Pagina inicial

Conheça a história por trás da nova identidade da nossa marca

Saiba mais

Escola Jean Louis Étienne / archi5

Escola Jean Louis Étienne / archi5

© Sergio Grazia© Sergio Grazia© Sergio Grazia© Sergio Grazia+ 23

  • Arquitetos: archi5
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  4250
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2021
  • Fotógrafo
    Fotografias:  Sergio Grazia
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Carrière du Hainaut, Roof complex global roof, Silvabp, VM Zinc
Mais informaçõesMenos informações
© Sergio Grazia
© Sergio Grazia
© Sergio Grazia
© Sergio Grazia

Descrição enviada pela equipe de projeto. Este complexo escolar é o primeiro elemento de um novo distrito na área de desenvolvimento de Coupvray. Mais do que ter de lidar com as condicionantes particulares de um terreno, o principal desafio é criar um equipamento público fundamental e estruturante para os futuros habitantes desta extensão da cidade. O edifício expressa a fronteira cidade-país por meio de dois vocabulários distintos, criando assim uma transição entre o público e o privado. Do lado de fora, a pedra azul Hainaut confere um aspecto mineral que se desvanece em seu interior em benefício do orgânico. As fachadas são mais suaves, arredondadas e recortadas com madeira de lariço, voltadas para a grande paisagem do vale do Marne.

© Sergio Grazia
© Sergio Grazia

O projeto dialoga com a natureza enquanto se abre para a bela paisagem do vale. O grupo escolar Jean Louis Étienne ancora a vida familiar dos moradores ao território. É um elo decisivo no tecido urbano e um motor da educação. Os habitantes mais jovens terão a sua primeira experiência de educação neste complexo escolar. As salas do jardim de infância ficam de frente para o coração do prédio, que envolve a vida das crianças como um casulo protetor. À medida que as crianças crescem, elas passam para o ensino fundamental que está localizado em dois andares. O edifício, portanto, evolui de acordo com o caminho da escola, desdobrando-se, alargando-se e subindo para ganhar altura. Uma espiral que se abre, simbolizando a vida e a passagem do tempo.

© Sergio Grazia
© Sergio Grazia
Planta
Planta
© Sergio Grazia
© Sergio Grazia
© Sergio Grazia
© Sergio Grazia

O novo equipamento é visível, legível e amigável. O edifício marca os contornos da quadra, pois determina os limites do complexo escolar. Uma vasta varanda escava o monólito e oferece vistas do corredor e dos pátios. Sua pele urbana é porosa. Biombos de pedra permitem um vislumbre da atividade interna, mantendo uma certa distância e intimidade. Instalações públicas como esta são elementos-chave na futura animação desta nova parte da cidade. Anunciado pela ponta sul, o salão polivalente é aberto à comunidade para além das atividades escolares.

© Sergio Grazia
© Sergio Grazia

O pé-direito duplo cria um vínculo com o exterior por meio de vistas emolduradas. O centro de lazer pode ser usado independentemente das operações da escola. A pedra azul Hainaut é um material natural durável de alta qualidade adequado para espaços públicos. Situado em um cenário verde, o edifício está ancorado em seu território. A longa fachada principal ao sul brinca com o horizonte, ora tocando o solo, ora elevando-se. Sua volumetria atende às necessidades programáticas. O hall de entrada e a sala polivalente na esquina do átrio trazem a fachada para cima, garantindo uma transição suave entre o térreo e o pavimento superior.

© Sergio Grazia
© Sergio Grazia

Os espaços interiores de formas suaves criam um ambiente lúdico. É fácil orientar-se pela escola. Todas as áreas estão interligadas e identificáveis no espaço. A circulação é iluminada pelas fachadas e animada pelas vistas das salas. As formas suaves criam um ambiente lúdico e protetor com uma ligação constante entre o interior e o exterior.

© Sergio Grazia
© Sergio Grazia

O pátio é acessível diretamente a partir das salas de aula. As áreas de descanso são protegidas de ruídos e oferecem um ambiente relaxante. Plantas percorrem os parques infantis e o desenho dos pisos permite muitas apropriações lúdicas para as crianças. O pátio da escola primária inclina-se suavemente em direção à paisagem e às instalações esportivas ao ar livre. Abaixo, um jardim pantanoso. Essa área de quase 800 m², na perspectiva do refeitório, gera uma rica biodiversidade e é adequada para excursões educacionais. O edifício faz parte de uma abordagem de excelência ambiental com o selo BEPOS Effinergie 2017. Este é um edifício de energia positiva que requer um consumo muito baixo.

© Sergio Grazia
© Sergio Grazia

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Coupvray, França

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Escola Jean Louis Étienne / archi5" [Jean Louis Étienne School / archi5] 14 Nov 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/971774/escola-jean-louis-etienne-archi5> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.