquidecture] 04 Mar 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/01-100710/grande-museu-do-mundo-maia-de-merida-slash-4a-arquitectos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.