1. ArchDaily
  2. Domo

Domo: O mais recente de arquitetura e notícia

Como funcionam as estruturas geodésicas

Biosfera de Montreal / Buckminster Fuller. Image via Flickr Dan Sorensen
Biosfera de Montreal / Buckminster Fuller. Image via Flickr Dan Sorensen

Dificilmente você passou por seu curso de Arquitetura sem ver ou mesmo ajudar a construir uma geodésica. Tratam-se de estruturas definidas a partir de uma malha composta por uma rede de polígonos – geralmente triângulos em aço, madeira ou bambu – que, tridimensionalizados, conformam espaços. Pela amarração das arestas (barras) e tridmensionalização da peça, este modelo apresenta resistência e leveza estrutural pela distribuição uniforme do peso próprio ao solo. Do ponto de vista técnico-estrutural, esta cúpula é uma estrutura composta por uma série de barras similares, que a partir de triângulos, criam uma superfície semi-esférica. Na complexa composição, a resistência e a leveza são atingidas a partir da distribuição uniforme dos esforços.

Como Brunelleschi construiu a cúpula da Catedral de Florença?

Em 1419, na Itália, o projeto de Filippo Brunelleschi foi o vencedor do concurso de arquitetura para a construção da cúpula da Catedral de Florença, Santa Maria del Fiore. Mais de 500 anos depois de sua construção, o domo projetado por Brunelleschi continua sendo a maior cúpula de alvenaria já construída. Sem vestígios de desenhos ou esboços, os segredos de sua construção permanecem um enigma até os dias de hoje. Esta breve animação, criada por Fernando Baptista e Matthew Twomblym e apresentada pelo National Geographic, oferece uma ideia de como pode ter sido construída a cúpula. O vídeo está disponível apenas em inglês, contudo, é possível, através dos esquemas, perceber a complexidade da tarefa da qual fora incumbido Brunelleschi. Além disso, o vídeo nos coloca a refletir a respeito do tempo que pode levar a construção de obras dessa dimensão, que perduram com o passar dos séculos.