Jardim de Infância Zimbabwe / Studio Anna Heringer

Jardim de Infância Zimbabwe / Studio Anna Heringer
© © Stefano Mori
© © Stefano Mori

© © Stefano Mori© © Margarethe Holzer© © Stefano Mori© © Stefano Mori+ 25

  • Arquiteto Responsável:Stefano Mori
  • Cliente:comunidade de permacultura PORET, Zimbábue
  • Patrocínio:Omicron electronics
  • Engenharia:Laurence Kisuule
  • Consultoria:Susanne Menzel (carpitaria), Bernhard Fäth e Joe Heringer (estrutura de madeira)
  • Coordenação:Margarethe Holzer, Julious Piti
  • País:Zimbábue
Mais informaçõesMenos informações
© © Margarethe Holzer
© © Margarethe Holzer

Descrição enviada pela equipe de projeto. Este Jardim de Infância faz parte de um Centro de Educação em Permacultura no Zimbábue, e é concebido dentro desta filosofia de autossuficiência: erguido em madeira, palha e pedra, este projeto oferece às crianças um parquinho para se familiarizarem com os princípios da natureza enquanto os implementam em vida cotidiana. É um projeto piloto de uma forma sustentável de construir que vai reavivar o artesanato e o saber da região.

© © Margarethe Holzer
© © Margarethe Holzer
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© © Stefano Mori
© © Stefano Mori

A comunidade de permacultura PORET no Zimbábue segue a filosofia de uma sustentabilidade holística desde 1996. Com cuidado, paciência, tempo e sementes, e sem qualquer ajuda externa, eles transformaram uma área muito seca em um pequeno paraíso fértil. Dentro de seus princípios, eles alcançaram o máximo que puderam, mas faltava construir espaços de educação na mesma abordagem holística. O PORET-Jardim de Infância será, portanto, o primeiro a ser erguido, atuando como projeto piloto, incentivando o artesanato local e o know-how da construção. Além disso, é o primeiro jardim de infância em toda a área rural do distrito de Chimanimani, uma região deserta que abriga cerca de 200 famílias sem nenhum acesso à educação.

Croqui
Croqui

O jardim de infância está fortemente integrado às atividades de permacultura no local. As crianças aprenderão desde o início a cuidar das plantas, a ser gentil com o solo, a economizar água e a compreender as necessidades da natureza. Para além disso, a comunidade também facilitará o desenvolvimento pessoal dos seus habitantes, já que, as duas estruturas serão utilizadas também como espaços de formação e encontro para os habitantes das aldeias vizinhas.

© © Stefano Mori
© © Stefano Mori
© © Margarethe Holzer
© © Margarethe Holzer

Apesar da obra estar fundada em uma base de pedra, a madeira foi escolhida para a estrutura principal, já que Zimbábue é conhecido por sua silvicultura. Depois de concluída, a estrutura de madeira será coberta por palha, pois há uma forte tradição de telhados de palha de excelente qualidade técnica no país. Além disso, a forma tradicional de cortar a vegetação para cobertura de palha reduz o risco de incêndio na região, embora tenha um bom desempenho em áreas de baixa pluviosidade, onde o clima pode ser severo. Nosso objetivo é, assim, reconstruir esse conhecimento, pois é vital para a condição geral da habitação.

© © Stefano Mori
© © Stefano Mori
© © Stefano Mori
© © Stefano Mori

Como o trabalho com o colmo e a pedra exigem mão-de-obra intensiva, os artesãos estão recebendo uma boa parte do orçamento da construção. Com estas técnicas locais o projeto pretende construir um processo que reforce a solidariedade e o espírito de equipe, competências e conhecimentos, autoconfiança e dignidade. Devido aos contextos climáticos e às condições locais, os edifícios, a menos que sejam construídos em vidro e aço, não durarão para sempre, mas é essencial que o know-how para os reconstruir seja mantido vivo nas gerações seguintes. É por isso que vemos este projeto principalmente como um treinamento em técnicas de construção avançadas com materiais existentes.

© © Margarethe Holzer
© © Margarethe Holzer

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Zimbábue

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Jardim de Infância Zimbabwe / Studio Anna Heringer" [Kindergarten Zimbabwe / Studio Anna Heringer] 18 Mai 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/961862/jardim-de-infancia-zimbabwe-studio-anna-heringer> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.