Casa BOPORO / TOOP architectuur

Casa BOPORO / TOOP architectuur

© Tim Van de Velde© Tim Van de Velde© Tim Van de Velde© Tim Van de Velde+ 36

Roeselare, Bélgica
  • Arquitetos: TOOP architectuur
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  250
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fotógrafo Fotografias:  Tim Van de Velde
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Reynaers
  • Equipe De Projeto:TOOP architectuur
  • Cidade:Roeselare
  • País:Bélgica
Mais informaçõesMenos informações
© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde

Descrição enviada pela equipe de projeto. Campos abertos e hectares com alguns celeiros espalhados formam o contexto para este projeto. Originalmente, era possível encontrar um celeiro antigo - mais parecido com uma ruína. Em vez de tentar recuperar uma estrutura "paliativa", decidimos demoli-la e construir um volume quadrado compacto que tem expressão e impacto mínimos no meio ambiente.

© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde

A casa deveria ser marcante, mas não queríamos que fosse dominante. Olhando da rua, o volume parece bastante fechado. Uma alternância de madeira avermelhada, concreto e vidro definem a fachada conferindo sua expressão natural. Uma vez no interior, o volume se abre para os campos e amplas vistas do terreno. A natureza circundante pode realmente ser vivida através da casa em torno de um terraço coberto. Os espaços são organizados em função de perspectivas e pontos de vista interessantes. Quando alguém percorre a casa, perspectivas precisamente escolhidas aparecem.

© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde
Elevações
Elevações
© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde

O cerne do projeto encontra-se no terraço coberto, que é concebido como um espaço interior imaterializado onde a vida se organiza. Os tetos de concreto in situ conectam os espaços internos e externos perfeitamente através das grandes janelas. Isso garante que a casa esteja ancorada nos arredores. Os caixilhos das janelas são totalmente integrados para reduzir a fronteira entre os espaços internos e externos. Uma árvore espreita pela abertura do terraço coberto para filtrar a luz e aproximar ainda mais a natureza. A casa deveria ser um lugar para se retirar e relaxar completamente. Nesse sentido, o terraço coberto com pátio forma o coração da casa. Os habitantes vivem em torno deste lugar. É o local perfeito para as noites aconchegantes, mas também oferece abrigo nos dias quentes.

© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde

Abertura e abrigo. Um elemento vertical expressa a horizontalidade da casa. Mais do que isso, é um elemento de divisão. O espaço de estar é uma tela em branco, na qual todas as funções vitais se fundem visualmente umas nas outras. No entanto, o interior oferece uma sensação de segurança e abrigo.

Planta
Planta

O concreto como elemento estrutural e visual. A moradia mostra as muitas vantagens de uma construção sólida. O concreto regula a umidade e atua como amortecedor contra o frio e o calor. Além disso, o material possui características plásticas pronunciadas. Permite retirar elementos como a iluminação e integrá-los em aberturas cuidadosamente escolhidas na laje de concreto.

© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde

No interior, o teto de concreto continua em todos os espaços, enquanto os materiais naturais como nogueira e pedra natural adicionam calor e requinte. A casa surge minimalista, mas aconchegante.

© Tim Van de Velde
© Tim Van de Velde

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa BOPORO / TOOP architectuur" [BOPORO House / TOOP architectuur] 22 Nov 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/951512/casa-boporo-toop-architectuur> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.