Apartamento Lapa / Studio Gameiro

Apartamento Lapa / Studio Gameiro

© Tiago Casanova© Tiago Casanova© Tiago Casanova© Tiago Casanova+ 16

  • Arquitetos: Studio Gameiro
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  Tiago Casanova
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Augusto, Constantinos, Jorge, Marcant, Sr. Aurelio, Sr.Joaquim, Sr.Roque, Sérgio, Vidraceiros
  • Empreiteiro:Valente e Carreira
  • Cidade:Lisboa
  • País:Portugal
Mais informaçõesMenos informações
© Tiago Casanova
© Tiago Casanova

Descrição enviada pela equipe de projeto. O apartamento é localizado num edifício de 1819, tipicamente ‘Pombalino’ tardio, inserido num dos bairros históricos do centro de Lisboa. As soluções adoptadas propõem celebrar o carácter histórico existente e de forma equilibrada introduzir elementos contemporâneos. Uma operação holística que valoriza as técnicas e elementos tradicionais portugueses assim como potenciar a luz natural ímpar e vistas de Lisboa O apartamento está localizado numas águas-furtadas no 5ºpiso de um edifício de fachada de azulejo azul escuro e cantarias de pedra. O corredor de entrada do apartamento divide a área social (traseira) e a área privada (frontal). A área social inclui uma cozinha aberta para a sala ‘open-plan’, casa-de-banho e um terraço exterior.

© Tiago Casanova
© Tiago Casanova
© Tiago Casanova
© Tiago Casanova

Paredes de argamassa e pigmento umbra naturais, uniformizam todo o apartamento em que aberturas pontuais revelam apontamentos históricos e vãos para o exterior. Estes apontamentos incluem frescos originais de 1819, cruz de Santo André e paredes e tectos de tabique.

© Tiago Casanova
© Tiago Casanova

O pavimento das áreas privadas é de tábua corrida de madeira de Riga original. O pavimento da área social é um pavimento novo de mármore e cimento branco. Este pavimento, chamado de ‘Terraço’, foi criado propositadamente para este projecto e foi inspirado nos pavimentos de desperdício de mármore aplicado nos terraços e garagens das casas dos países Sul-Europeus. Este estende-se desde o terraço exterior, por toda a área social e casa-de-banho. Os pedaços de mármore foram esculpidos manualmente por artesãos, adquirindo formas de geometria semelhante entre si e aplicados de forma livre mas ordenada.

© Tiago Casanova
© Tiago Casanova
© Tiago Casanova
© Tiago Casanova

As janelas de ferro lacado a preto, na fachada tardoz e sul, para acesso ao terraço exterior, seguem a mesma forma da janela de madeira da trapeira frontal e proporcionam luz natural em abundância assim como o enquadramento das vistas de rio e de jardim. O mobiliário de cozinha é embutido e dá continuidade aos tons de pastel das paredes. De materialidade e pantone semelhante às mesmas, este assume frentes texturadas, inspirada na textura da cantaria de pedra da chaminé, que foi restaurada.

Planta
Planta

Em diversos momentos, foram criadas aberturas no tecto, expondo a estrutura de madeira original das trapeiras e permitindo a entrada de luz natural e artificial indirecta. O quarto da frente, sempre que apropriado, retém grande parte dos elementos originais, como os frescos originais à volta da janela, a própria janela foi replicada para uma janela de madeira de vidro duplo, o tecto ‘saia e camisa’ foi recuperado e o pavimento de tábua corrida existente foi lavado a cal e aplicado um óleo natural incolor. As portadas e portas interiores foram recuperadas e pintadas a tinta de água e do mesmo pigmento natural do que foi usado nas paredes de argamassa de barro.

© Tiago Casanova
© Tiago Casanova

A cama dupla, propositadamente desenhada para este quarto, foi pensada de forma a que permite a colocação de um colchão duplo, com acesso à varanda através de uma plataforma pivotante. A estrutura é feita de apenas 7 peças e não leva parafusos, facilitando o transporte e rápida montagem. O quarto virado a sul, com duas pequenas janelas, tem um tecto de águas e um walk-in closet. O tecto ‘saia e camisa’ foi recuperado e mantido e os frescos originais destapados. Foi aplicada nas paredes a mesma argamassa natural e reversível de forma a preservar os frescos, danificados no passado, de uma forma ordenada e controlada. As tomadas e interruptores foram colocados horizontalmente sobre uma faixa que existia entre os painéis de frescos, de forma a não os danificar. O walk-in closet também expõe os elementos originais existentes por meio de uma parede de espelhos, alterando também a percepção das dimensões do quarto.

© Tiago Casanova
© Tiago Casanova

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Lapa, Lisboa, Portugal

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Apartamento Lapa / Studio Gameiro" 02 Set 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/967845/apartamento-lapa-studio-gameiro> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.