Anna Fixsen

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

A conturbada história do Parque Bicentenário de Bogotá

O renascimento de Medellín é um dos marcos na histórias da arquitetura. Após décadas de violência urbana, a cidade hoje não é apenas (comparativamente) pacífica, mas um centro arquitetônico de nível mundial. De fato, muitos citam o desenvolvimento urbano da cidade como principal fator de seu renascimento. Mas o sucesso de Medellín às vezes obscurece o da cidade vizinha, a capital colombiana, Bogotá.

Novo aeroporto da Cidade do México poderá servir como local de preservação de murais modernistas

Este artigo foi originalmente publicado na Metropolis Magazine como "How a Small Mexico City Exhibition Fueled a Debate About Preservation and Power."

É um dia cinza no bairro de Narvarte na Cidade do México e as rajadas de vento anunciam a chuva iminente. A presença do Centro SCOP, um gigantesco complexo modernista abandonado, faz com que este cenário pareça ainda mais sombrio. O edifício é uma obra prima - inclusive intimidante - do modernismo mexicano: um enorme conjunto de edifícios em concreto aparente projetado pelo arquiteto Carlos Lazo, os quais cobrem uma área de mais de um hectare com suas dezenas de murais coloridos e vibrantes.

Em seu auge, o edifício chegou a abrigar mais de 3.000 trabalhadores da Secretaria de Comunicações e Transportes (SCT). Hoje, salvo o solitário segurança na guarita, o conjunto encontra-se completamente vazio.

Como parte da exposição, FR-EE propõe a relocação dos murais do Centro SCOP para o aeroporto projetado em parceria com a Foster + Partners. Imagem Cortesia de FR-EE Fernando Romero Enterprises/ Archivo Diseño y ArquitecturaImagem do Centro SCOP. Imagem Cortesia da Secretaría de Comunicaciones y Transportes (SCT)/ Archivo Diseño y ArquitecturaUma imagem do Cento SCOP, logo após sua abertura em meados dos anos 1950. Imagem Cortesia de personal archive of Carlos Lazo Barreiro / Archivo General de la Nación/ Archivo Diseño y Arquitectura"Canto a La Patria (Parte 1)" (esquerda) e "Independencia y Progreso" (direita). Imagem Cortesia de Pablo López Luz/ Archivo Diseño y Arquitectura+ 26