Ampliação e Paisagismo do Museu Ordrupgaard / Snøhetta

Ampliação e Paisagismo do Museu Ordrupgaard / Snøhetta

© Laura Stamer© Laura Stamer© Laura Stamer© Laura Stamer+ 31

© Laura Stamer
© Laura Stamer

Descrição enviada pela equipe de projeto. Situado perto de Jægersborg Dyrehave, ao norte de Copenhagen, o museu Ordrupgaard abriga a maior coleção de arte francesa e dinamarquesa do século XIX e início do século XX do norte da Europa. Originalmente construído como uma mansão de três alas no estilo neoclássico durante a Primeira Guerra Mundial, o museu foi ampliado com uma extensão moderna de vidro e concreto de 1.150 m2 em 2005, projetada por Zaha Hadid. O design de Snøhetta, a maioria subterrâneo, mas também parcialmente escavado na paisagem, cria um caminho holístico e contínuo por todo o museu e seus jardins circundantes, conectando a extensão de Hadid à exposições especiais com o edifício original do museu e coleção permanente. No total, o projeto de Snøhetta compreende intervenções paisagísticas, bem como cinco novos espaços de exposição subterrâneos, dois dos quais criam uma continuação do espaço de exposição de Hadid, e três especialmente dedicados a uma das principais atrações do museu: sua extensa e permanente coleção de pinturas impressionistas francesas.

© Laura Stamer
© Laura Stamer
© Laura Stamer
© Laura Stamer

Por meio de seu desenho inovador, mas discreto, a nova extensão e seus espaços de exposição permitem um movimento circular através de Ordrupgaard, criando um circuito contínuo através da rica coleção e jardins exuberantes do museu. O projeto segue os mais altos padrões internacionais quando se trata de design de exposições, conservação e exibição de arte, proporcionando um percurso confortável e intuitivo que é acessível e tangível para todos.

Planta - Situação
Planta - Situação

Um jogo de luzes. O maior dos três principais espaços de exposição projetados por Snøhetta pode ser parcialmente visto de fora como uma estrutura escultural monolítica revestida de aço que parece escavada de um volume maior abaixo do solo. Tal como um tesouro escondido que se revela à medida que surge durante a escavação, a estrutura brilha na paisagem. Cortada em uma ampla gama de facetas diferentes e polida em diferentes direções, a estrutura cria um jogo de luz ao longo dos dias e das estações do ano.

© Laura Stamer
© Laura Stamer

Conceitualmente apelidada de “Himmelhaven” (“Jardim do Paraíso”), a extensão exterior é muito mais um “clin d'oeil” para o período da arte impressionista, caracterizado por seus constantes esforços em capturar a luz e suas qualidades mutantes, e imortalizado nas telas de artistas renomados como Manet, Monet, Degas e Renoir. A estrutura é ainda caracterizada por um corte diagonal na paisagem que leva intuitivamente os visitantes à entrada principal pela extensão de 2005 de Hadid. O corte forma uma ponte de pedra natural que liga a entrada ao jardim.

© Laura Stamer
© Laura Stamer

A ilusão de Himmelhaven sendo escavado na paisagem é ainda mais enfatizada pelo pequeno átrio circundante da estrutura, que está parcialmente imerso no solo. Com sua iluminação integrada e áreas de estar, ele torna-se um espaço onde os visitantes podem sentar e relaxar, apreciando a vista do exuberante parque centenário que circunda o museu. Referida pelos arquitetos como um "terceiro canteiro", a extensão de Snøhetta marca uma continuação do paisagismo e é posicionada na interseção do parque de estilo inglês de Ordrupgaard com suas árvores caducas, muitas delas frutíferas, e um pequeno jardim de rosas adjacente de inspiração francesa.

© Laura Stamer
© Laura Stamer
© Laura Stamer
© Laura Stamer

Durante a fase de construção, a equipe paisagista de Snøhetta trabalhou meticulosamente para proteger o parque, garantindo um corte semelhante a uma cirurgia entre a vegetação circundante e a nova extensão. Snøhetta também alterou a paisagem ao redor da extensão de Hadid com muito cuidado, plantando flores na encosta e escavando um pouco o edifício, bem como integrando o volume com os dois espaços de exposição subterrâneos inspirados em Hadid.

© Laura Stamer
© Laura Stamer

Uma Caixa De Joias. Enquanto os dois espaços de exposição que expandem o edifício de 2005 remetem à uma continuação do concreto escuro, característico do projeto de Hadid, os espaços de exposição adicionais dedicados à arte impressionista do museu são compostos por dois espaços menores e um maior em cores e materiais muito mais claros. Os espaços são projetados em estreita colaboração com o museu e são todos revestidos com piso, paredes e tetos de carvalho, proporcionando um ambiente leve, orgânico e aconchegante. Placas de gesso são montadas nas paredes, permitindo que o museu faça a curadoria de peças de arte sem esforço e altere a paleta de cores de cada sala de exposição quando necessário. Os tetos da exposição são revestidos com elementos folheados a carvalho com instalações de luz cuidadosamente integradas, proporcionando um design uniforme e harmonioso que coloca as peças de arte no centro das atenções.

© Laura Stamer
© Laura Stamer

Em contraste com o exterior de aço reflexivo, o interior dos espaços de exposição cria uma sensação de suavidade e conforto, ecoando o design de uma caixa de joias vintage, com seu exterior rígido e metálico e forro macio e aveludado dentro.

© Laura Stamer
© Laura Stamer
© Laura Stamer
© Laura Stamer

Ao longo do percurso pelo museu, Snøhetta também trabalhou para que a luz natural penetre no edifício, tanto quando os visitantes deixam os espaços de exposição ligados à extensão de 2005, mas também quando saem da exposição impressionista permanente e entram no museu original e seu jardim de inverno. Essas fendas de luz natural criam uma transição clara de um edifício para o outro, deixando espaço para os visitantes apreciarem o design individual de cada parte do museu à medida que se movem pelo edifício.

© Laura Stamer
© Laura Stamer

Por meio de seu desenho moderado, mas poderoso, a extensão do museu Ordrupgaard respeitosamente combina com o ambiente existente, seja vegetal ou construído, histórico ou contemporâneo, ao mesmo tempo em que adiciona sua própria interpretação de tempo e espaço e traz todos os elementos juntos em um museu que aprimora a experiência para as gerações futuras desfrutarem.

© Laura Stamer
© Laura Stamer

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Vilvordevej 110, 2920 Charlottenlund, Dinamarca

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Ampliação e Paisagismo do Museu Ordrupgaard / Snøhetta" [Ordrupgaard Museum Extension & Landscape / Snøhetta] 18 Ago 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/967027/ampliacao-e-paisagismo-do-museu-ordrupgaard-snohetta> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.