Hospital Projekt Burma / a+r Architekten

Hospital Projekt Burma / a+r Architekten

© Oliver Gerhartz© Oliver Gerhartz© Oliver Gerhartz© Oliver Gerhartz+ 16

  • Cliente:Projekt Burma e. V.
  • Coordenador Local Do Projeto:Projekt Burma e. V.
Mais informaçõesMenos informações
© Oliver Gerhartz
© Oliver Gerhartz

Descrição enviada pela equipe de projeto. A organização não governamental e associação registrada Projekt Burma e. V., estabeleceu como objetivo, melhorar as condições de vida das pessoas afetadas pela pobreza em Myanmar. “Ajudar as pessoas a se ajudarem” é o lema da associação, fundada em 2009 por Marion Mück, em Filderstadt, próximo de Stuttgart. A Projekt Burma em cooperação com parceiros locais já realizou vários projetos nas áreas de educação, saúde, saneamento, higiene e prevenção de desastres. Um deles é uma escola em Thazin, inaugurada em 2014. A escola foi o primeiro edifício projetado pela a + r Architekten, por encomenda da ONG, na qual o escritório também teve a oportunidade de auxiliar na implantação local.

Croquis
Croquis
© Oliver Gerhartz
© Oliver Gerhartz

Acesso inadequado ao sistema de saúde.

Na inauguração da escola secundária em Thazin, o prefeito e dois membros da comunidade da aldeia Magyizin abordaram a associação. Eles viajaram seis horas em um barco de pesca para pedir ajuda pessoalmente. Eles descreveram enfaticamente a situação da aldeia na escassez de assistência a saúde, o centro de saúde existente estava arruinado e equipado de forma inadequada. O hospital mais próximo ficava a mais de três horas de distância de motocicleta, uma distância irracional para pessoas gravemente doentes ou grávidas. Após uma visita in loco, a direção da associação decidiu que a construção de um hospital deveria ser o próximo projeto em conjunto.

© Oliver Gerhartz
© Oliver Gerhartz
Planta Pavimento Térreo
Planta Pavimento Térreo
© Oliver Gerhartz
© Oliver Gerhartz

Agenda de quartos abrangente.

Após quase cinco anos intensivos de planejamento, arrecadação de fundos, aquisição de materiais e construção, o hospital foi oficialmente inaugurado em fevereiro de 2020. Com 20 leitos, uma sala de cirurgia totalmente equipada, uma sala para partos e um laboratório, o local atende agora cerca de 20 comunidades e 20.000 pessoas, funcionando como um hospital central para a região. A maior parte do equipamento hospitalar chegou por contêiner da Alemanha, por iniciativa da Projekt Burma e.V., sendo doado por instituições e médicos alemães.

© Oliver Gerhartz
© Oliver Gerhartz

Uma colina do lado da aldeia, voltada para o mar, foi o local escolhido para a nova construção. Graças à sua posição elevada, o edifício também serve como refúgio seguro durante tempestades tropicais e tsunamis. A a + r Architekten projetou um volume térreo com um pátio central, que serve como edifício principal. O pátio interno protegido é o coração do edifício; funcionando como uma área de estar e um espaço comum. Agrupados em torno dele estão os quartos dos pacientes, as salas de tratamento, instalações dos funcionários e o ambulatório. Para minimizar a transmissão de doenças, a área de espera fica ao ar livre. O eixo lateral linear com seu teto monocromático distinto é acessado através de uma pérgula. O local abriga uma enfermaria de isolamento com quartos adicionais para pacientes infectados, cozinhas para auto-serviço (comuns em Myanmar), bem como depósitos, lavatórios e instalações sanitárias.

© Oliver Gerhartz
© Oliver Gerhartz

Inspirada em métodos de construção locais.

Em viagens pelo país, os arquitetos estudaram os métodos tradicionais de construção. Assim como a escola em Thazin, os arquitetos projetaram o hospital conforme a típica "estrutura de entalhe de tijolos" do país, utilizando uma estrutura esqueleto com preenchimento de tijolos. No caso do hospital, o esqueleto de suporte foi construído de concreto armado, para obter maior estabilidade e proteção contra a infestação de insetos. Características arquitetônicas notáveis ​​são o sombreamento móvel, os elementos de proteção contra chuva, feitos de ripas de madeira, e a construção da cobertura do pátio, com uma empena redonda no cume. Em composição, os dois elementos garantem ventilação constante - um dos principais problemas ao construir em um clima tropical. A parte inferior da estrutura da cobertura foi feita de treliças de madeira, sendo amplamente coberta com esteiras de bambu trançado. Desta forma, o fluxo de ar circula pelas janelas abertas atrás das venezianas articuláveis, para cima através da treliça de bambu e retorna para o exterior através de venezianas de ventilação no topo da empena. “Há uma corrente de ar agradável em todo o edifício”, diz Julia Raff, a arquiteta do projeto, explicando o princípio básico simples, mas eficaz da ventilação cruzada. Como não há empresas de construção na área, o prédio foi construído em grande parte por moradores sob a orientação de um carpinteiro.

© Oliver Gerhartz
© Oliver Gerhartz

Um local em construção.

Os moradores também participaram ativamente da construção do hospital, oficialmente denominado Hospital Projekt Burma. Por exemplo, os habitantes coletaram pedras na praia para nivelar a bacia central do pátio interno. Em caso de chuvas fortes, a água pode escoar de forma controlada através desta superfície. Em alguns anos, uma muda de árvore no meio da bacia fornecerá sombra adicional. Durante a construção do novo hospital, o governo de Myanmar financiou adicionalmente uma casa para médicos e equipes de enfermagem. Assim, a aldeia de Magyizin está se transformando em uma referência de saúde para toda a região. Durante a pandemia de Covid-19, o hospital também foi utilizado como centro oficial de quarentena. Desde a eclosão da recente agitação política em Myanmar, jovens feridos nos protestos foram tratados no Hospital.

© Oliver Gerhartz
© Oliver Gerhartz

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Hospital Projekt Burma / a+r Architekten" [Project Burma Hospital / a+r Architekten] 04 Mai 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/961000/hospital-projekt-burma-a-plus-r-architekten> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.