Joan Guillamat

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Cortinas como divisórias para uma arquitetura fluida e adaptável

Durante as últimas décadas, os espaços interiores tornaram-se cada vez mais abertos e versáteis. Desde as paredes grossas e múltiplas subdivisões das villas paladianas, por exemplo, às plantas livres e multifuncionais de hoje, a arquitetura tenta combater a obsolescência, fornecendo ambientes mais eficientes para a vida transcorrer, facilitando as experiências cotidianas de pessoas no presente e futuro. E enquanto as antigas vilas de Palladio ainda podem acomodar uma variedade de recursos e estilos de vida, reajustando seus usos sem alterar um centímetro de sua simetria e modulação originais, hoje a flexibilidade parece ser a receita para prolongar a vida dos edifícios tanto quanto possível.

Como projetar espaços neutros e flexíveis o suficiente para se adaptar ao ser humano em evolução, oferecendo as soluções que cada pessoa demanda hoje em dia? Um elemento antigo pode ajudar a redefinir a maneira como concebemos e habitamos o espaço: cortinas.

Emperor Qianmen Hotel / asap. Image © Jonathan LeijonhufvudReady-made Apartment / azab. Image © Luis Diaz DiazPURE / Sílvia Rocio + Mariana Póvoa + esse studio. Image © Francisco NogueiraJL Madeira Office / Metro Arquitetos Associados. Image © Ilana Bessler+ 48

Casa La Palometa / sanahuja&partners

© Joan Guillamat© Joan Guillamat© Joan Guillamat© Joan Guillamat+ 21

40 Detalhes construtivos de concreto

A utilização histórica do concreto, devido a sua capacidade de se modelar e gerar diferentes formas, o torna uns dos materiais mais utilizados na hora de construir um projeto. O conhecido êxito do material aplicado a diferentes tipos de construções apresenta uma diversidade de detalhes que merecem uma atenção especial.

Veja uma seleção de 40 detalhes construtivos de projetos que se destacam pelo uso do concreto.

Casa de Pedra / NOMO STUDIO

© Joan Guillamat© Joan Guillamat© Joan Guillamat© Joan Guillamat+ 47

  • Arquitetos: NOMO STUDIO
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  450
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Balay, Roca, Technal

Conselhos úteis para projetar fachadas ventiladas com porcelanato de 3,5 mm

A fachada ventilada é uma solução construtiva perimetral que considera um duplo fechamento distanciado um do outro por meio de uma estrutura de suporte, gerando uma câmara de ar que permite a sua ventilação. Esta operação cria o chamado efeito chaminé, que ativa as correntes de ar por convecção, melhorando o isolamento acústico e térmico do edifício e aumentando sua eficiência energética.

Devido à sua natureza e fabricação de prensagem laminada, o porcelanato de 3,5 mm é uma excelente escolha para revestimentos de fachadas ventiladas. Sua alta resistência às intempéries, estabilidade dimensional e leveza reduzem os requisitos da estrutura de suporte. Pesa 3 vezes menos que um porcelanato tradicional e permite grandes formatos, até 3,6 metros, reduzindo o número de juntas. Também oferece alta estabilidade de cor, resistência a impactos e baixa manutenção ao longo do tempo.

Cortesía de CHCCortesía de GrespaniaCortesía de GrespaniaCortesía de CHC+ 29

Arquitetura comercial: exemplos de 100 a 1.000 m²

A distribuição espacial dos estabelecimentos comerciais, como mostramos neste artigo, é determinante para o seu sucesso. Ela não só permite facilitar a logística e a circulação de clientes, mas também encontrar variações e inovações que permitam criar espaços mais eficientes e originais. 

A seguir, selecionamos alguns projetos publicados em nossos sites, juntamente com suas representações em planta, que podem ajudá-lo a entender as diferentes propostas dos arquitetos para espaços comerciais de cem a mil metros quadrados. 

Berçário Virolai Petit / Vicente Sarrablo + Jaume Colom + Roviras - Castelao Arquitectos

© Joan Guillamat© Joan Guillamat© Joan Guillamat© Joan Guillamat+ 15

Nove escritórios competem para projetar o CaixaForum de Valência

A Fundación la Caixa, da Espanha, selecionou nove escritórios de arquitetura para o concurso fechado de projeto para o novo CaixaForum, que será construído em Valência

Assim como ocorreu com o CaixaForum de Sevilha, localizado no interior das instalações da Torre de Sevilla, o novo centro cultural previsto para Velência seguirá a mesma estratégia e será construído no interior do edifício Ágora da Cidade das Artes e Ciências, projetado por Santiago Calatrava.

Sem dúvida, o grande desafio do projeto será elaborar uma proposta museográfica de aproximadamente seis mil metros quadrados que possa se adaptar ao interior de um edifício de características espaciais nada convencionais. A seguir, apresentamos os escritórios confirmados para o concurso.

Plan Estratégico de diseño Turístico Alcossebre / Sanahuja&Partner. Image © Joan GuillamatMercado La Barceloneta / MiAS Arquitectes. Image © Adrià GoulaMuseo de Lleida / Rondon Arquitectos. Image © patrimoni.gencat [Flickr], licença CC BY-NC-ND 2.0Media-TIC / Enric Ruiz Geli. Image © Iwan Baan+ 7

MOSCA / Sarquella + Torres Arquitectes

© Joan Guillamat© Joan Guillamat© Joan Guillamat© Joan Guillamat+ 16