Edifício Residencial Presença em Ormuz 2 / ZAV Architects

Edifício Residencial Presença em Ormuz 2 / ZAV Architects

Vista do noroeste em direção à residência. Imagem © Tahmineh MonzaviUnidade de acomodação para quatro pessoas. Imagem © Tahmineh MonzaviAdjacência de unidades de acomodação no nível inferior do terreno. Imagem © Tahmineh MonzaviVista superior do Majara. Imagem © DJI+ 28

  • Arquitetos Encarregados:Mohamadreza Ghodousi, Fatemeh Rezaie, Golnaz Bahrami, Soroush Majidi
  • Equipe De Projeto:Sheila Ehsaei ,Sara Jafari, Payman Barkhordari, Mohsen Safshekan, Kaveh Rashidzadeh, Hossein Panjehpour
  • Paisagismo:Maryam Yousefi, Morteza Adib
  • Interiores:Sara Jafari, Taraneh Behboud, Sara Nikkar, Mohsen Dehghan
  • Consultoria De Iluminação:Tajang Light
  • Supervisor:Soroush Majidi, Payman Barkhordari, Sheila Ehsaei
  • Modelagem:Somayeh Saeidi
  • Apresentação:Fereshteh Assadzadeh, Somayeh Saeidi, Arshia Hashemipour, Dorsa Tavakoli, Sara Fallahzadeh
  • Proprietário:Ali Rezvani
  • Cliente:Ehsan Rasoulof
  • Projeto Estrutural:Behrang Baniadam, Rouhi Touski
  • Engenharia Civil:Farhad Beigi
  • Engenharia Elétrica:Pejman Moradian
  • Engenharia Mecânica:Saeid Afsharian
  • Fornecedor Culinário:Matbakh Ara
  • Consultoria Ambiental:Salman Rasouli, Roya Yazdizadeh
  • Consultoria De Hospedagem:Nasim Mosavar
  • Construtor De Projeto:Amir Tehrani Nobahari
  • Responsável De Obra:Hormat Ghasemi
  • Vice Responsável De Obra:Ramin Koulaghani, Amin Timas
  • Construtor Mecânico:Javad Irandegani, Hamid Haji Posht-e-Gol
  • Pisos:Davoud Etemadi
  • Caixilhos:Mehra Company
  • Gesso Interno:Gholamali Abbasi
  • Gesso Externo:Esmaeil Salimi
  • Pintor:Farzad Moharrami
  • Logística:Nabiollah Timas, Borhan Pouyan, Ali Ghanbari, Ayoub Owj Hormozi, Khalil Owj Hormozi, Abdolhamid Hormozi, Davoud Hormozi, Ali Ghalandari Zehi, Farhad Shadan, Assad Gedri, Abbas Gedri, Ali Ghazi, Majid Bazmandeh, Ali Nasernia, Rahmat Ghalandari, Davoud Mohtaji, Morteza Mohtaji, Mohammad Vahedi, Mosayeb Zarei, Kambiz Narouii, Yasser Narouii, Nassir Narouii, Din Mohammad Narouii, Mojtaba Farhadi, Abbas Nassaji, Esfandiar Khorshidi, Khoubyar Khorshidi, Jalal Bameri, Ghassem Bameri, Enayat Karami, Reza Amirian, Eshgh Ali, Nabi Akrami, Mohammad Moallemi, Sajjad Gholampour, Seyfollah Rasouli, Ali Golzari, Soheil Khedmatkari, Hosein Zohouri
  • País:Irã
Mais informaçõesMenos informações
Adjacência de unidades de acomodação no nível inferior do terreno. Imagem © Tahmineh Monzavi
Adjacência de unidades de acomodação no nível inferior do terreno. Imagem © Tahmineh Monzavi

Descrição enviada pela equipe de projeto. Localizado no Irã, Ormuz é um porto histórico no Golfo Pérsico e controla o embarque de petróleo do Oriente Médio. A ilha tem paisagens surreais de cores excepcionais. Curiosamente, os habitantes da bela, turística e politicamente estratégica ilha tem dificuldades econômicas, o que muitas vezes faz com que se engajem em atividades de tráfico ilegal com seus barcos. O projeto, intitulado "Presença em Ormuz" é uma série de empreendimentos urbanos desenvolvidos por uma instituição semi-pública que contratou ZAV Architects, a fim de capacitar a comunidade local da ilha. Sua segunda fase é uma residência cultural multiuso chamada Majara (que significa aventura), que une a vida dos locais e visitantes, tanto cultural quanto economicamente.

