Escola Ranwas / CAUKIN Studio

Escola Ranwas / CAUKIN Studio

© Katie Edwards© Katie Edwards© Katie Edwards© Katie Edwards+ 31

  • Arquitetos: CAUKIN Studio
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  130
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Katie Edwards
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Buildex
  • Arquitetos Responsáveis:Harrison Marshall, David Mahon
  • Equipe De Projeto:Harrison Marshall, David Mahon, Joshua Peasley, Harry Thorpe
  • Clientes:The Tanbok Project, Ranwas Village
  • Engenharia:Tom Bule
  • Consultores De Projeto Ambiental:Vicki Stevenson, Eshrar Latif and Julie Gwilliam.
  • Participantes Internacionais:Aaron Chan, Greg Cockburn, Nicole Johnson, Adonai Boamah-Nyamekye, Bethany Stewart, Amanda Selormey, Alice Reynolds-Pryce, Gwyneth Chan, Jagoda Lintowska, Soni Gurung, Samuel Napleton, Danel Jansen van Rensburg, Huxley Edwards.
  • Cidade:Ranwas
  • País:Vanuatu
Mais informaçõesMenos informações
© Katie Edwards
© Katie Edwards

Descrição enviada pela equipe de projeto. O CAUKIN Studio projetou e construiu um empreendimento social trabalhando ao lado da comunidade de Ranwas e de participantes internacionais de todo o mundo para desenvolver uma sala de aula, uma biblioteca e um escritório depois que o ciclone Pam devastou as edificações escolares anteriores. Após 8 semanas de construção, o espaço concluído combina uma estrutura de madeira resistente a ciclones, revestimento de bambu, tecido, policarbonato e telhas de metal para criar um ambiente de aprendizado bem iluminado e ventilado. O espaço da biblioteca lida com a umidade extrema por meio de estratégias de design passivas cuidadosamente consideradas, permitindo que a vida útil dos livros seja prolongada.

© Katie Edwards
© Katie Edwards

Em 2015, o pior desastre natural que atingiu Vanuatu, o ciclone Pam, deixou grande parte do país devastado. A Escola Primária Ranwas foi destruída, e as crianças passaram a ser ensinadas em abrigos temporários inadequados. O Projeto Tanbok, uma ONG criada após o desastre natural, identificou não apenas a necessidade de novas salas de aula, mas também de um espaço de biblioteca que pudesse suportar o clima severo local.

Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Katie Edwards
© Katie Edwards
Corte
Corte
© Katie Edwards
© Katie Edwards

Devido à localização de Ranwas dentro da ilha montanhosa, a edificação está sujeita a umidade muito alta durante a maior parte do ano, chegando a 99%. Para prolongar a vida útil dos livros e materiais didáticos, era fundamental que o projeto aplicasse estratégias passivas para reduzir a umidade relativa. Os livros da biblioteca são armazenados em um espaço fechado que usa telhas de metal escuro para aumentar a temperatura do ar e, portanto, reduzir a umidade relativa, mantendo uma atmosfera mais seca para os livros. A ventilação permite um fluxo contínuo de ar que retira a umidade da estrutura enquanto ela é aquecida pelo sol nas telhas escuras. O desenho das prateleiras neste espaço cria espaçadores regulares entre os livros, garantindo que o ar possa passar sobre uma área de superfície maior dos livros, absorvendo a umidade no processo.

© Katie Edwards
© Katie Edwards

Uma escada central na biblioteca leva a um pequeno mezanino que se abre acima da varanda por uma porta circular, criando um espaço de leitura pequeno, iluminado e aconchegante para as crianças.

© Katie Edwards
© Katie Edwards
© Katie Edwards
© Katie Edwards

As paredes de bambu trançado utilizam o material altamente sustentável e os artesãos locais criam um revestimento respirável e durável a custo zero - permitindo que a manutenção futura seja realizada pela comunidade de forma independente. As grandes janelas que correm de cada lado da sala de aula trazem luz natural, bem como ventilação cruzada, um forte contraste com a antiga edificação da escola, escura e úmida.

© Katie Edwards
© Katie Edwards
Corte
Corte
© Katie Edwards
© Katie Edwards

A construção do projeto ocorreu ao longo de 8 semanas, com uma equipe de 15 participantes internacionais de escolas e práticas de arquitetura, desenvolvendo o projeto ao lado de mais de 50 trabalhadores locais. Grande parte do detalhamento aconteceu simultaneamente à construção do projeto, com todos os participantes morando na vila de Ranwas e ganhando experiência e conhecimento por meio da imersão cultural.

© Katie Edwards
© Katie Edwards

No dia 6 de abril de 2020, o ciclone Harold, um ciclone tropical severo de categoria 5 destruiu Vanuatu, passando diretamente pela vila de Ranwas. Estima-se que 90% das edificações na Ilha de Pentecostes foram seriamente danificadas ou destruídas, com apenas 3 sobreviventes na vila de Ranwas, incluindo a construção da nova escola.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Ranwas, Vanuatu

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Escola Ranwas / CAUKIN Studio" [Ranwas School / CAUKIN Studio] 10 Nov 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/950951/escola-ranwas-caukin-studio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.