Urbanismo social: uma estratégia de intervenção urbana em territórios vulneráveis

Urbanismo social: uma estratégia de intervenção urbana em territórios vulneráveis

Urbanismo Social é uma estratégia de intervenção urbana criada em Medellin e foi fundamental na transformação da realidade social dos bairros pobres da cidade. O Brasil já tem um caso de sucesso em Recife, o Compaz, centros comunitários da paz. Baseados nessas experiências e com o apoio dos professores da Eafit Urban, a Pós-graduação lançada pelo Insper, Itaú cultural e Arq.futuro, propõe a formação de gestores capacitados para lidar com a complexa realidade dos centros urbanos vulneráveis no Brasil.

Para discutir mais sobre o tema, reuniremos Eduardo Saron, Dirigente do Itáu Cultural, Marcos Lisboa, Presidente do Insper, Murilo Cavalcanti, Secretário de Segurança Urbana de Recife, responsável pelo COMPAZ e Rodrigo Amantea, Coordenador Acadêmico de Educação Executiva e professor do Insper. O evento será mediado por Tomás Alvim, Coordenador do Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper.

Participe!
Informações

Data: 20/07/2020

Horário: 17h00

CONHEÇA OS PARTICIPANTES
Eduardo Saron

Gestor cultural há quase 20 anos, dirigente do Itaú Cultural, presidente do Conselho de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e diretor do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM). É conselheiro de várias instituições, entre as quais o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp), a Fundação Bienal de São Paulo, o Museu Judaico, o Paço do Frevo (em Recife, PE), a Associação Pró-Dança (APD) – gestora da São Paulo Companhia de Dança – e o Instituto CPFL
Marcos Lisboa

Marcos Lisboa é diretor-presidente do Insper, doutor em economia pela Universidade da Pensilvânia e colunista da Folha de S.Paulo.
Murilo Cavalcanti

Secretário de Segurança Urbana de Recife, responsável pelo COMPAZ Centros Comunitários da Paz. Formado em Administração de Empresas pela UPE, com pós-graduação em Marketing. É especialista em políticas públicas de combate à violência urbana, sendo um grande estudioso do modelo de segurança cidadã implantado nas cidades de Bogotá e Medellín, na Colômbia. Também atuou como secretário de Segurança Cidadã em Petrolina. É também coautor de As lições de Bogotá e Medellín, relato com fatos e fotos de como essas duas cidades colombianas passaram a ser referências em políticas públicas de cidadania e prevenção a violência urbana. Atualmente é secretário de Segurança Urbana da Cidade do Recife e membro do Pacto Pela Vida de Pernambuco. É o principal formulador do Compaz – Centro Comunitário da Paz, equipamento social de prevenção à violência urbana em Recife
Rodrigo Amantea

Mestre e doutorando em Administração de Empresas pela FGV-EAESP. Desenvolve pesquisas na área de inovação, intraempreendedorismo, desenho organizacional e marcas. Possui vasta experiência na gestão e inovação de produtos, serviços e marcas, em empresas de tecnologia e serviços de grande porte. Desde 2011 é Coordenador Acadêmico de Educação Executiva e professor do Insper.
Tomás Alvim

Tomas Alvim é editor e sócio da BEI Editora, cofundador do Arq.Futuro e do Por Quê? Economês em Bom Português. Coordenador do Laboratório Arq.Futuro de Cidades do Insper. Membro Comitê Popular de Combate ao COVID-19.

#Tags

Este evento foi enviado por um usuário de ArchDaily. Se você quiser, pode também colaborar utilizando "Enviar um evento". As opiniões expressas nos anúncios enviados pelos usuários archdaily não refletem necessariamente o ponto de vista de ArchDaily.

Cita: "Urbanismo social: uma estratégia de intervenção urbana em territórios vulneráveis" 20 Jul 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/944105/urbanismo-social-uma-estrategia-de-intervencao-urbana-em-territorios-vulneraveis> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.