Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Cooper Hewitt

Cooper Hewitt: O mais recente de arquitetura e notícia

MODU e Eric Forman inauguram instalação em forma de coração na Times Square

Como uma celebração ao amor e à diversidade, a instalação de arte pública Heart Squared acaba de ser inaugurada em Nova Iorque como parte da 12ª edição do Times Square Valentine Heart Design Competition. Com curadoria de Cooper Hewitt, o Smithsonian Design Museum escolheu como vencedora a proposta desenvolvida em parceira pelo escritório de arquitetura e design com sede no Brooklin MODU e o Eric Forman Studio.

© Frank Oudeman/OTTO © Frank Oudeman/OTTO © Frank Oudeman/OTTO © Frank Oudeman/OTTO + 8

Tocar, sentir, cheirar: desenvolvendo arquitetura para os sentidos

Arakawa + Gins 'Bioscleave House, em East Hampton, Nova York, usou geometrias não ortogonais, pisos ondulados e até mesmo casulos de isolamento em seus experimentos para criar arquiteturas que "parassem de envelhecer". Imagem via Revista Metropolis. Imagem Cortesia de Dimitris Yeros, © 2008 Propriedade de Madeline Gins, Reproduzido com permissão do espólio de Madeline Gins
Arakawa + Gins 'Bioscleave House, em East Hampton, Nova York, usou geometrias não ortogonais, pisos ondulados e até mesmo casulos de isolamento em seus experimentos para criar arquiteturas que "parassem de envelhecer". Imagem via Revista Metropolis. Imagem Cortesia de Dimitris Yeros, © 2008 Propriedade de Madeline Gins, Reproduzido com permissão do espólio de Madeline Gins

Esse artigo foi publicado originalmente na Metropolis Magazine como "Architecture You Can Smell? A Brief History of Multisensory Design."

O que vem à mente quando você se depara com o termo “design sensorial”? As chances são de que seja uma imagem: uma sala onde chove, um utensílio engraçado para comer, uma cadeira visivelmente texturizada. Mas as sensações, cheiros e gostos são coisas muito mais difíceis de capturar. Essa dificuldade aponta para quão profundamente arraigada é a tirania da visão. Os outros sentidos podem ser as chaves para desvendar verdades empíricas mais amplas? O viés da arte, da arquitetura e do design centrado no ocular realmente impede uma experiência coletiva mais profunda?