Instituto Politécnico Salesianos Pamplona / Garmendia Cordero Arquitectos + TCGA Arquitectos

Instituto Politécnico Salesianos Pamplona / Garmendia Cordero Arquitectos + TCGA Arquitectos
Sarriguren, Espanha
  • Arquitetos Responsáveis:Pedro Garmendia, Carlos Garmendia, Álvaro Cordero, Iñaki Tanco, Imanol García de Albéniz, Daniel Azpilicueta
  • Arquitetos:Luis Beraza, César García-Fresca
  • Engenharia:EIPA + INARQ
  • Estrutura:FS estructuras
  • Cliente:Instituto Politécnico Salesianos Pamplona
  • Construtora:VDR
  • Cidade:Sarriguren
  • País:Espanha
Mais informaçõesMenos informações
© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto aborda duas questões complicadas, por um lado era preciso resolver um programa complexo, derivado de sua diversidade funcional, por outro, responder a um contexto urbanístico incerto e difícil. A implantação do novo edifício é resultado deste contexto, respondendo às necessidades da cidade existente e atendendo ao seu futuro desenvolvimento. Desta forma, o Instituto Politécnico Salesianos de Pamplona busca minimizar seu impacto frente à cidade construída, desintegrando-se à medida que avança em direção a ela para perder sua escala real e assim gerar um encontro amigável em seu limite sul com a cidade de Sarriguren. Um volume se eleva na face norte do terreno, ocupando o eixo leste-oeste e interrompendo o usual vento frio que vem das montanhas, ao mesmo tempo que dá as costas a vários edifícios de infraestrutura e ao tráfego intenso do anel viário de Pamplona.

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Deste volume nascem os outros edifícios do projeto, quatro blocos que se desenvolvem de norte a sul e que variam sua dimensão e implantação, de acordo com seu programa, alcançando assim o encontro com a cidade de uma forma tranquila e serena. A ligação entre os diferentes volumes se dá através de um espaço vazio que se torna o eixo formal e funcional do projeto. Um espaço liga cada edifício e protege os caminhos entre eles, chegando a um grande anfiteatro que, além de se relacionar com os desníveis existentes no terreno, gera um espaço público coletivo, um grande ponto de encontro pensado para receber todo o tipo de fluxos e atividades e que funciona também como elo entre as áreas educativa e desportiva do projeto. 

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Em relação ao seu funcionamento, o conjunto de edifícios se divide em relação à sua natureza, os edifícios educativos e os administrativos para leste e as infraestruturas desportivas para oeste, facilitando assim a possibilidade de um funcionamento independente de ambos os setores. Dentro da zona educativa, há uma separação secundária entre a parte mais coletiva, e aquela dedicada mais aos docentes. Essa área mais coletiva, fecha o conjunto do Instituto a leste, e passa a ser a fachada de acesso. A igreja preside o volume na esquina sudeste do terreno, acolhendo os que chegam ao Instituto, enquanto o restante do edifício, que tem uma proporção horizontal e com baixo gabarito, e é destinado a usos administrativos e residenciais, acompanha o aluno até a entrada que dá acesso ao grande vazio, eixo que distribuí os fluxos dos demais edifícios. 

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute
Elevações
Elevações
© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

O volume norte, o mais alto, abriga todas as salas de aula do ginásio e ensino médio nos pavimentos superiores, deixando no térreo o programa alternativo que conta com sala de reuniões, refeitório e biblioteca, enquanto nos outros três edifícios restantes se alojam as oficinas de formação profissional. Entre estes volumes a vegetação avança desde a parte sul do terreno, atingindo o vazio interno e criando assim um ambiente natural e descontraído, visível de qualquer ponto do complexo. Um projeto que se compõe pelos vazios que rompem com o volume geral, o recortam e o esculpem, organizando os fluxos, salvando a topografia do terreno e permitindo a implementação do conjunto em diálogo com o seu contexto urbano. Um processo de composição que supera as diferenças de escala para integrar o novo edifício ao seu entorno e gerar uma infinidade de diversos espaços internos que enriquecem o seu uso.

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:31621 Sarriguren, Navarra, Espanha.

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Instituto Politécnico Salesianos Pamplona / Garmendia Cordero Arquitectos + TCGA Arquitectos" [Instituto politécnico Salesianos Pamplona / Garmendia Cordero Arquitectos + TCGA Arquitectos] 28 Abr 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/960491/instituto-politecnico-salesianos-pamplona-garmendia-cordero-arquitectos-plus-tcga-arquitectos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.