Residência Casablancka / Budi Pradono Architects

Residência Casablancka / Budi Pradono Architects

© Fernando Gomulya© Fernando Gomulya© Fernando Gomulya© Fernando Gomulya+ 39

Tabanan Regency, Indonésia
  • Arquiteto Responsável:Budi Pradono
  • Arquitetos Assistentes:Arief Mubaraq, Hendrawan Setyanegara, Eka Feri Rudianto, Anggita yudisty Zurman Nasution
  • Colaboradores Do Estúdio:El Yanno Suminar, Ayrine Claudya Salamena, Rifandi Nugroho
  • Maquete:Daryanto
  • Construtor:Yudi Adnyana I Nyoman
  • Engenheiro Estrutural:Riza & Associate
  • Engenheiro Mecânico:Imansyah Alwi
  • Coordenação Do Projeto:Rini Blanckaert
  • Controle De Orçamentos:Prayitno
  • Interiores:Rini Blanckaert
  • Mobiliário:Rini Blanckaert
  • Especialista Em Bambu:Bambang, Daryanto
  • Cidade:Tabanan Regency
Mais informaçõesMenos informações
© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

Descrição enviada pela equipe de projeto. A casa está localizada em Kelating, Tabanan, Bali, a apenas meia hora do Aeroporto Internacional Ngurah Rai. A residência foi nomeada pelo proprietário de Casablancka. O projeto foi condicionado ao local, um terreno acidentado com face para o rio e uma casa javanesa existente nas proximidades.

© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

Estratégia do Masterplan

A estratégia principal foi aplicar o conceito da Arquitetura Balinesa. As divisões tripartidas do zoneamento do projeto foram baseados no conceito espacial Tri Mandala, que descreve às três partes dos reinos a partir da Mandala Nista - o reino mundano externo e inferior, menos sagrado, a Madya Mandala - o reino intermediário, e a Utama Mandala - o reino sagrado interno e superior mais importante. Neste último setor foi localizada a akasa,  espaço vazio ou área zen, que pode ser utilizada também como um local para jogar Pétanque, assim como o jogo na França. Este espaço torna-se um dispositivo de comunicação para as pessoas que se hospedam nesta residência, além de representar a união das duas culturas do cliente, entre o oeste e o leste, a França e a Indonésia.

© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

O conceito balinês de Sanga Mandala consiste em vários pavilhões segregados e sua implantação é sempre definida de acordo com a hierarquia de virtudes e despreza, além das normas de divisão espacial e zoneamento. A Sanga Mandala é o conceito espacial relativo às direções, que dividem um espaço em nove partes, de acordo com às oito direções cardeais principais e centrais (zênite).

Planta - Pavimento Térreo
Planta - Pavimento Térreo
Planta - Primeiro Pavimento
Planta - Primeiro Pavimento

O modelo de composição de volumes também depende do padrão da suástica, adotado seguindo a cultura balinesa. Na casa tradicional balinesa, normalmente o espaço é dividido em nove compartimentos e diversos pavilhões separados. Esta residência foi projetada com a interpretação deste conceito, aliada a um design contemporâneo.

© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

Conceito Construtivo

O conceito da casa foi a transformação de edifícios tradicionais balineses conhecidos como Taring. Estas construções são estruturas temporárias feitas de bambu, geralmente produzidas pela comunidade balinesa para ocasiões especiais, como casamentos, cremações, etc. O mais importante no conceito do Taring é a separação entre os pavimentos, paredes e estruturas da cobertura devem ser independentes. Na residência Casablancka foi implementada uma relação especial entre estes elementos.

Axonométrica
Axonométrica

Interpretação da Tropicalidade

Neste projeto procuramos aproximar os usuários da natureza. As paredes foram construídas de forma simples, de acordo com a necessidade de cada ambiente. As fachadas de tijolos, utilizaram o material disponível localmente, e foram organizadas paralelamente em zigue-zague, com a inserção de concreto internamente. Esta estratégia auxilia no conforte climático, tendo em vista o clima quente de Bali, e, ao mesmo tempo, oferece ao interior um tom natural, alaranjado. Uma vez que o edifício está localizado em um paraíso tropical, toda sua massa deve ser construída da forma mais aberta possível, de modo que todo o espaço seja definido apenas pelo piso flutuante, possibilitando também a entrada do vento.

© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

Bambu

A estrutura de bambu é independente, como uma estrutura de pilares e apoios para a cobertura, permitindo a entrada de luz natural no edifício a partir do vidro acima das paredes de tijolo.

© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

O acabamento do piso é composto por dois materiais. O primeiro é um concreto feito à mão por habitantes locais. E o segundo é um cimento colorido feito manualmente em Java, este material costumava fazer parte dos edifícios coloniais nos anos 30, principalmente nos edifícios holandeses.

© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

As paredes são uma afirmação e também uma redefinição da fronteira entre o interior e o exterior, possuindo diversas materialidades, desde paredes de tijolo até planos de vidro transparente. O projeto buscou um meio de conectar a sociedade contemporânea com a natureza.

Corte AA
Corte AA

O telhado feito de bambu, segue a forma de uma montanha, com o intuito de trazer uma iluminação diferente para cada cômodo. O elemento representa a relação entre as pessoas e o céu.

© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

A malha das colunas feitas de concreto e aço fazem do material moderno, uma combinação entre o Oriente e o Ocidente, entre o bambu tradicional e os demais materiais industriais.

Detalhe do corte BB
Detalhe do corte BB

Conceito do Interior

O conceito do projeto de interiores é a transformação do diálogo entre Oriente e Ocidente. A maior parte dos móveis utiliza materiais reciclados do início dos anos 40, comuns durante a ocupação do período holandês na Indonésia, sendo aplicados com uma interpretação moderna, que utiliza cores suaves com tecido azul e branco em composição com mobiliário de madeira de demolição de Java.

© Fernando Gomulya
© Fernando Gomulya

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência Casablancka / Budi Pradono Architects" [Casablancka Residence / Budi Pradono Architects] 16 Dez 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/952964/residencia-casablancka-budi-pradono-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.