Vista superior do Majara. Imagem © DJI
Vista superior do Majara. Imagem © DJI
Planta topográfica
Planta topográfica

Em um país onde o Estado luta com disputas políticas fora de suas fronteiras, todo projeto arquitetônico torna-se uma proposta de governança interna alternativa, fazendo perguntas básicas: Quais são os limites da arquitetura e como ela pode sugerir uma alternativa política para a vida comunitária? Como ela pode alcançar um agenciamento social?

Unidade de acomodação para quatro pessoas. Imagem © Tahmineh Monzavi
Unidade de acomodação para quatro pessoas. Imagem © Tahmineh Monzavi

A arquitetura tem a capacidade de ser um mediador entre os interesses de diferentes grupos, desde o Estado e investidores até várias classes e grupos de pessoas. A Residencia Majara faz isso reunindo os proprietários de terras do porto vizinho de Bandar Abbas, que organizam um evento anual de land-art em Ormuz, os investidores da capital Teerã e a população local como parceiros do projeto.

Charta como um espaço de transição entre o interior e o exterior. Imagem © Tahmineh Monzavi
Charta como um espaço de transição entre o interior e o exterior. Imagem © Tahmineh Monzavi

Em um contexto de angústia econômica como reflexo das sanções, o aumento do PIB gera mudanças sociais, o que neste projeto é alcançado por:
1. Construir economicamente, para o benefício do cliente;
2. Alocar uma parcela maior do orçamento para custos de mão-de-obra em vez de materiais importados de alto custo, para o benefício da população local, capacitando-a e oferecendo treinamento em atividades de construção;
3. Um cenário espacial adaptável e preparado para o futuro, que pode responder a necessidades imprevistas, para o benefício do cliente e da ilha;
4. Utilização de materiais e recursos humanos iranianos, para reduzir os custos de construção e transporte e aumentar o PIB, para o benefício de todo o país.

Vista do sudoeste, acima dos telhados que podem ser percorridos a pé. Imagem © Payman Barkhordari
Vista do sudoeste, acima dos telhados que podem ser percorridos a pé. Imagem © Payman Barkhordari
Corte
Corte
Residência Majara, vista da Soil Carpet Beach (Sul). Imagem © Soroush Majidi
Residência Majara, vista da Soil Carpet Beach (Sul). Imagem © Soroush Majidi

Presença em Ormuz é um processo contínuo que visa gerar confiança e não objetos arquitetônicos, a fim de incentivar a participação da população local e a inclusão de seus interesses em qualquer intervenção na ilha. O projeto é formado por uma série de cúpulas construídas em pequena escala utilizando a técnica de super-adobe do arquiteto Nader Khalili, a técnica inovadora e simples que utiliza terra e areia batida. As cúpulas são estruturas familiares na região. Sua pequena escala as torna compatíveis com as habilidades de construção dos artesãos e trabalhadores não qualificados locais, que foram treinados para este projeto com construções anteriores menores. Hoje eles são mestres pedreiros de barro, como se Nader Khalili tivesse se multiplicado exponencialmente.

Colônias de unidades espaciais de padrão superior. Imagem © Payman Barkhordari
Colônias de unidades espaciais de padrão superior. Imagem © Payman Barkhordari

O número infinito de partículas coloridas - seja de terra, areia, cascalho ou pedra - se acumulam e formam a topografia arco-íris da ilha de Ormuz. Neste projeto, um tapete é tecido com nós granulares inspirados nas partículas que compõem o ecótono da ilha. Os sacos de areia que criam as partículas espaciais (também conhecidas como cúpulas) são preenchidos com a areia dragada da doca de Ormuz, como se a terra tivesse inchado para produzir o espaço para estas residências.

Vista do noroeste em direção à residência. Imagem © Tahmineh Monzavi
Vista do noroeste em direção à residência. Imagem © Tahmineh Monzavi

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Ilha Ormuz, Irã

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Edifício Residencial Presença em Ormuz 2 / ZAV Architects" [Presence in Hormuz 2 / ZAV Architects] 24 Dez 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/953754/edificio-residencial-presenca-em-ormuz-2-zav-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.