1. ArchDaily
  2. Antiguidade

Antiguidade: O mais recente de arquitetura e notícia

Capitéis da Antiguidade Clássica: Entenda a diferença entre as Cinco Ordens

Seja para iniciar a análise de um detalhe ou para impressionar alguém em uma roda de conversa ou em uma viagem, o entendimento de uma edificação clássica inicia-se ao ter consciência das diferentes ordens clássicas arquitetônicas. Dentro do referencial bibliográfico pela história, o primeiro relato acerca das ordens foi escrito por Vitrúvio. “[...] As ordens vieram propiciar uma gama de expressões arquitetônicas, variando da rudeza e da firmeza até a esbelteza e a delicadeza. No verdadeiro projeto clássico, a seleção da ordem é uma questão vital – é a escolha do tom” [1], que para o autor, sintetiza a “gramática da arquitetura” [2].

Segundo John Summerson, autor do livro A Linguagem Clássica da Arquitetura, “[...] um edifício clássico é aquele cujos elementos decorativos derivam direta ou indiretamente do vocabulário arquitetônico do mundo antigo – o mundo ‘clássico’ [...]. Esses elementos são facilmente reconhecíveis, como, por exemplo, os cinco tipos padronizados de colunas que são empregados de modo padronizado, os tratamentos padronizados de aberturas e frontões, ou, ainda, as séries padronizadas de ornamentos que são empregadas nos edifícios clássicos”. [3]

Vídeo mostra como era Roma no auge do império

Muitas tentativas de recriar cidades antigas já foram realizadas e o cinema oferece um grande aporte nesses esforços de reconstituir fragmentos da antiguidade. Poucas, no entanto, se baseiam unicamente mas evidências e ruínas encontradas como é o caso do vídeo mostrado acima, que recria virtualmente a cidade de Roma em seu auge, por volta o terceiro século antes de Cristo.

O vídeo foi produzido pelo projeto Rome Reborn, "uma iniciativa internacional cujo objetivo é a criação de modelos 3D digitais que ilustram o desenvolvimento urbano da antiga Roma desde o primeiro assentamento na Idade do Bronze tardia (cerca de 1000 a.C.) até o esvaziamento da cidade no início da Idade Média (aproximadamente 550 d.C.)"