Fábrica de Tecidos Al Naseej / Leopold Banchini Architects

Fábrica de Tecidos Al Naseej / Leopold Banchini Architects
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

© Dylan Perrenoud© Dylan Perrenoud© Dylan Perrenoud© Dylan Perrenoud+ 23

© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

Descrição enviada pela equipe de projeto. Sombreados por uma leve estrutura de palha (arish), os tecelões de Bahrein costumam cavar um buraco no chão para encaixar suas pernas. Por esta simples ação, o chão foi transformado em uma mesa para tensionar os fios necessários para seu delicado trabalho. Arish é uma técnica de construção tradicional usando as folhas secas das tamareiras e tecendo-as em uma superfície rígida. Como tal, tanto os elementos têxteis quanto a arquitetura que protege os artesãos foram tecidos no local.

© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

A Fábrica Al Naseej é um espaço de tecelagem e lugar social para os artesãos locais de Bani Jamrah. É parte de um esforço mais amplo da Autoridade de Cultura e Antiguidades do Bahrein que visa redefinir e revigorar o artesanato e as indústrias tradicionais em todo o país.

© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

Uma malha de colunas e vigas de madeira é aplicada ao local como princípio organizador e referência às plantações de tamareiras do norte da ilha irrigadas por uma complexa rede de canais de água. O volume resultante é uma elevação quadriculada baixa que se estende por todo o limite do terreno. Apenas as palmeiras atravessam o teto horizontal e se tornam a expressão da edificação.

Plantas
Plantas

Internamente, porém, a estrutura assume uma forma derivada das escavações no solo sobre as quais os tecelões se sentam quando operam o tear de madeira. Para isso, são definidos espaços tanto para a produção de tapeçarias e tecelagens quanto para o intercâmbio social através de uma série de escavações precisas abaixo do nível do piso acabado da edificação. Palmeiras, lagoas e fontes são criadas em todo o interior do projeto para romper ainda mais com a rigidez da malha estrutural. A estrutura é composta por um jardim e uma edificação, aberta mas protegida. Funções específicas fechadas apenas por painéis de vidro se dissolvem no jardim sombreado.

© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

Composta por materiais disponíveis regionalmente, a obra baseia-se e celebra as tradições locais de construção e artesanato. A estrutura sombreada, vegetação, rede de água e áreas de estar criam um jardim naturalmente refrescante para os habitantes da aldeia; uma arquitetura tecida.

© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Fábrica de Tecidos Al Naseej / Leopold Banchini Architects" [Al Naseej Textile Factory / Leopold Banchini Architects] 12 Mai 2022. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/981707/fabrica-de-tecidos-al-naseej-leopold-banchini-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.