Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Tecnologia E Software

Tecnologia E Software: O mais recente de arquitetura e notícia

Como a automação residencial afetará nosso futuro?

Antes restrita a construções luxuosas ou super tecnológicas, a automação residencial vem se mostrando uma aplicação cada vez mais fundamental e acessível aos projetos de arquitetura, sejam edificações novas ou reformas. Ainda que entender a forma como operam seja extremamente complexo, o objetivo principal das tecnologias é tornar a vida mais simples, segura e fácil. Por definição, a automação residencial busca ser globalmente inteligente, funcionando como um sistema que facilita os processos, sem complicar desnecessariamente a vida do usuário. A ideia é conectar entre si dispositivos e aparelhos, que por sua vez se ligam e conversam através de um controle centralizado, acessado por computadores, tablets ou telefones celulares. Inclui-se aí luzes, eletrodomésticos, tomadas elétricas, sistemas de aquecimento e refrigeração, mas também alarmes, portas, janelas, detectores de fumaça, câmeras de vigilância, entre muitos outros sensores e aparelhos.

9 Tecnologias de Realidade Aumentada para construção

Uma inovação tecnológica está revolucionando uma das profissões mais antigas do mundo. A realidade aumentada mal chegou e vem transformando a maneira como se fazia construção civil nos últimos séculos. A mudança não é apenas ao projetar e modelar, mas também ao construir. A realidade aumentada beneficia engenheiros, designers, arquitetos, gerentes de projetos, provedores de serviços - e toda a equipe de construção.

Diferente da realidade virtual, que cria um ambiente totalmente novo e independente do mundo real, a realidade aumentada inclui elementos virtuais que interagem com o que já existe. Assim é possível unir projetos arquitetônicos virtuais à realidade do canteiro de obras - aumentando a eficiência e precisão, reduzindo a ocorrência de erros e economizando tempo, dinheiro e recursos.

Pesquisadores desenvolvem "madeira metálica": forte como titânio, mas 5 vezes mais leve

Conforme exposto em um relatório científico da revista digital Nature, um grupo de pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign e da Universidade de Cambridge, desenvolveu recentemente um material celular baseado em níquel; tão forte quanto o titânio, mas até cinco vezes mais leve.